Covid-19. Angela Merkel alerta sobre plano de vacinação para países mais pobres

Stephanie Lecocq / EPA

Emmanuel Macron, Angela Merkel em Cimeira da UE na Bélgica

A chanceler alemã, Angela Merkel, alertou os líderes dos países mais desenvolvidos que o progresso no desenvolvimento de um sistema de distribuição de vacinas para nações mais necessitadas tem sido lento e que essa questão devia ser discutida a com GAVI – a aliança global para a vacinação.

As declarações da chanceler surgiram durante uma reunião virtual do G20, no domingo. “Falaremos com a GAVI sobre quando começarão essas negociações, porque estou um pouco preocupada por nada ter sido feito a respeito ainda”, indicou a chanceler alemã, citada pela NPR.

As empresas farmacêuticas dos Estados Unidos (EUA) e do Reino Unido relataram um grande progresso no desenvolvimento de vacinas contra o novo coronavírus. Esse progresso significa que os norte-americanos poderão receber a vacina a 11 de dezembro, informou Moncef Slaoui, chefe do programa de vacinação para a covid-19.

No entanto, no início de novembro, investigadores da Universidade Duke, nos EUA, sugeriram que os países mais necessitados podem ter que esperar até quatro anos para ter acesso a uma vacina, enquanto os países mais ricos reivindicam grande parte das futuras doses, deixando milhões de pessoas sem imunidade.

Os países desenvolvidos já compraram – ou estão em processo de compra – mais de cinco mil milhões de doses de vacinas antes do término dos testes clínicos, através de acordos com empresas farmacêuticas. Menos de 800 milhões de doses foram alocadas para os países mais pobres, de acordo com a equipa da Universidade Duke.

Os líderes do G20 indicaram que os membros disponibilizaram, até à data, mais de 11 biliões de dólares (cerca de 9,3 biliões de euros) para “salvaguardar a economia e os meios de subsistência, garantir a continuidade dos negócios e proteger os segmentos mais vulneráveis ​​da população” durante a pandemia.

Vários países, incluindo o Canadá e o Reino Unido, aderiram a uma iniciativa internacional, designada COVAX, para ajudar na distribuição equitativa de vacinas, quando disponíveis. Os EUA não aderiram.

A COVAX anunciou recentemente um investimento de mais de 2 mil milhões de dólares (à volta de 1,7 mil milhões de euros) por parte para ajudar nesse esforço, havendo ainda um défice de 5 mil milhões de dólares (aproximadamente 4,2 mil milhões de euros) para 2021.

Em setembro, a Oxfam International criticou as ações dos países ricos e das empresas farmacêuticas, que firmaram acordos exclusivos na cadeia de abastecimento. “Os governos prolongarão esta crise em toda a sua tragédia humana e nos danos económicos se permitirem que as empresas farmacêuticas protejam os seus monopólios e os seus lucros”, disse Chema Vera, diretor executivo interino da organização.

“Nenhuma empresa será capaz de atender às necessidades mundiais de uma vacina para a covid-19. É por isso que pedimos que partilhem o seu conhecimento sem patentes e dêem um salto quântico na produção para manter todos seguros. Precisamos de uma vacina para o povo, não uma vacina lucrativa”, sublinhou.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Encontradas fibras de poliéster em todo o Oceano Ártico

Investigadores encontraram fibras de poliéster em todo o Oceano Ártico. As evidências sugerem que lavar as nossas roupas está a contribuir para esta contaminação. Há muito tempo que o Ártico provou ser um barómetro da saúde …

Campus universitários nos Estados Unidos podem tornar-se super-propagadores da covid-19

Os campus universitários podem tornar-se super-propagadores do novo coronavírus, que causa a covid-19, para toda a sua área de abrangência, concluiu uma nova investigação levada a cabo nos Estados Unidos. Analisando os 30 campus universitários …

A "máscara mais inteligente do mundo" é recarregável, tem microfone e dá luz

A Razer afirma ter criado a máscara mais inteligente do mundo. O Projeto Hazel é um design com um revestimento externo feito de plástico reciclado à prova de água e é transparente para permitir a …

Novo tratamento permite que pessoas com lesões na espinal medula voltem a mexer mãos e braços

Uma equipa de investigadores da Universidade de Washington conseguiu ajudar seis participantes com lesões traumáticas da espinal medual a recuperar alguma mobilidade de mãos e braços. Muitas das pessoas que sofrem lesões traumáticas da espinal medula …

Ventiladores comprados à China custaram 1,3 milhões. Autarquias algarvias vão pedir devolução do dinheiro

Os 30 ventiladores comprados à China seriam usados nos hospitais do Algarve, mas os equipamentos não funcionam. Os autarcas vão agora exigir devolução do dinheiro. De acordo com a edição do jornal Público deste domingo, o …

EUA um passo atrás da China. Pequim leva avanço na Guerra Comercial (e as suas exportações estão em alta)

No ano em que a pandemia se expandiu em todo o mundo, muitos países viram-se em mãos com graves problemas financeiros e económicos. No caso da China, a situação foi mais positiva e o país …

Alexei Navalny detido no regresso à Rússia

O líder da oposição russa, Alexei Navalny, foi detido este domingo no aeroporto em Moscovo quando regressava à Rússia. Os serviços prisionais russos (FSIN) detiveram o opositor russo Alexei Navalny, este domingo, à chegada a Moscovo, acusando-o …

Prazo para trocas ou devoluções suspenso durante confinamento

O prazo para efetuar trocas ou devoluções de bens ficará suspenso durante o atual confinamento e as garantias que terminem neste período ou nos 10 dias seguintes serão prorrogadas por 30 dias, segundo diploma publicado …

Desde 2001 que polícias negros alertam para racismo de agentes do Capitólio

Com a invasão do Capitólio, investiga-se o alegado racismo existente na Polícia do Capitólio. Desde 2001 que agentes negros denunciam casos de discriminação racial no departamento. Desde 2001, centenas de agentes policiais negros processaram o departamento …

Um megatsunami devastou uma vila na Gronelândia. Três anos depois, há quem não possa voltar a casa

Em junho de 2017, Nuugaatsiaq, na Gronelândia, foi devastada por um megatsunami, cujas ondas foram desencadeadas por um enorme deslizamento de quase 30 quilómetros através do fiorde. Embora as ondas se tivessem dissipado quando chegaram a …