Animais selvagens estão a repovoar as florestas de Fukushima

Dez anos depois do acidente nuclear de Fukushima, no Japão, um novo estudo sugere que a vida selvagem está a prosperar nas suas florestas radioativas abandonadas.

Segundo a revista Newsweek, a nova investigação documentou mais de 20 espécies nas redondezas à volta da central nuclear, incluindo macacos, cães-guaxinim, lebres-japonesas e, principalmente, javalis.

“Os nossos resultados representam a primeira evidência de que numerosas espécies de animais selvagens são agora abundantes em toda a zona de evacuação de Fukushima, apesar da presença de contaminação radiológica”, diz em comunicado James Beasley, biólogo da Universidade da Geórgia, nos Estados Unidos.

No total, os cientistas capturaram mais de 267 mil fotografias durante 120 dias. As imagens mostram que várias espécies estão a florescer na zona de exclusão, surgindo com mais frequência em áreas totalmente desabitadas do que naquelas que o são.

O javali, por exemplo, apareceu em mais de 46 mil fotografias. Os investigadores descobriram que era três vezes mais abundante na zona excluída pelo Homem do que nas zonas que, aos poucos, começam a ser novamente habitadas.

Só houve uma exceção: o serow japonês, um antílope que parece preferir áreas rurais montanhosas habitadas. Geralmente distantes dos humanos, os investigadores sugerem que esse pode ser uma estratégia para evitar as comunidades de javalis.

Este ‘boom’ de vida selvagem é semelhante ao ocorrido em Chernobyl, local de outro grande desastre nuclear que agora é casa de espécies como lobos e outros mamíferos.

“Dado que a quantidade de radiação libertada da usina de Fukushima Daiichi foi substancialmente menor do que a libertadas em Chernobyl, não surpreende estarmos agora a ver evidências desses mesmos tipos de respostas em Fukushima”, explica Beasley.

“O inesperado é a taxa e a extensão das populações de javalis e outras espécies geralmente em conflito com as pessoas terem aumentado em número, apesar dos extensos esforços de controlo para reduzir as populações destas espécies em áreas evacuadas”.

Embora o estudo, publicado na revista Frontiers in Ecology and the Environment, não se foque na saúde destes animais, Beasley recorda que outras pesquisas já mostraram que a exposição prolongada à radiação “tem o potencial de causar mutações a nível molecular, impactar a reprodução e causar outros tipos de danos celulares”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Trump invoca lei de guerra para conseguir mais ventiladores

Donald Trump invocou uma lei de guerra para obrigar a General Motors a fabricar ventiladores. Os Estados Unidos são o país com o maior número de infetados em todo o mundo. Os Estados Unidos tornaram-se nesta …

Jackson Martínez recorda penálti falhado: "Adeptos do Benfica pensam que me vendi"

Os adeptos do Benfica não esquecem o penálti falhado por Jackson Martínez frente ao FC Porto, esta temporada. O golo teria colocado o Portimonense na frente do marcador. Em entrevista ao jornal Record, o avançado do …

"Solidariedade não é dar dinheiro." Holanda finca o pé e até critica Itália por "internar os mais velhos"

Há um novo braço-de-ferro na União Europeia (UE) entre os países do Norte e do Sul. Tudo por causa dos famigerados "coronabonds", instrumentos de dívida comum que países como Portugal, Espanha e Itália defendem para …

Vaga de doentes graves nas urgências poderá deixar SNS "inacessível"

Uma vaga de doentes graves às urgências, a juntar a cirurgias e consultas reagendadas, pode vir a deixar o SNS "inacessível" no futuro, alerta o presidente da Associação de Administradores Hospitalares. As idas à urgência nas …

CDS quer cheque de emergência para empresas encerradas

Uma das medidas, apresentadas por Francisco Rodrigues dos Santos, é a atribuição, às pequenas e médias empresas “encerradas ou com a actividade suspensa, um cheque de emergência no valor máximo de 15 mil euros”. O CDS …

Espanha regista 832 mortos nas últimas 24 horas. É o dia mais mortífero no país

A Espanha registou, nas últimas 24 horas, 832 mortos com o novo coronavírus, o maior número de vítimas mortais num só dia, elevando o balanço total para 5.690, de acordo com a última atualização das …

"O Brasil não pode parar". Bolsonaro compra campanha contra o isolamento social

Jair Bolsonaro gastou cerca de 800 mil euros numa campanha contra o isolamento social com o mote "O Brasil Não Pode Parar". O presidente brasileiro tem desvalorizado a pandemia de covid-19. Face à pandemia de covid-19, …

Crise leva Costa a reforçar intenções de voto. Ventura chega ao quarto lugar

Na mais recente sondagem às intenções de voto, os portugueses mostram estar de confiança reforçada em António Costa. O Chega ganha força e chega ao quarto lugar. Numa sondagem que apenas capta os primeiros dias do …

Descoberta criatura que pode ser o antepassado de quase todos os animais

Cientistas podem ter descoberto um dos primeiros ancestrais da árvore genealógica: uma criatura semelhante a um verme chamado Ikaria wariootia. Segundo a revista Newsweek, a minúscula criatura, parecida com um verme, é o exemplar mais antigo …

Bombardeamento israelita em Gaza em plena crise do novo coronavírus

O exército israelita bombardeou hoje postos do movimento radical Hamas em Gaza, em represália contra o disparo de um míssil, no primeiro confronto registado no enclave palestiniano em pleno surto do novo coronavírus, noticiou a …