Nikola apanhada a mentir. Protótipo do seu camião elétrico estava só a deslizar colina abaixo

Quando Trevor Milton, fundador da Nikola Motor Company, revelou o protótipo do camião Nikola One em dezembro de 2016, este foi apresentado como totalmente funcional. Agora, um relatório da Hindenburg Research vem afirmar que afinal a realidade não era bem a que a empresa queria mostrar.

“Isto funciona e funciona totalmente, o que é realmente incrível”, disse Trevor Milton na apresentação do Nikola One, em dezembro de 2016. Em janeiro de 2018, a empresa partilhou um vídeo no YouTube, com o título “Nikola One Electric Semi Truck in Motion”, onde mostrava o camião Nikola One a deslocar-se rapidamente ao longo de uma estrada deserta, demonstrando assim a sua capacidade de atingir altas velocidades.

Contudo, na semana passada, o Hindenburg Research publicou um relatório segundo o qual o Nikola One não estava sequer perto de estar funcional em dezembro de 2016.

O Hindenburg Research revela que o camião mostrado no vídeo não estava a andar de forma autónoma, e que a Nikola colocou o camião no topo de uma colina e o deixou deslizar para baixo. Supostamente, a empresa teria inclinado a câmara para fazer parecer que o camião estava a mover-se sozinho numa estrada nivelada – revela a Ars Technica.

A empresa admite que o Nikola One não funcionou

Na segunda-feira, a Nikola divulgou uma nota de imprensa na qual, embora critique muitas das afirmações do relatório do Hindenburg Research,  assume que o protótipo do Nikola One realmente não estava funcional em dezembro de 2016, e que também ainda não estava funcional quando a empresa lançou o vídeo 13 meses depois.

A empresa americana afirma que as baterias, conversores, direção hidráulica e alguns outros constituintes do camião estavam funcionais na altura da apresentação. Porém, a Nikola não revela se o facto do camião já tinha célula de combustível de hidrogénio a funcionar, ou motores para mover as rodas – dois componentes que o Hindenburg Research afirmou que não estavam no camião.

No que diz respeito ao vídeo, a empresa garante que “nunca afirmou que o seu camião estava a andar pela sua própria propulsão”, dizendo ainda que “os investidores que estavam a aplicar capital nesse período, conheciam a capacidade técnica do Nikola One na altura do seu investimento”, assegurando assim que nunca enganaram ninguém.

A Nikola afirma que atualmente a funcionalidade do Nikola One é irrelevante, uma vez que a empresa agora tem um protótipo funcional do seu sucessor, o Nikola Two.

O destino da Nikola está agora ligado ao sucesso do Nikola Two, Badger e outros produtos. Se esses produtos forem bem sucedidos, provavelmente não fará diferença se o Nikola One nunca funcionou, e rapidamente será esquecido este episódio menos feliz.

Contudo, Milton ter mentido descaradamente quando disse que o camião da Nikola “funciona e funciona plenamente” pode levar investidores e clientes a questionar os valores da empresa — e se realmente esta cumpre com aquilo que diz.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Este Trevor da “Nikola” é um trafulha de primeira. Se não conhecem o personagem pesquisem na net e/ou no YouTube… vão ficar surpreendidos… é um bom candidato a político em Portugal, mentiroso como é…

RESPONDER

Argentina cria documento de identidade para pessoas não binárias

O Presidente da Argentina anunciou, esta semana, que o país tem um novo documento de identidade para incluir pessoas não binárias. É o primeiro país da América Latina a fazê-lo. De acordo com o chefe de …

Costa diz que Portugal vai ter "o dobro" de fundos comunitários para investir

O primeiro-ministro afirmou, este sábado, que Portugal vai contar, nos próximos sete anos, com "o dobro" de fundos comunitários para investimento, considerando que esta "é uma oportunidade única" que não pode ser desperdiçada. "Vamos ter a …

Chinesa morre após salvar a filha de deslizamento de terra. Bebé esteve 24 horas nos escombros

Uma mulher morreu após salvar o seu bebé quando um deslizamento de terra e uma forte inundação atingiram a sua casa na China, revelam as equipas de resgate. Como noticia a BBC, a bebé foi resgatada …

Caso Ihor. IGAI pede expulsão do ex-diretor de fronteiras do SEF

A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) já entregou ao ministro Eduardo Cabrita o relatório final do processo disciplinar contra o inspetor coordenador do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) António Sérgio Henriques, que propõe a …

Chuvas torrenciais fazem mais de uma centena de mortos na Índia

Pelo menos 136 pessoas morreram na Índia, em consequência de chuvas torrenciais que assolaram o país e causaram fortes enchentes e deslizamentos de terra, enterrando casas e submergindo ruas. Numa altura em que as alterações climáticas …

China inaugurou o comboio mais rápido do mundo

O comboio-bala maglev, que pode atingir uma velocidade de 600 quilómetros por hora, fez a sua estreia em Qingdao, na China, esta semana. Tal como conta a cadeia televisiva CNN, este comboio-bala maglev foi desenvolvido pela …

Quatro portugueses detidos em Espanha por alegada violação de duas mulheres

A polícia espanhola anunciou, este sábado, ter detido quatro cidadãos portugueses por suposta violação múltipla e abusos sexuais a duas mulheres de 22 e 23 anos, numa pensão em Gijón, no norte do país. Segundo a …

Stonehenge pode perder estatuto de património mundial da UNESCO

Depois de Liverpool, também Stonehenge pode perder o estatuto de património mundial da UNESCO. O aviso surge após o secretário dos transportes, Grant Shapps, ter dado luz verde aos planos de construção de um túnel …

Mais 20 mortes e 3396 casos de covid-19. Não havia tantos óbitos desde março

Portugal registou, este sábado, mais 20 mortes e 3396 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 3396 novos …

"Integral confiança". Chega segura militantes acusados de agredir homossexual

O Chega anunciou, esta sexta-feira, que mantém "integral confiança" nos candidatos e estruturas local e distrital de Viseu, referindo que só se pronunciará sobre alegadas agressões de motivação homofóbica naquela cidade depois de apurados os …