Ana Gomes doa 31 mil euros que sobraram das Presidenciais para apoiar jornalismo independente

rtppt / Flickr

Ana Gomes, candidata à Presidência da República

A ex-candidata à Presidência da República informou, esta sexta-feira, que decidiu entregar os donativos que sobraram da campanha à Associação “Continuar para Começar”, para promover o jornalismo de investigação independente.

Numa carta dirigida aos presidentes da Entidade das Contas e Financiamentos Políticos (ECFP), José Eduardo Figueiredo Dias, e da Comissão Nacional de Eleições (CNE), José Vitor Soreto de Barros, à qual a agência Lusa teve acesso, Ana Gomes explica que chegou ao fim da campanha com um excedente.

“O saldo financeiro dos donativos recebidos – para os quais estabeleci o limite de 100 euros por pessoa – foi de cerca de 31 mil euros. Verba essa, proveniente de contributos de apoiantes, que acabou por não ser preciso gastar”, pode ler-se.

Cumprindo o objetivo proposto de “máxima economia e contenção de meios”, a também antiga eurodeputada afirma que o “donativo visa apoiar a publicação do jornal online Setenta e Quatro que acaba de ser lançado pela Associação”.

“Acredito que temos de defender a democracia, sobretudo quando a vemos ameaçada. E sei que o jornalismo de investigação é ferramenta indispensável no combate pelos valores fundamentais da democracia e dos direitos humanos. Estou crente de que esta minha escolha corresponde aos objetivos de todas e todos os que contribuíram livremente para financiar a minha campanha”, adianta Ana Gomes.

Com as contas da campanha de candidatura às presidenciais de 2021 fechadas e entregues às entidades competentes, a ex-candidata acrescenta que tem muitas esperanças na “equipa de gente jovem e motivada que integra o novo colectivo que pública o Setenta e Quatro”. “Que se norteie pelos valores da verdade, do rigor e da transparência, que sustentam a democracia. Que investigue, aprofunde e desvende, sem temor, o que deve ser revelado”, sustenta.

A diplomata foi a mulher mais votada de sempre numas eleições Presidenciais em Portugal, com 12,93% dos votos, e a primeira a conseguir um segundo lugar, ao ser a escolha no boletim de voto de 536.236 portugueses, no passado dia 24 de janeiro.

A primeira mulher a candidatar-se a eleições Presidenciais em Portugal foi Maria de Lourdes Pintassilgo, que, em 1986, ficou em quarto lugar com 7,38% dos votos na primeira volta das eleições, o correspondente a 418.961 votos. Nessa eleição, Mário Soares ficou em segundo na primeira volta, mas ganhou na segunda a Diogo Freitas do Amaral.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

O Hawaii quer remover a sua "escadaria para o paraíso" - e a culpa é dos turistas

Em causa estão preocupações com a segurança e vandalismo, que têm aumentado com a explosão de popularidade da escadaria Ha‘ikū nas redes sociais. É caso para dizer que a Stairway to Heaven vai para o inferno …

Inventou o ZX Spectrum e mudou o mundo. Morreu Clive Sinclair

O empresário britânico e inventor do computador doméstico ZX Spectrum, Clive Sinclair, morreu hoje aos 81 anos na sua casa, em Londres (Reino Unido), devido a doença prolongada, informou a filha ao jornal “The Guardian”. Morreu …

Esta torre construída na Suécia não é gigante em altura, mas em sustentabilidade

Para além de ser feito de um material sustentável — fornecido por florestas locais com gestão consciente e transformado por uma serração nas proximidades, o Centro Cultural dispõe de múltiplas tecnologias que fazem dele mais …

Empresa canadiana debaixo de fogo por publicar anúncios de emprego destinados a não vacinados

Uma empresa de canoagem, sediada no Canadá, está debaixo de fogo depois de ter colocado anúncios de emprego destinados, exclusivamente, a pessoas não vacinadas contra a covid-19. "Por favor, NÃO se candidate se tiver tomado quaisquer …

Disparam ataques a jornalistas. Bruxelas insta países da UE a aumentar proteção

Os países da União Europeia (UE) foram instados por Bruxelas a tomar medidas para proteger os jornalistas, após um aumento no número de ataques a membros da imprensa. A Comissão Europeia exortou os governos a criarem …

Facebook e Google criticados por anúncios de "reversão do aborto"

O Facebook já veiculou anúncios de "reversão do aborto" 18,4 milhões de vezes desde janeiro de 2020, de acordo com um relatório do Center for Countering Digital Hate (CCDH), promovendo um procedimento "não comprovado, antiético" …

Líder militar dos EUA temeu que Trump iniciasse guerra nuclear com a China - e chegou a ligar aos chineses

As revelações aparecem em Peril, o novo livro de Bob Woodward e Robert Costa sobre os bastidores da Casa Branca. Trump já respondeu. O General Mark Milley, o chefe do Estado-Maior das Forças Armadas dos EUA, …

França suspende 3.000 profissionais de saúde que recusaram vacina contra covid-19

A França suspendeu 3.000 profissionais de saúde sem remuneração por se recusarem a tomar a vacina contra a covid-19, revelou o ministro responsável pela pasta, Olivier Véran. Segundo Véran, citado esta quinta-feira pelo Guardian, "várias dezenas" …

Austrália, Reino Unido e EUA assinam pacto de defesa para conter China

A Austrália, os Estados Unidos (EUA) e o Reino Unido anunciaram o "Pacto de Aukus", que visa frente às pretensões territoriais da China no Indo-Pacífico e envolverá a construção de uma frota de submarinos com …

Governo tem margem de 1600 milhões de euros nas negociações do Orçamento

Os dados são de um relatório do Conselho das Finanças Públicas, que deixa alertas para que o executivo não se estique muito no aumento da despesa e no corte à receita. Segundo escreve o Público, o …