Covid-19. Angela Merkel alerta sobre plano de vacinação para países mais pobres

Stephanie Lecocq / EPA

Emmanuel Macron, Angela Merkel em Cimeira da UE na Bélgica

A chanceler alemã, Angela Merkel, alertou os líderes dos países mais desenvolvidos que o progresso no desenvolvimento de um sistema de distribuição de vacinas para nações mais necessitadas tem sido lento e que essa questão devia ser discutida a com GAVI – a aliança global para a vacinação.

As declarações da chanceler surgiram durante uma reunião virtual do G20, no domingo. “Falaremos com a GAVI sobre quando começarão essas negociações, porque estou um pouco preocupada por nada ter sido feito a respeito ainda”, indicou a chanceler alemã, citada pela NPR.

As empresas farmacêuticas dos Estados Unidos (EUA) e do Reino Unido relataram um grande progresso no desenvolvimento de vacinas contra o novo coronavírus. Esse progresso significa que os norte-americanos poderão receber a vacina a 11 de dezembro, informou Moncef Slaoui, chefe do programa de vacinação para a covid-19.

No entanto, no início de novembro, investigadores da Universidade Duke, nos EUA, sugeriram que os países mais necessitados podem ter que esperar até quatro anos para ter acesso a uma vacina, enquanto os países mais ricos reivindicam grande parte das futuras doses, deixando milhões de pessoas sem imunidade.

Os países desenvolvidos já compraram – ou estão em processo de compra – mais de cinco mil milhões de doses de vacinas antes do término dos testes clínicos, através de acordos com empresas farmacêuticas. Menos de 800 milhões de doses foram alocadas para os países mais pobres, de acordo com a equipa da Universidade Duke.

Os líderes do G20 indicaram que os membros disponibilizaram, até à data, mais de 11 biliões de dólares (cerca de 9,3 biliões de euros) para “salvaguardar a economia e os meios de subsistência, garantir a continuidade dos negócios e proteger os segmentos mais vulneráveis ​​da população” durante a pandemia.

Vários países, incluindo o Canadá e o Reino Unido, aderiram a uma iniciativa internacional, designada COVAX, para ajudar na distribuição equitativa de vacinas, quando disponíveis. Os EUA não aderiram.

A COVAX anunciou recentemente um investimento de mais de 2 mil milhões de dólares (à volta de 1,7 mil milhões de euros) por parte para ajudar nesse esforço, havendo ainda um défice de 5 mil milhões de dólares (aproximadamente 4,2 mil milhões de euros) para 2021.

Em setembro, a Oxfam International criticou as ações dos países ricos e das empresas farmacêuticas, que firmaram acordos exclusivos na cadeia de abastecimento. “Os governos prolongarão esta crise em toda a sua tragédia humana e nos danos económicos se permitirem que as empresas farmacêuticas protejam os seus monopólios e os seus lucros”, disse Chema Vera, diretor executivo interino da organização.

“Nenhuma empresa será capaz de atender às necessidades mundiais de uma vacina para a covid-19. É por isso que pedimos que partilhem o seu conhecimento sem patentes e dêem um salto quântico na produção para manter todos seguros. Precisamos de uma vacina para o povo, não uma vacina lucrativa”, sublinhou.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Portugal já está a vacinar 100 mil pessoas por dia. 10% da população já tomou duas doses

Na quinta-feira, cerca de 100 mil pessoas receberam a vacina contra a covid-19, o que antecipa em uma semana esta meta definida pela task force do plano de vacinação. Cerca de 100 mil pessoas receberam a …

Açores vão ter testes gratuitos em farmácias e rastreios laborais aleatórios

Os Açores vão passar a disponibilizar testes rápidos gratuitos para o despiste da covid-19 nas farmácias, testes de saliva para a testagem massiva aos alunos e rastreios laborais aleatórios, anunciou esta quinta-feira o secretário regional …

Uma morte e 377 novos casos nas últimas 24 horas. Rt e incidência recuam

O boletim da DGS desta sexta-feira dá conta de mais 377 novos casos em Portugal. Registou-se ainda mais um óbito. Nesta sexta-feira, dia 7 de maio, o país tem 22.421 casos ativos, menos 114 do que …

MP investiga morte de bebé que terá sido esquecido no carro em Lisboa

O Ministério Público instaurou um inquérito para averiguar as circunstâncias da morte de uma criança de dois anos que terá ficado esquecida no interior de um carro, em Lisboa. A mãe ter-se-á esquecido do bebé …

Governo está a preparar contestação de providência cautelar sobre Zmar

O ministro da Administração Interna afirmou hoje que já está a ser preparada a contestação à providência cautelar que suspende a requisição civil das casas do complexo Zmar, adiantando que o Ministério não foi ainda …

Subsídio europeu de 150 euros mensais para tirar 5 milhões de crianças da pobreza severa

Arrancou nesta sexta-feira, no Porto, a Cimeira Social promovida pela presidência portuguesa do Conselho da União Europeia. Um momento que o ex-ministro Pedro Marques aproveita para lançar a ideia de um novo apoio social de …

Banca empresta 475 milhões para Fundo de Resolução pagar ao Novo Banco

O sindicato bancário, composto por sete bancos, vai proceder ao financiamento do Fundo de Resolução para este cumprir a injeção de capital no Novo Banco já na próxima semana. O Jornal Económico avança, esta sexta-feira, que …

China suspende "diálogo económico" com a Austrália e denuncia "mentalidade de Guerra Fria"

Esta quinta-feira, o Governo chinês anunciou a suspensão "por tempo indefinido" de todas as atividades realizadas no âmbito da iniciativa "Diálogo Económico Estratégico China-Austrália". As relações entra a China e o ocidente estão cada vez mais …

Bolsonaro diz ter tido sintomas de reinfeção. China acusa-o de "politizar" novo coronavírus

O Presidente do Brasil admitiu na quinta-feira que teve sintomas de reinfeção pelo novo coronavírus "há poucos dias" e afirmou que tomou ivermectina, fármaco sem comprovação científica contra a covid-19. As declarações de Jair Bolsonaro foram …

"É fácil despedir". PCP quer mudar regime de despedimento coletivo e extinção de postos de trabalho

O PCP vai entregar na Assembleia da República esta sexta-feira um projeto de lei que visa limitar os despedimentos coletivos e a extinção de postos de trabalho, eliminando o despedimento por inadaptação. O objetivo do partido …