Parlamento aprova comissão de inquérito ao Novo Banco

Manuel de Almeida / Lusa

O Parlamento aprovou, esta sexta-feira, por unanimidade, a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) sobre o Novo Banco proposta pelo BE, bem como outras iniciativas semelhantes de Iniciativa Liberal e PS, estas com o voto contra do PSD.

Em cima da mesa esteve ainda uma proposta do Chega, que foi chumbada por PS, PSD, PCP, Os Verdes, Iniciativa Liberal e a deputada não inscrita Joacine Katar Moreira, enquanto BE, CDS-PP, PAN e a deputada não inscrita Cristina Rodrigues votaram a favor.

As iniciativas versavam o universo do Novo Banco, mas com ligeiras nuances quanto ao período temporal a investigar ou o âmbito e o objeto do inquérito, incluindo ou não o período anterior à resolução do extinto BES, como propunha o PS e a Iniciativa Liberal, ou o alargamento da análise, por exemplo, ao financiamento de campanhas ou partidos políticos, no caso do partido nacional populista de André Ventura.

A aprovação de três propostas sobre o mesmo tema é algo inédito, tal como assinalou Fernando Negrão, o vice-presidente do Parlamento. Segundo o jornal Público, por sugestão do social-democrata Duarte Pacheco, os serviços parlamentares vão somar os vários pontos das três propostas num único texto, algo que reuniu consenso entre os deputados.

Os objetos das três CPI aprovadas vão, então, ser vertidas para a formação de um único inquérito parlamentar, algo a apurar na próxima reunião da conferência de líderes do Parlamento.

De acordo com o jornal online Observador, outra incógnita, neste momento, é a do calendário de realização dos trabalhos, sendo certo que as audições só poderão arrancar depois de o Orçamento do Estado de 2021 (OE2021) ser aprovado, o que deverá acontecer até final de novembro.

“O senhor deputado é do pior que o sistema tem”

Durante o debate que decorreu esta sexta-feira, o deputado do PSD Hugo Carneiro afirmou que o partido estava contra propostas que repitam a comissão de inquérito ao BES.

Do lado do CDS, a deputada Cecília Meireles diz que os centristas não se opõem a voltar ao tempo anterior à resolução, mas defende que o essencial é perceber se os prejuízos que estão agora a aparecer “vêm do passado”, ou se resultam de uma “péssima gestão que vendeu ativos ao desbarato”, cita o jornal digital.

O PS quer conhecer a história toda: a resolução e a venda. Não queremos só parte da história, percebo o incómodo do PSD que não está interessado nesta parte da historia”, declarou, por sua vez, o deputado socialista Fernando Anastácio.

Mariana Mortágua, do Bloco de Esquerda, defendeu que a auditoria da Deloitte ao Novo Banco tornou a comissão de inquérito ainda “mais necessária”. “Queremos que se investigue para pôr termo ao abuso e travar a sangria de recursos que está em curso. É por isso que a levamos tão a sério”.

Os comunistas, pela voz de Duarte Alves, não irão criar obstáculos a esta comissão de inquérito, mas recordam o “habitual passa culpas entre o PS e o PSD”. “Participaremos nos seus trabalhos, como sempre, para que sejam apurados os factos e as responsabilidades políticas. Não contribuiremos para que a comissão de inquérito sirva para que PS, PSD e CDS encubram, com encenações de estupefacção, indignação e passa culpas, ou em busca de bodes expiatórios, as suas responsabilidades em todo este processo”.

Segundo o diário, a discussão acabou por levar ainda a uma troca de acusações entre Mariana Mortágua e André Ventura, com a deputada a acusar vários elementos do Chega de estarem ligados a negócios do universo BES. “O senhor deputado não é só um político do sistema, é do pior que o sistema tem“, apontou a bloquista.

Ventura respondeu à deputada bloquista, referindo que o Chega está em terceiro lugar nas sondagens e que não tem “nenhum dirigente preso por cultivar droga”, nem que “andou a vender casas pagas pela Segurança Social”, numa referência a Ricardo Robles.

Tal como recorda o Observador, esta será a oitava comissão parlamentar de inquérito à banca em 12 anos, e a segunda que vai debruçar-se sobre a herança do Banco Espírito Santo.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Mais uma comissão para os deputados meterem umas largas centenas de euros no bolso fazerem a lavagem de roupa suja e o resultado vai ser igual ao resultado de todas as comissões.

RESPONDER

"Burrolandia". Parque temático de burros no México está a tentar salvar estes animais

Um parque temático de burros no México serve de santuário a estes animais que estão aos poucos a desaparecer no país. "O burro ajudou o homem por muito tempo. É hora de retribuirmos o favor", …

Uma mão robótica que joga Super Mario Bros na Nintendo? Sim, existe

Uma equipa de investigadores da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, imprimiu em 3D peças para criar uma mão robótica capaz de jogar Super Mario Bros na Nintendo.  A mão robótica é totalmente montada com circuitos …

"Narco Drones" apanhados a entregar drogas numa prisão chilena

Reclusos e cúmplices no exterior estão a usar drones para contrabandear droga para a prisão mais antiga do Chile. As autoridades chilenas descobriram que o esquema de contrabando tinha como objetivo transportar drogas para a Ex …

Erupção do vulcão Etna causa problemas económicos na Sicília

Nos últimos meses, o vulcão Etna tem estado em constante erupção e o custo de limpeza das cinzas está a deixar muitas cidades da Sicília à beira da falência. O vulcão Etna – um dos mais …

Argentina cria documento de identidade para pessoas não binárias

O Presidente da Argentina anunciou, esta semana, que o país tem um novo documento de identidade para incluir pessoas não binárias. É o primeiro país da América Latina a fazê-lo. De acordo com o chefe de …

Costa diz que Portugal vai ter "o dobro" de fundos comunitários para investir

O primeiro-ministro afirmou, este sábado, que Portugal vai contar, nos próximos sete anos, com "o dobro" de fundos comunitários para investimento, considerando que esta "é uma oportunidade única" que não pode ser desperdiçada. "Vamos ter a …

Chinesa morre após salvar a filha de deslizamento de terra. Bebé esteve 24 horas nos escombros

Uma mulher morreu após salvar o seu bebé quando um deslizamento de terra e uma forte inundação atingiram a sua casa na China, revelam as equipas de resgate. Como noticia a BBC, a bebé foi resgatada …

Caso Ihor. IGAI pede expulsão do ex-diretor de fronteiras do SEF

A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) já entregou ao ministro Eduardo Cabrita o relatório final do processo disciplinar contra o inspetor coordenador do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) António Sérgio Henriques, que propõe a …

Chuvas torrenciais fazem mais de uma centena de mortos na Índia

Pelo menos 136 pessoas morreram na Índia, em consequência de chuvas torrenciais que assolaram o país e causaram fortes enchentes e deslizamentos de terra, enterrando casas e submergindo ruas. Numa altura em que as alterações climáticas …

China inaugurou o comboio mais rápido do mundo

O comboio-bala maglev, que pode atingir uma velocidade de 600 quilómetros por hora, fez a sua estreia em Qingdao, na China, esta semana. Tal como conta a cadeia televisiva CNN, este comboio-bala maglev foi desenvolvido pela …