“Ficaram a usufruir de uma renda”. André Silva arrasa deputados dissidentes do PAN

André Kosters / Lusa

O ex-líder do PAN, André Silva.

O ex-líder do PAN, André Silva.

Cristina Rodrigues e Francisco Guerreiro, deputados eleitos pelo PAN, “sempre estiveram concertados” e deixaram o partido por “ambições pessoais”, ficando a “usufruir de uma renda” à custa desses lugares políticos. A acusação é de André Silva, ex-líder do PAN.

A deputada Cristina Rodrigues deixou o PAN e passou a ocupar o lugar na Assembleia da República como independente. Da mesma forma, Francisco Guerreiro deixou o partido e manteve o lugar de eurodeputado independente no Parlamento Europeu.

As saídas dos dois elementos do PAN nunca foram devidamente explicadas, mas, agora, André Silva assegura que “Cristina Rodrigues e Francisco Guerreiro sempre estiveram concertados”, conforme declarações em entrevista ao Jornal Económico.

Invocaram razões várias para a saída, mas a verdade é que nenhuma dessas razões foi alguma vez debatida internamente ou levantada por eles”, relata André Silva ao diário.

“A verdade é que tinham projectos pessoais, não souberam gerir aquelas que são as suas ambições pessoais e decidiram abandonar o partido, desfiliando-se, mas não deixando os mandatos que são do partido, que foram conquistados pelo partido e não por eles, e ficaram a usufruir de uma renda“, aponta ainda o ex-líder do PAN.

“Esta postura e este comportamento diz tudo sobre eles, diz muito mais sobre eles do que da direcção ou do partido”, refere ainda André Silva.

O ex-líder do PAN deixou a liderança no congresso realizado no último fim-de-semana, onde Inês Sousa Real, actual líder parlamentar do partido, foi eleita a nova porta-voz.

Em Junho do ano passado, Cristina Rodrigues vincou que duvidava que a saída de André Silva do PAN estivesse relacionada com questões pessoais, mencionando a existência de divergências na origem da decisão.

“O que se via é que as pessoas que contrariavam determinadas pessoas ou tinham a coragem de contrariar a direcção eram de alguma forma colocadas de lado, não eram vistas com bons olhos”, apontava então a deputada.

Já Francisco Guerreiro disse que a sua saída se devia a “divergências políticas”, manifestando desagrado pela “crescente e vincada colagem do PAN à esquerda“.

Susana Valente, ZAP //

PARTILHAR

13 COMENTÁRIOS

  1. O André Silva mostra a sua ignorancia politica, sendo ele um politico diz muito sobre tudo o resto. Os mandatos não são dos partidos, os mandatos são dos deputados, por isso mesmo se saem dos partidos ficam nos lugares se quiserem e não cedem ao partido para que outros , mamem na “renda” que o Andre Silva se lamenta, até parece que o partido ou ele iria receber parte disso (?) , porque raio tem ele que se preocupar com o salario que um deputado legitimamente eleito recebe ou deixa de receber ? Podia ao menos disfarçar. Podia falar noutras coisas mas o que o preocupa é o salario que os deputados recebem . Vergonhoso .

      • Em Portugal elegem-se deputados. Não se elegem partidos e depois o partido escolhe quem quer para lá meter, isso não funciona assim .O deputado é eleito, por um partido, por uma coligação ou independente ( integrado numa lista ) mas o mandato é da pessoa e não do partido.

        • Parcialmente verdade. No boletim de voto constam apenas partidos. Não podemos escolher especificamente os deputados nem discutir a sua ordenação nas listas. Escolhemos o pacote completo e não somos tidos em conta em caso de desmembramento do mesmo. É um processo em que nos dão a escolher partidos e nos tentam convencer que escolhemos deputados.

  2. Os estúpidos dos Portugueses (eu incluído) pagamos. A politica se não for exercida / executada por gente séria é um trampolim para a corrupção.

RESPONDER

Juiz negacionista chama "pedófilo" a Ferro Rodrigues. CSM admite novo processo disciplinar

O Presidente da Assembleia da República já reagiu ao vídeo do juiz negacionista em que este lhe chama "pedófilo", tendo alertado o Conselho Superior da Magistratura (CSM), que também já disse que os "novos factos …

Barragem do Pisão fica pronta em 2026 (e "demonstra bem o que pretende ser o PRR")

As obras de construção da barragem do Pisão, no concelho de Crato, distrito de Portalegre, cujo contrato de financiamento foi assinado esta sexta-feira, vão arrancar até 2023 para o empreendimento entrar em "pleno funcionamento" em …

Gonçalves Pereira diz que não é recandidato por "opção exclusiva da direção"

O vereador do CDS-PP na Câmara de Lisboa afirmou, esta sexta-feira, que não é recandidato nas próximas autárquicas por opção exclusiva da atual direção do partido, que foi contra os órgãos distritais e concelhios. "Este ano, …

Fraude de quatro milhões com IVA na alimentação. MP acusa 29 arguidos

Uma rede de empresas responsável por simular transações de produtos alimentares isentas de IVA foi desmantelada pelas autoridades e 29 arguidos foram acusados pelo Ministério Público (MP), devido a um esquema que permitiu obter reembolsos …

Nove anos de prisão para primeiro condenado ao abrigo da lei da segurança nacional em Hong Kong

O primeiro residente de Hong Kong condenado no âmbito da nova lei de segurança nacional foi sentenciado a nove anos de prisão, esta sexta-feira, por terrorismo e incitação à secessão. Os três juízes, escolhidos pela chefe …

Novo Banco e Apollo entregam propostas pelo EuroBic

O Novo Banco e o fundo Apollo apresentaram propostas para as posições de Isabel dos Santos e de Fernando Teles no EuroBic, enquanto o fundo J.C. Flowers e o Abanca estão a negociar com os …

Israel vai administrar terceira dose da vacina em maiores de 60 anos

Israel vai avançar com a inoculação de uma terceira dose da vacina contra a covid-19 em pessoas com mais de 60 anos, anunciou, esta quinta-feira, o primeiro-ministro israelita, numa declaração transmitida na televisão. Confrontado nas últimas …

Autoridades chinesas e Talibãs estreitam laços enquanto EUA deixam o Afeganistão

O ministro dos Negócios Estrangeiros chinês, Wang Yi, se reuniu na quarta-feira com líderes dos Talibãs na cidade de Tianjin, no norte da China, um sinal do estreitamento dos laços entre Pequim e o grupo …

Feirantes senegaleses queixam-se de "acesso bloqueado" à feira de Barcelos

Feirantes do Senegal queixaram-se esta quinta-feira de serem proibidos de operar na feira semanal de Barcelos e falaram em discriminação racial, mas a câmara contrapôs que é uma questão de cumprimento do regulamento que impede …

Tribunal de Justiça da UE retira imunidade parlamentar a Puigdemont

O Tribunal de Justiça da União Europeia retirou, esta sexta-feira, a imunidade parlamentar ao ex-presidente do Governo regional da Catalunha, Carles Puigdemont, e aos também eurodeputados catalães Toni Comín e Clara Ponsatí. Na sentença proferida esta …