O antigo sarcófago de Chernobyl está à beira do colapso

Mond / Wikimedia

Monumento às vítimas do acidente de 1986 em Chernobyl, junto ao reactor 4 da cantral nuclear

A empresa ucraniana responsável pela central nuclear revelou que as avaliações dos especialistas mostram que o sarcófago tem uma probabilidade “muito alta” de entrar em colapso.

A 26 de abril de 1986, o reator número quatro da central de Chernobyl explodiu durante um teste de segurança. Durante dez dias, o combustível nuclear queimou, lançando para a atmosfera elementos radioativos que contaminaram até três quartos da Europa, mas especialmente a Rússia, a Ucrânia e a Bielorrússia, então pertencentes à URSS.

Menos de dois meses depois do desastre, cerca de 600 mil trabalhadores de limpeza entraram em ação para construir um “sarcófago” à volta do reator, com o objetivo de não deixar sair os materiais radioativos como corium, urânio e plutónio.

A estrutura foi projetada para ser resistente — contava com 400 mil metros cúbicos de betão e mais de sete milhões de quilos de aço — mas a construção foi feita à pressa. Enquanto os trabalhadores se esforçavam para conter os danos sem se magoarem (pelo menos 31 morreram por causa da radiação), não conseguiram isolar bem o edifício.

Agora, a empresa ucraniana responsável pela central nuclear — SSE Chernobyl NPP — revelou em comunicado que as avaliações dos especialistas mostram que o sarcófago tem uma probabilidade “muito alta” de entrar em colapso. Por isso, a 29 de julho, assinou um contrato de quase 70 milhões de euros com uma construtora para desmantelar esta estrutura até 2023, avança o Business Insider.

Os trabalhadores terão que reforçar o sarcófago enquanto as suas partes estão a ser desmontadas (com a ajuda de guindastes robóticos). Depois, as peças serão limpas e poderão ser descartadas ou recicladas.

Qualquer tipo de radiação que venha a ser libertada provavelmente não irá entrar na atmosfera. Nos últimos nove anos, os trabalhadores construíram uma estrutura de 32 mil toneladas à volta do sarcófago, cujas peças foram construídas em Itália e depois entregues com recurso a 18 navios e 2.500 camiões.

A estrutura, conhecida como Novo Confinamento Seguro, tem 257 metros de extensão, 108 metros de altura e trata-se da maior estrutura móvel terrestre alguma vez construída. Foi apresentada à imprensa no início de julho.

Espera-se que mantenha esta área confinada durante mais um século, dando tempo suficiente para “remediar” o local. Assim que o sarcófago for desmantelado, os trabalhadores terão nas mãos a gigante tarefa de limpar o lixo radioativo que ainda continua no reator número quatro.

Este processo envolve a aspiração de partículas radioativas e a limpeza da mistura de “lava” que se formou quando os funcionários soviéticos despejaram areia, chumbo e boro no reator em chamas.

Estima-se que estes trabalhos durem até 2065. Até lá, os cientistas acreditam que a radiação terá levado a mais de 40 mil casos de cancro.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Detido na Rússia líder religioso que diz ser a reencarnação de Jesus

O líder religioso, que diz ser a reencarnação de Jesus, foi detido, na Rússia, esta terça-feira, durante uma operação especial. De acordo com as imagens divulgadas pelo jornal The Guardian, vários agentes da polícia, armados e …

Covid-19: Universidade de Coimbra tem novo programa de rastreio aleatório para alunos e docentes

A Universidade de Coimbra (UC) preparou um Plano de Prevenção e Protocolo de Atuação para garantir o regresso às aulas em segurança para alunos, professores, docentes e comunidade. "Tendo em conta a situação pandémica que estamos …

Jogador substituído aos 14 segundos

Substituição insólita foi realizada na primeira divisão da Estónia. Jovem nem tocou na bola. Jogo da 21.ª jornada do campeonato nacional da Estónia, primeira divisão. O FCI Levadia recebe o JK Nõmme Kalju e vence por …

"Ato que nenhum fim pode justificar". Vaticano critica a aceitação mundial da eutanásia

Através de um novo documento, o Vaticano condenou a disseminação da aceitação internacional da eutanásia e do suicídio assistido, inclusive em alguns países tradicionalmente católicos da Europa. O Vaticano referiu no documento publicado hoje - e …

Facebook teme sair da Europa caso não possa transferir dados para os EUA

A Comissão de Proteção de Dados irlandesa propôs que os dados dos cidadãos europeus não possam sair do continente. O Facebook diz que não sabe como poderá continuar a prestar os seus serviços na Europa …

O guarda-redes do Chelsea é o melhor em quê? "Em cometer erros"

Kepa alvo de críticas fortes. Frank Lampard confirmou a chegada de mais um guarda-redes, proveniente de França. O Chelsea volta a ser notícia por causa do mercado e volta a ser notícia por causa de um …

Promotores assumem pela primeira vez que Trump pode ser investigado por fraude fiscal

O gabinete do procurador do distrito de Manhattan, que tem travado uma batalha legal com o Presidente dos Estados Unidos (EUA) para obter as suas declarações de impostos, sugeriu na segunda-feira, pela primeira vez, que podia …

Revelada causa da morte de 300 elefantes no Botsuana

O Governo do Botsuana anunciou, esta segunda-feira, que uma cianobactéria foi a causa da misteriosa morte de cerca de 300 elefantes no Botsuana em meados deste ano. A causa da morte dos paquidermes foi determinada após …

Cavani: brasileiros com milhões... mas pessimistas

O Grémio estabelece quatro parcerias para contratar o uruguaio. No entanto, a direção do clube não acredita que Cavani se vai mudar para Porto Alegre. "Na vida, se não conversas, nada sabes. Até pode surgir uma …

Ministério da Saúde indiano sem dados sobre médicos que morreram de covid-19. Associação fala em 382 óbitos

Depois de o Ministério da Saúde indiano ter afirmado esta semana que o não dispõe dos dados sobre os profissionais de saúde que morreram devido à covid-19, a Associação Médica do país publicou uma lista …