Governo prepara dois novos escalões de IRS para a classe média

Nuno André Ferreira / Lusa

O primeiro-ministro afirmou esta quinta-feira que o objetivo do Governo no próximo Orçamento é dar “um primeiro passo” para conferir uma maior progressividade no IRS e diminuir o peso deste imposto sobre os vencimentos da classe média.

De acordo com o Jornal Económico, o Governo está a preparar dois novos escalões de IRS para garantir um alívio nos impostos para as famílias com rendimentos intermédios.  O Executivo liderado por António Costa estuda o desdobramento dos atuais 5.º e 6.º escalões de IRS em 2020, passando a existir nove escalões — ultrapassando os oito escalões pré-troika.

A medida está a ser pensada para ser aplicada em simultâneo com englobamento dos rendimentos prediais no IRS, que poderá levar ao agravamento da fatura fiscal de algumas famílias. Porém, as reservas em torno do arranque do englobamento das rendas já em 2020 poderão ditar o adiamento da revisão dos atuais sete escalões do IRS para o Orçamento do Estado de 2021

António Costa foi interrogado pelos jornalistas sobre a possibilidade de haver um aumento da carga fiscal no próximo ano e momentos antes de ter um jantar de trabalho com o primeiro-ministro sueco, Stefan Löfven, em Estocolmo, onde permanecerá até sexta-feira.

O primeiro-ministro considerou a hipótese de se assistir a um aumento da carga fiscal em 2020 “uma ideia bastante prematura”. “Não é isso que está previsto que aconteça. Pelo contrário, espero que já neste primeiro Orçamento se possa dar um primeiro passo para cumprir um dos principais objetivos orçamentais do Governo. Queremos iniciar uma maior progressividade do IRS, procurando diminuir o peso do IRS sobre os vencimentos da classe média”, respondeu o líder do executivo português.

Perante os jornalistas, António Costa reforçou essa ideia de um desagravamento do IRS para alguns escalões, acrescentando: “Espero que já neste primeiro Orçamento possamos começar a concretizar esse objetivo que temos para a legislatura”.

Atualmente, o 5.º escalão abrange os contribuintes com rendimentos entre os 25 mil e os 36.856 euros, tributados a uma taxa de 37%. Já o 6.º escalão, com uma taxa de 45%, diz respeito a rendimentos entre os 36.856 e os 80.640 euros.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Que tal impostar as multinacionais, banqueiros e outros vampiros e tubarões com uma taxa de 55%? Os políticos têm medo que elas mordam muito é?

RESPONDER

Goldman Sachs avisa: Surto de coronavírus põe em risco reeleição de Trump

Um relatório dos analistas do Goldman Sachs, divulgado na quarta-feira, revela que o surto de coronavírus pode custar a reeleição a Donald Trump. De acordo com a CNN, citada pelo Observador, o relatório mostra que o …

Neymar exige mais 6,5 milhões ao Barcelona. É o terceiro processo do jogador contra o clube

Neymar processou pela terceira vez o Barcelona devido às contingências fiscais que lhe foram incutidas a título pessoal por causa dos contratos relativos à sua contratação pelos blaugranas. Segundo divulgou o Mundo esta sexta-feira, citado pelo …

Autarca de Torres Vedras condenado a multa de 5.000 euros por plágio na tese de doutoramento

O presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Carlos Bernardes (PS), foi esta quinta-feira condenado a pagar uma multa de 5.000 euros, pelo crime de contrafação na tese de doutoramento. A multa será aplicada durante …

Francisco J. Marques acusado de sete crimes por divulgar e-mails do Benfica

Francisco J. Marques, Júlio Magalhães e Diogo Faria estão a ser acusados de vários crimes relativamente ao caso da divulgação dos e-mails do SL Benfica. O diretor de comunicação do FC Porto, Francisco J. Marques, foi …

Depressão Jorge traz fim-de-semana com chuva e vento

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê um fim-de-semana chuvoso e ventoso, a começar já a partir de sábado. Em causa está a passagem da depressão Jorge por Portugal. O tempo de primavera …

Dieselgate. Volkswagen vai pagar 800 milhões de euros a clientes

O fabricante de automóveis Volkswagen está disposto a pagar cerca de 800 milhões de euros a 460.000 clientes afetados pela manipulação de motores 'diesel', após um acordo extrajudicial com o gabinete de proteção do consumidor …

Novo partido Volt Portugal perto de receber luz verde do Tribunal Constitucional

O novo partido Volt Portugal (VP) está muito perto de receber luz verde do Tribunal Constitucional para a sua formalização. De acordo com a edição desta sexta-feira do jornal Público, o processo dura já há quatro …

Vitalino Canas e Clemente Lima chumbados para o Tribunal Constitucional

A Assembleia da República 'chumbou' hoje Vitalino Canas e António Clemente Lima para juízes do Tribunal Constitucional (TC) e voltou a rejeitar reconduzir o ex-ministro Correia de Campos para presidir ao Conselho Económico e Social …

Turquia declara guerra ao regime sírio e abre portas da Europa aos refugiados após baixas em Idlib

A Turquia vai deixar de impedir que refugiados cheguem à Europa, por terra ou por mar, decisão que antecipa a chegada de refugiados da província de Idlib, no norte da Síria, onde a ofensiva do …

Cerca de 80% dos processos de racismo acabam arquivados

Cerca de 80% dos processos instaurados pela Comissão pela Igualdade e Contra a Discriminação Racial (CICDR) entre 2006 e 2016 acabaram arquivados, concluiu um estudo do Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade de Coimbra, …