Em plena pandemia, aprovação do Governo de Costa bate recordes

Manuel de Almeida / Lusa

O Governo de António Costa nunca teve tanta aprovação dos eleitores. O Executivo alcançou uma taxa de 60% que reflete, em parte, a resposta à pandemia de Covid-19.

De acordo com a sondagem realizada pela Pitagórica para o Jornal de Notícias e TSF, quase dois terços dos inquiridos aprovam a forma de governar do primeiro-ministro, sendo este o valor mais alto desde abril de 2019. Atualmente, as circunstâncias não são as mesmas: na anterior legislatura, o PS era apoiado pela geringonça.

À lupa, 33% veem o desempenho como positivo (uma subida de 3 pontos percentuais face a agosto) e 47% como razoável. Numa escala de 1 a 5, o Governo de António Costa recolhe um 3.

Em sentido contrário, 20% dos inquiridos dão nota negativa ao Governo de Costa, com maior representatividade para eleitores que votam à direita, de média idade, e de classes mais favorecidas.

O Presidente da República continua a receber forte aprovação. Marcelo Rebelo de Sousa tem o voto de confiança de 85% dos eleitores, registando o valor mais baixo desde abril passado. No entanto, se na última sondagem, havia 53% dos eleitores a dizer que confiava mais no Presidente do que no primeiro-ministro, esse valor caiu agora para 42%.

Quanto à oposição, 48% consideram “razoável” e 17% classificam a sua atuação como “positiva”. Existe, sobretudo, uma descida significativa nas avaliações negativas da oposição que caem 26 pontos percentuais face a agosto: 35% criticam a prestação dos partidos da oposição.

Lisboetas e portuenses são os que mais confiam

Segundo o barómetro da Marktest, mais de 89% dos residentes de Lisboa e Porto atribuem nota positiva à atuação do Executivo para gerir a pandemia de Covid-19. Ainda assim, relata o ECO, a avaliação é igualmente boa a nível nacional.

“Apesar de uma certa homogeneidade dos resultados”, já que o Governo tem um “Índice Global de 72 pontos (numa escala de 0 a 100)”, os jovens, entre os 18 e os 34 anos, são os mais críticos relativamente à atuação do Governo, ao atribuírem 64 pontos, ou seja oito pontos abaixo da média nacional.

Em relação ao Índice de Confiança, o valor é igualmente alto, com a média nacional a situar-se nos 71 pontos – sete em dez dos portugueses inquiridos avaliam positivamente a atuação do Executivo.

“É junto dos residentes nas regiões da Grande Lisboa, Interior Norte, ambas com 73 pontos e do Sul (75 pontos), que se registam os índices de confiança elevados”, indica a Marktest.

Entre os vários ministérios, o da Saúde e da Administração Interna alcançam valores igualmente positivos: ambos com 68 pontos.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Uns pescam na janela, outros dão milho aos pombos no ecrã do pc, outros ainda fazem sondagens, cada um entretem-se como pode. Tudo coisas sem importância nenhuma neste momento, mas, pelo menos, vamo-nos mantendo entretidos.

  2. Pelo contrário Manel: A intervenção do Costa tem toda a importância no contexto do momento. O Primeiro-Ministro esteve neste caso muito bem. Nem sempre está bem e farto-me de o criticar mas… Como tenho uma capacidade intelectual que ainda me permite analisar as coisas caso a caso, não necessito de cultivar ódios de estimação e clubismos ideológicos.

    Mesmo sendo de outro espectro ideológico, sei ver quando alguém da outra banda, esteve bem. O Costa esteve bem e o Holandês esteve mal. Claro que há quem devido ao seu futebolismo político se recusa a aceitar isso mas o texto diz tudo:

    “20% dos inquiridos dão nota negativa ao Governo de Costa, com maior representatividade para eleitores que votam à direita, de média idade, e de classes mais favorecidas.”

    Ou seja… Os suspeitos do costume. É natural que quem vota no Chega ou gosta do Escudo Indentitário, não vá admitir nada de bom no costa, nem que ele salve a mãe deles de ser atropelada.

  3. Quem tem cu tem medo, diz um ditado. Qualquer coisa que façam as autoridades é bem classificado. Força ! Queremos é safar-nos.

  4. É para todos evidente que em momentos de aflição, o discurso de, ou para a “pedincha”, faz todo o sentido e alimenta a ideia que de facto é de solidariedade que se trata. O ministro holandês até foi amigo porque só chegou à Espanha, nem sequer se referiu a Portugal, onde os êxitos económicos e financeiros do governo do sr. Costa inibem qualquer necessidade de auxilio externo neste domínio, ou não fosse o sr. Costa um mentiroso profissional.

    • Ya o Holandês é de facto um gajo bestial… És um poço de bom senso. Mereces é de facto tudo de mal que a classe política te faça porque também só gostas dos piores facínoras e só elogias atitudes de merd@ nos políticos.

