Anel termoelétrico gera energia a partir do calor do corpo humano

Uma equipa de engenheiros desenvolveu um novo dispositivo que é elástico o suficiente para ser usado como um anel ou pulseira. Este aproveita o calor natural do corpo para gerar eletricidade que pode alimentar uma série de pequenos sensores e outras ferramentas.

Os sistemas termoelétricos são baseados em tecnologia que aproveita as diferenças de temperatura para gerar eletricidade a outros dispositivos. Esta abordagem pode ser aplicada a eletrodomésticos, smartphones e até mesmo a tintas termoelétricas.

Um novo exemplo explora o potencial diário dessa tecnologia, demonstrado como é que um anel pode recolher energia do corpo humano.

O anel termoelétrico é uma extensão de pesquisas anteriores do grupo de engenheiros mecânicos da UC, que em 2018 apresentou um tipo de pele eletrónica que pode dobrar, torcer e adaptar-se à pele real de seu utilizador. Incorporado com sensores, a pele foi pensada para funcionar como um computador discreto. O anel termoelétrico não precisa de ser conectado a uma fonte de energia externa.

Este “transforma o corpo numa bateria”, explorando a diferença entre o calor natural do corpo de um utilizador e a temperatura ambiente, usando geradores termoelétricos para convertê-los em eletricidade, avança o New Atlas.

Esses geradores consistem em minúsculos chips termoelétricos colocados numa base de poliimina, que são então conectados com fios de metal líquido. O dispositivo pode gerar um volt para cada centímetro quadrado de pele que cobre, o que os investigadores dizem ser suficiente para alimentar aparelhos eletrónicos como relógios.

A equipa refere que os conjuntos desses geradores podem simplesmente ser unidos para aumentar a produção de energia num processo semelhante a juntar peças de Lego.

Os cientistas calculam que uma versão dimensionada para o tamanho de uma pulseira pode gerar cerca de 5 volts. Além disso, o dispositivo é totalmente reciclável, pois todos os seus componentes podem ser dissolvidos ou separados para reutilização por submersão numa solução especial.

“Estamos a tentar tornar os nossos dispositivos o mais baratos e confiáveis possível, ao mesmo tempo que causam o menor impacto possível no meio ambiente”, realça Jianliang Xiao, principal autor do estudo que foi publicado na revista Science Advances a 10 de fevereiro.

Ana Isabel Moura Ana Isabel Moura, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

FC Porto 0-0 Sporting | Nulo com sabor a vitória para o "leão"

O “clássico” do Dragão, entre FC Porto e Sporting, terminou sem golos, sem grande futebol, e com um “leão” cada vez mais perto do título, apesar de ainda faltar muito campeonato.  A igualdade permite à formação …

Adolesceste entusiasta por pirotecnia construiu o seu próprio simulador profissional de fogos de artifício

O FWsim foi lançado pela primeira vez em 2010 como um software de planeamento de fogos de artifício, voltado para profissionais de pirotecnia e entusiastas de fogos de artifício. Em 2006, conta o Vice, Lukas Trötzmüller …

Pela primeira vez em 45 anos, uma casa vitoriana "flutuou" pelas ruas de San Francisco

A manhã de 21 de fevereiro em San Francisco, nos Estados Unidos, foi um pouco diferente do normal: uma casa vitoriana passou a "flutuar" pelas ruas da cidade. De acordo com o BuzzFeed News, uma equipa …

Nação Cherokee pede à Jeep que deixe de usar o nome da tribo nos seus carros

"É hora de a Jeep reconsiderar chamar os seus SUVs Cherokee e Grand Cherokee". Pela primeira vez, a tribo norte-americana Nação Cherokee pediu diretamente à Jeep para parar de usar o seu nome nos seus …

PCP quer apoios a 100% para pais "imediatamente e com efeitos retroativos"

O secretário-geral do PCP pediu ao Governo, este sábado, apoios a 100% para os trabalhadores que estão em casa com os filhos, pagos "imediatamente e com efeitos retroativos", e defendeu um plano de desconfinamento "setor …

Naufrágio grego que levava partes do Partenon está a revelar os seus segredos

A última expedição de mergulhadores ao navio grego Mentor, que naufragou perto da ilha Citera em 1802, recuperou várias peças do cordame, moedas, a sola de couro de um sapato, uma fivela de metal, uma …

Chega vai reagir "muito veementemente" na rua à tentativa de ilegalização

O líder do Chega disse, este sábado, que o partido vai responder "muito veementemente" e com "presença na rua", já em março, à tentativa de ilegalização da estrutura promovida por Ana Gomes. "Quero deixar claro aqui, …

Procura-se candidato para dormir. Site oferece 1650 euros e uma noite num resort

Este pode ser, literalmente, um emprego de sonho: fazer dinheiro enquanto se dorme, incluindo uma noite num resort de 5 estrelas. O site Sleep Standards, que se dedica a dar informação sobre pesquisas e produtos relacionados …

Catarina Martins faz apelo a Costa. "Moratórias têm de ser estendidas já"

A coordenadora do Bloco de Esquerda fez um apelo direto ao primeiro-ministro, este sábado, para que não espere que "seja tarde demais" e decida já estender as moratórias, evitando assim uma vaga de despejos e …

Toronto apresenta providência cautelar contra projeto que constrói "casas" para os sem-abrigo

Um carpinteiro canadiano decidiu construir abrigos para as pessoas que vivem nas ruas de Toronto. A autarquia considerou que são perigosos e apresentou uma providência cautelar. De acordo com a empresa de media Vice, Khaleel Seivwright, carpinteiro …