Anel termoelétrico gera energia a partir do calor do corpo humano

Uma equipa de engenheiros desenvolveu um novo dispositivo que é elástico o suficiente para ser usado como um anel ou pulseira. Este aproveita o calor natural do corpo para gerar eletricidade que pode alimentar uma série de pequenos sensores e outras ferramentas.

Os sistemas termoelétricos são baseados em tecnologia que aproveita as diferenças de temperatura para gerar eletricidade a outros dispositivos. Esta abordagem pode ser aplicada a eletrodomésticos, smartphones e até mesmo a tintas termoelétricas.

Um novo exemplo explora o potencial diário dessa tecnologia, demonstrado como é que um anel pode recolher energia do corpo humano.

O anel termoelétrico é uma extensão de pesquisas anteriores do grupo de engenheiros mecânicos da UC, que em 2018 apresentou um tipo de pele eletrónica que pode dobrar, torcer e adaptar-se à pele real de seu utilizador. Incorporado com sensores, a pele foi pensada para funcionar como um computador discreto. O anel termoelétrico não precisa de ser conectado a uma fonte de energia externa.

Este “transforma o corpo numa bateria”, explorando a diferença entre o calor natural do corpo de um utilizador e a temperatura ambiente, usando geradores termoelétricos para convertê-los em eletricidade, avança o New Atlas.

Esses geradores consistem em minúsculos chips termoelétricos colocados numa base de poliimina, que são então conectados com fios de metal líquido. O dispositivo pode gerar um volt para cada centímetro quadrado de pele que cobre, o que os investigadores dizem ser suficiente para alimentar aparelhos eletrónicos como relógios.

A equipa refere que os conjuntos desses geradores podem simplesmente ser unidos para aumentar a produção de energia num processo semelhante a juntar peças de Lego.

Os cientistas calculam que uma versão dimensionada para o tamanho de uma pulseira pode gerar cerca de 5 volts. Além disso, o dispositivo é totalmente reciclável, pois todos os seus componentes podem ser dissolvidos ou separados para reutilização por submersão numa solução especial.

“Estamos a tentar tornar os nossos dispositivos o mais baratos e confiáveis possível, ao mesmo tempo que causam o menor impacto possível no meio ambiente”, realça Jianliang Xiao, principal autor do estudo que foi publicado na revista Science Advances a 10 de fevereiro.

Ana Isabel Moura, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Novas "caixas" transformam eletricidade e areia em painéis solares

A Terrabox é uma espécie "fábrica de células solares" que só necessita de areia e eletricidade. Se for um sucesso, a tecnologia vai à Lua e a Marte. A Maana Electric, uma empresa sediada no Luxemburgo, …

Tribunal europeu autoriza hospital britânico a retirar o suporte de vida a bebé. Pais recusam

O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos rejeitou um recurso da família de Alta Fixsler, uma bebé de dois anos, que não come ou respira sozinha, autorizando o Manchester University NHS Foundation Trust a retirar-lhe o …

Equipa com astrónomos portugueses descobre planetas que podem ter água

Uma equipa internacional de astrónomos, incluindo portugueses, descobriu um sistema de planetas fora do Sistema Solar que podem ter água à superfície, no interior ou na atmosfera, divulgou esta quinta-feira o Observatório Europeu do Sul …

México processa fabricantes de armas dos EUA para tentar deter comércio ilegal

O Governo do México lançou uma ação civil num tribunal do Massachusetts, nos Estados Unidos (EUA), contra um conjunto de fabricantes por "comércio negligente", visando deter o "tráfico ilegal" de armas através da fronteira, destinadas …

Afinal, Messi não vai renovar com o Barcelona

O internacional argentino não vai renovar contrato com o FC Barcelona, confirmou, esta quinta-feira, o clube catalão. Em comunicado publicado no seu site oficial, o FC Barcelona explica que, "apesar de ter chegado a acordo" com …

A Guerra Fria eclodiu nas piscinas de Tóquio. E promete continuar pelos Olímpicos fora

Após a final dos 200 metros costas, o nadador norte-americano Ryan Murphy sugeriu que acabara de participar numa prova que "provavelmente não foi limpa". O comentário foi interpretado como uma acusação a Evgeny Rylov, medalhado …

Moderna admite a necessidade de terceira dose da vacina este ano

A empresa biotecnológica norte-americana Moderna admitiu esta quinta-feira que será necessária uma terceira dose da sua vacina contra a covid-19 antes do fim do ano, devido ao esperado aumento de contágios causado pela variante Delta …

Marcelo insiste na vacinação dos jovens dos 12 aos 15. "Temos de ter paciência"

O Presidente da República considerou, esta quinta-feira, que as dúvidas relativas à vacinação dos jovens entre os 12 e os 15 anos não são "tanto dúvidas de princípio, quanto de momento", afirmando que "tudo tem …

44% dos futebolistas foram alvo de ofensas no Twitter

Estudo envolveu os 400 futebolistas da Premier League que têm conta oficial naquela rede social. Quase metade dos futebolistas da Premier League que têm conta oficial no Twitter recebeu mensagens com conteúdo ofensivo ao longo da …

Juiz condenado por violência doméstica e por negar relações sexuais perde ação no TC

O juiz condenado por violência doméstica e por negar relações sexuais à ex-companheira perdeu o recurso que tinha apresentado no Tribunal Constitucional (TC). De acordo com o jornal Público, em 2017, o Tribunal da Relação de …