  5. O António Costa tem um discurso muito bonito e è muito bem educado, no entanto a mim não me engana mais porque o que é preciso è fazer mais e falar menos…..não conhece a realidade deste Pais……Portugal é muito mais que Lisboa, Porto e mais meia dúzia de cidades. COSTA NUNCA MAIS.

  6. pois e mesmo em cena destas e lamentar como tem pessoas que continuam a colocar politica ha frente seja do que seja so porque não gostam da cor e a cor e esta que temos ha frente do pais temos que se unir e dizer força mais força e vamos de deixar querer que qualquer que seja o governo governe ha maneira que cada um de nos desejaria

  7. Curioso, o governo do partido socialista está a tentar fazer o mesmo que o governo de Pedro Coelho fez, mas enquanto este último e a restante corja que o acompanhavam aplicaram a sua agenda política ás claras, o actual governo de António Costa faz tudo pela calada ocultando com o coronavírus covid-19 a crise económica e as medidas neoliberais que pretende impor aos cidadãos.

    Resumindo, o partido socialista para além de hipócrita consegue ainda ser mais escroque do que o governo liderado por Pedro Coelho.

  8. A Holanda é um narco-estado, uma off-shore e tem um modelo concorrencial chinês com a respectiva falta de respeito pela propriedade intelectual, direitos humanos, transparência e compliance, dentro das fronteiras da UE porque a União permite que isso assim seja em nome do integracionismo. O ministro holandês será provávelmente um escroque, explorador de trabalho precário, sem qualquer responsabilidade social, pré-conceituoso e usurário. Infelizmente, nenhuma destas realidades desmente a fragilidade económica dos países do sul, com administrações do estado megalómanas, transformadas em negócios de família, burlas nas instituições bancárias, burlas nas próprias instituições de solidariedade social, corrupção espalhada a todos os sectores da sociedade incluindo a justiça.

RESPONDER

Carta misteriosa escrita por passageira do Titanic está a intrigar os peritos

Uma equipa de investigadores está a tentar desvendar um mistério que envolve uma carta que terá sido escrita por uma jovem a bordo do Titanic na véspera do naufrágio. Uma família encontrou a carta numa garrafa …

Violência na Colômbia preocupa comunidade internacional

Várias cidades colombianas continuam a ser palco de violentas manifestações contra o Governo do país, mas são reprimidas com força pela polícia e por militares. As manifestações começaram em forma de protesto contra uma reforma tributária …

Veterana de Bletchley Park tem um novo código da 2.ª Guerra para decifrar (mas precisa de ajuda)

Um casal que encontrou mensagens codificadas da II Guerra Mundial sob o assoalho está tentar decifrá-las com a ajuda do seu vizinho, um decifrador de códigos de Bletchley Park. John e Val Campbell encontraram um esconderijo …

"Caixas mistério" com animais de estimação geram indignação na China

Uma nova moda conhecida como "caixa mistério" ganhou popularidade na China. O método consiste em fazer uma encomenda através da internet e é enviada, pelo correio, uma caixa com um animal de estimação. Estas encomendas estão …

Arquivos da polícia do Estado Islâmico revelam como era a vida sob o califado

Arquivos da polícia do Estado Islâmico, conhecida como shurta, revelam como era a vida sob o califado. Os polícias eram tão bem pagos que não podiam ser subornados. Não é sempre que os regimes mirram …

Barco português detido por ancorar ilegalmente em águas da Malásia

Um navio mercante registado em Portugal está retido na Malásia por ter alegadamente ancorado em águas territoriais do país sem autorização, avançou esta sexta-feira a Guarda Costeira malaia. Num comunicado, Nurul Hizam Zakaria, diretor da agência …

”Eficácia e qualidade”. OMS aprova vacina chinesa da Sinopharm

A Organização Mundial da Saúde (OMS) aprovou, esta sexta-feira, o uso de emergência da vacina chinesa contra a covid-19 da Sinopharm. Trata-se da primeira vacina desenvolvida pela China a ser aprovada pela organização, lembra a agência …

Sem estado de emergência não pode haver confinamento de pessoas saudáveis

O constitucionalista Jorge Reis Novais defendeu hoje que sem estado de emergência que suspenda a garantia do artigo 27.º da Constituição não pode haver confinamento de pessoas saudáveis, até uma eventual revisão constitucional. Por outro lado, …

"Neuro-direitos". O Chile quer proteger os seus cidadãos do controlo da mente

O Chile quer tornar-se o primeiro país a proteger as pessoas do controlo da mente, à medida que a capacidade de mexer com cérebros se aproxima cada vez mais da realidade. O senador Guido Girardi está …

Emprego, formação e pobreza. Cimeira Social marca "o mais ambicioso compromisso" da UE

A Cimeira Social arrancou, nesta sexta-feira, no Porto, com a presença de 24 dos 27 chefes de Estado e de Governo da UE, num evento que pretende definir a agenda social da Europa para a …