Ana Gomes espera que Marcelo pare de alimentar “tabu” sobre uma recandidatura

José Sena Goulão / Lusa

A ex-eurodeputada socialista, Ana Gomes, durante o anúncio da sua candidatura à Presidência da República

A candidata presidencial Ana Gomes disse nesta quarta-feira esperar que o atual Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, não continue a alimentar o “tabu” sobre uma recandidatura, “até para não se valer do cargo” havendo já data marcada para as eleições.

“Eu só espero que a partir de agora o senhor Presidente da República não continue a alimentar o ‘tabu’ sobre a sua recandidatura, até para se não valer do cargo de Presidente da República, que naturalmente continua a desempenhar, e se exponha ao questionamento dos media e dos cidadãos tal como os outros candidatos”, disse Ana Gomes à agência Lusa.

A candidata presidencial esteve esta manhã numa ação de campanha no Café Saudade, em Sintra, onde falou com cerca de uma dezena de apoiantes, e tomou o pequeno-almoço antes de se dirigir à Câmara Municipal do concelho, onde foi recebida pelo presidente Basílio Horta.

Questionada sobre o estado da recolha de assinaturas necessárias à formalização da candidatura a Presidente da República, referiu que o processo está “bastante avançado”, apontando algumas dificuldades de uma candidatura independente, sem apoio partidário.

“O sistema é obsoleto, exige ainda que as assinaturas venham em suporte de papel e exige também que haja uma segunda fase, que é de pedir às juntas de freguesia a confirmação de que os cidadãos que assinaram são efetivamente eleitores, é nessa fase que estamos”, adiantou a candidata.

Partilhando um episódio caricato em que uma eleitora em Mértola lhe entregou diretamente um formulário de apoio no meio da rua, Ana Gomes declarou que esta será “sem dúvida uma campanha atípica” fruto das circunstâncias da pandemia.

A ex-eurodeputada socialista confessou que mesmo num cenário de normalidade a sua campanha já não teria comícios ou arruadas e que não terá um único cartaz na rua, considerando-os “um sorvedouro de boa parte do financiamento dos partidos políticos”, apostando nos debates ‘online’.

António Cotrim / Lusa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (E), conversa com primeiro-ministro, António Costa (D)

“É diferente, naturalmente, mas também permite até atingir mais cidadãos e cidadãs do que normalmente até numa sala de uma qualquer coletividade ou instituição de cultura mesmo que pudesse estar cheia”, apontou, acrescentando que é também uma forma de atrair jovens para a participação democrática.

Ana Gomes desafiou ainda os restantes candidatos às eleições presidenciais, mesmo os que contam com apoio partidário, a adotarem um sistema ‘online’ de contribuições financeiras de cidadãos semelhante ao da sua campanha, para “dar confiança aos cidadãos nas candidaturas e na política”.

Na plataforma que criou para angariar fundos, a candidatura afirma aceitar donativos de cidadãos até cem euros.

“Não aceitamos sequer o que está previsto na lei, que é que as candidaturas possam ter financiamentos individuais até 26 mil euros, penso que isto é obsceno por isso determinámos um esquema completamente transparente que não foi fácil de montar mas que está ‘online’, em que aceitamos donativos apenas até ao máximo de 100 euros por pessoa”, apontou.

Na sua visita a Sintra, concelho onde foi candidata à Câmara Municipal e posteriormente vereadora pelo PS em 2009, Ana Gomes indicou que “os problemas de Sintra são um microcosmos dos problemas do país, e em particular do país com a diversidade das zonas urbanas e das zonas rurais”.

A dois meses das eleições presidenciais, marcadas para 24 de janeiro, são oito os pré-candidatos ao cargo de Presidente da República atualmente ocupado por Marcelo Rebelo de Sousa, que ainda não anunciou se irá recandidatar-se.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Presidente Marcelo tem mais com que se preocupar para dar resposta a uma parasita da função publica que Ha algum tempo só diz baboseiras Dona Ana Gomes deixe de andar a pala do estado e faça algo de útil

RESPONDER

StayAway Covid só enviou 2.708 alertas de contágio. 60% já desinstalaram a app

Apenas 39% das quase três milhões de pessoas que instalaram a StayAway Covid é que a continuam a usar. A app só enviou 2.708 alertas de contágio. A StayAway Covid, a aplicação móvel criada para rastrear …

DGS define quais os cancros que não podem ficar por operar. Hospital de campanha fechado por falta de profissionais

Até ao final do mês os hospitais vão ter como foco a prestação de cuidados intensivos, podendo deixar de assegurar a atividade programada. A oncologia é uma área vital e os polos do Instituto Português …

"Vão fechar o Tozé". Mayan corta o cabelo (e alerta para dificuldades dos pequenos empresários)

O candidato presidencial Tiago Mayan Gonçalves foi esta quinta-feira cortar o cabelo a um barbeiro, no Porto, para alertar para as dificuldades decorrentes do encerramento desta atividade a partir de sexta-feira no âmbito do …

ERC cancela debates de Vitorino Silva com todos os candidatos no Porto Canal

A Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) cancelou os debates de Vitorino Silva com todos os candidatos presidenciais no Porto Canal, na sequência da queixa apresentada pelo PCP à Comissão Nacional de Eleições (CNE). Esta …

Bancos contestam lei da banca (mas Deco aplaude). Centeno admite ajustar medidas

O Banco de Portugal (BdP) quer alterar o Código da Atividade Bancária (CAB). Se por um lado, os bancos contestam algumas das normas, por outro, outras entidades, como a Deco, aplaudem as medidas. A consulta pública …

Mulher com covid-19 em coma e ventilada conseguiu o "milagre" de dar à luz

Em outubro de 2020, Elisângela Neves, de 31 anos, foi infetada com covid-19 quase morreu. A mulher estava grávida de 27 semanas, mas precisou de ser ventilada e ligada a uma máquina que respirou por …

Mais de 95% dos vacinados do São João apresentaram anticorpos em 15 dias

Entre 95 a 97% dos profissionais de saúde vacinados contra a covid-19 no Hospital de São João, no Porto, apresentaram, 15 dias após a primeira toma, anticorpos que conduzem à imunidade, revelou esta quinta-feira o …

É mais "um conjunto de meias medidas". Governo criticado por manter escolas e universidades abertas

As novas medidas tomadas pelo Conselho de Ministros para controlar a pandemia de covid-19 entraram esta sexta-feira em vigor. No entanto, as exceções decididas pelo Governo relativamente ao novo confinamento têm sido alvo de duras …

Berlusconi hospitalizado no Mónaco com problemas cardíacos

Silvio Berlusconi, antigo primeiro ministro italiano, está hospitalizado no Mónaco, depois de ter sofrido uma arritmia cardíaca. O ex-primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, está hospitalizado desde segunda-feira no Mónaco, após sofrer um problema cardíaco, explicou esta quinta-feira …

Depois do Reino Unido, Angola suspende voos para Portugal. Santos Silva quer saber o motivo

O Reino Unido decidiu, esta quinta-feira, suspender as ligações aéreas de Portugal para Inglaterra para tentar impedir a entrada da estirpe brasileira do SARS-CoV-2. Angola tomou a mesma decisão e o Ministério dos Negócios Estrangeiros …