Giovani foi agredido com um pau e cintos. Defesa alega que jovem morreu devido a uma queda

Luís Giovani / Facebook

Luís Giovani

Dois dos arguidos no caso do homicídio de Giovani Rodrigues revelaram em tribunal esta quarta-feira que a vítima e os três amigos cabo-verdianos foram agredidos com um pau e vários cintos à saída de um bar em Bragança, no dia 21 de dezembro.

De acordo com o Jornal de Notícias, Bruno Fará e Jorge Liberato, os primeiros a falar, admitiram estar envolvidos na rixa à saída de um bar, mas nenhum assumiu ter agredido a vítima mortal.

Na primeira sessão do julgamento, Bruno Fará contou que foi a casa buscar um pau, que usou para bater nas costas de Valdo. O pau acabou por se partir em duas partes e, de acordo com o arguido, foi usado por outros agressores.

Já Jorge Liberato assegurou que não agrediu ninguém, mas admitiu que tinha uma soqueira, que foi usada por outra pessoa para agredir os jovens. O arguido confirmou que foram usados cintos e viu Giovani ser agredido com o pau, apesar de não conseguir precisar se foi na cabeça ou no ombro.

Os arguidosestão acusados de coautoria de homicídio, com dolo eventual, e de três crimes de ofensas à integridade física de três cabo-verdianos amigos de Giovani.

A defesa pretende provar que o traumatismo craniano, que terá sido a razão da morte, foi causado pela queda que Giovani alegamente deu numas escadas – e não pelas agressões dos arguidos. Para defender esta tese, foi citado o relatório da autópsia, onde é possível ler que a morte resultou de um choque violento com algo contundente.

A defesa considera que a causa do traumatismo é inconclusiva, podendo este ser das agressões ou queda.

O advogado dos pais de Giovani, Paulo Abreu, defende que foram as agressões que mataram o jovem e considera que a autópsia “não é inconclusiva”.

Segundo o JN, a indemnização pedida pela defesa deverá chegar aos 300 mil euros.

Luís Giovani Rodrigues, cabo-verdiano que se encontrava a estudar em Bragança, morreu no Hospital de São João, no Porto, a 31 de dezembro de 2019, após dez dias em coma, depois de ter sido agredido por um grupo de jovens.

Inicialmente, as agressões ao jovem cabo-verdiano foram atribuídas a “ódio racial’, mas a PJ garantiu, entretanto, que terão tido origem num “motivo fútil”, após uma discussão num bar da cidade.

No banco dos réus estão sete homens de Bragança, com idades entre os 22 e os 45 anos.

Maria Campos Maria Campos, ZAP //

 

 

 

 

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

PJ faz buscas na Câmara de Torres Vedras para investigar contratos públicos

A Polícia Judiciária (PJ) está a efetuar, esta terça-feira, buscas na Câmara de Torres Vedras, no distrito de Lisboa, no âmbito de três processos de contratação pública, confirmou à agência Lusa fonte oficial do município. A …

Henrique Araújo eleito presidente do Supremo Tribunal de Justiça

O magistrado Henrique Araújo, de 67 anos, foi eleito esta terça-feira presidente do Supremo Tribunal de Justiça (STJ). Mas terá de abandonar o cargo quando completar os 70 anos. Os candidatos à presidência do Supremo Tribunal …

Pandemia fez duplicar ataques informáticos em Portugal

Os ataques informáticos contra entidades públicas e empresas quase duplicaram em 2020: registaram-se 1.418 incidentes graves, um aumento de 90%. O "Relatório Cibersegurança - Riscos e Conflitos 2021" do Observatório do Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS), …

Áustria deixará de administrar a vacina da AstraZeneca

A Áustria deixará de usar a vacina da AstraZeneca devido a problemas de entrega e à relutância da população à vacina, após decisões semelhantes tomadas pela Noruega e Dinamarca. "Provavelmente, continuaremos a administrar as primeiras doses …

Portugal com duas mortes e 386 novos casos de covid-19

Portugal registou esta terça-feira 386 novos casos de infeção por covid-19 e mais duas mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde.  De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS), nas …

Audição a Nuno Vasconcellos por confirmar. Advogado avisou que a rede não é boa

A audição de Nuno Vasconcellos na comissão de inquérito ao Novo Banco, agendada para a próxima quinta-feira, ainda está por confirmar. No site do Parlamento, o agendamento previsto para a audição de Nuno Vasconcellos, antigo presidente …

Portugal com maior queda do PIB na União Europeia no primeiro trimestre

A economia da zona euro recuou 1,8% e a da União Europeia 1,7% no primeiro trimestre do ano, face ao período homólogo, com Portugal a apresentar a maior quebra, de 5,4%. De acordo com uma estimativa …

Corrida dos portugueses ao novo estatuto de imigrante entope consulados do Reino Unido

Mais de 380 mil portugueses já se candidataram ao novo estatuto de imigrante no Reino Unido, mas os postos consulares não estão a conseguir dar resposta a esta corrida. Segundo o jornal Público, os atrasos dos …

Autoridade Tributária demora, em média, 20,7 dias a pagar reembolso de IRS

Até ao momento, foram reembolsados 1.180.738 contribuintes, num valor total de 1.125 milhões de euros, de acordo com dados do Ministério das Finanças. O ECO avança que a Autoridade Tributária e Aduaneira já devolveu 1.125 milhões …

Médicos de família admitem que recuperados podem passar a grupo de risco

A área das sequelas da infeção pelo vírus SARS-CoV-2 "é uma zona muito cinzenta", sobre a qual Portugal “não tem ainda orientações totalmente definidas”. Nuno Jacinto, presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF), …