Ambulância envolvida em acidente mortal em Moura não tinha certificação do INEM

A ambulância da Cruz Vermelha Portuguesa envolvida num acidente durante um serviço de emergência em Moura que provocou dois mortos não estava certificada pelo INEM e foi usada em substituição de outra que estava em reparação.

Em informações prestadas hoje à agência Lusa, após uma notícia sobre o caso divulgada pelo Jornal de Notícias, o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) refere que “não existe registo da certificação” da ambulância para poder fazer o serviço de emergência pré-hospitalar acionado pelo organismo e durante o qual ocorreu o acidente.

O acidente ocorreu no dia 7, cerca das 22:00, na Estrada Nacional 258, entre as aldeias de Safara e Santo Aleixo da Restauração, concelho de Moura, distrito de Beja, quando a ambulância da Delegação de Safara e Sobral da Adiça da Cruz Vermelha Portuguesa se deslocava para um serviço de emergência pré-hospitalar acionado pelo INEM.

Na ambulância seguiam três socorristas, dois dos quais, um de 52 anos, o condutor, e um de 49 anos, morreram, e o outro, de 42 anos, ficou ferido com gravidade e está internado no hospital de Beja. A ambulância despistou-se, chocou contra o muro de proteção da ponte de uma ribeira e acabou por cair para o leito e embater em rochas, explicou à agência Lusa fonte da GNR.

Em resposta a perguntas da Lusa, a CVP informou esta terça-feira que a sua Delegação de Safara e Sobral da Adiça, no dia do acidente, tinha uma ambulância de socorro Tipo B e quatro ambulâncias para transporte de doentes não urgentes certificadas pelo INEM e uma outra ambulância de socorro Tipo B (a acidentada), que estava “em procedimento de pedido de inspeção ao INEM”.

No dia do acidente, a ambulância certificada pelo INEM estava “em reparação” e as restantes quatro ambulâncias não podiam ser usadas, porque não têm condições necessárias para o serviço de emergência pré-hospitalar “por serem ambulâncias de transporte de doentes não urgentes”, adiantou a CVP.

Por aquelas razões, explicou a CVP, a delegação, “sem nunca colocar em causa a assistência médica às vítimas”, optou “pela priorização do socorro, utilizando uma ambulância” – a acidentada e não certificada – “adequada para o efeito (com condições técnicas e equipamento necessário)” e em “substituição” da ambulância de socorro certificada pelo INEM.

“Face à inoperacionalidade” da ambulância de socorro certificada pelo INEM, a delegação, para “não comprometer o socorro à população”, “priorizou o serviço de emergência” e “utilizou uma ambulância que, apesar de ainda não ter obtido a inspeção pelo INEM, reunia as condições de ambulância de socorro”.

Segundo a CVP, a ambulância usada no serviço e envolvida no acidente está “categorizada como ambulância de socorro (Tipo B)”, tinha “todos os requisitos técnicos e equipamentos concordantes com a legislação em vigor” e estava “em procedimento de pedido de inspeção ao INEM”.

CVP “só pode utilizar veículos certificados”

De acordo com o INEM, “na atividade de transporte de doentes, apenas podem ser utilizados veículos certificados” e a CVP “só pode utilizar veículos certificados” pelo organismo em serviços de emergência pré-hospitalar.

Questionado pela Lusa sobre se a delegação comunicou ao INEM o uso de uma ambulância não certificada para realizar o serviço em substituição de outra certificada, o instituto referiu que “não existe registo de qualquer comunicação” naquele sentido.

A ambulância envolvida no acidente “tinha as inspeções periódicas em dia” e “estava abrangida por seguro contra terceiros”, referiu a CVP, indicando que o socorrista que ficou ferido era voluntário e os dois socorristas que morreram “estavam abrangidos pelo seguro de acidentes de trabalho”.

O acidente teve “um impacto direto devastador na equipa” da Delegação de Safara e Sobral da Adiça da CVP e, por isso, a substituição da ambulância é “imprescindível” para o “retorno às rotinas da estrutura” e “a continuidade da nobre missão de socorro à população” e “será feita com a maior brevidade possível”.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Anúncios de TV promovem mais os brindes do que o próprio fast food (e violam diretrizes do setor)

Para uma criança, a melhor parte de uma refeição de fast food não é a comida, mas o brinde que vem juntamente com a refeição. Os anúncios televisivos de fast food são regidos por diretrizes que …

“Se querem sucesso, têm de depender do sistema“. Empresário chinês é preso após disputa com o Estado

Sun Dawu, um dos empresários mais bem sucedidos da China, corre o risco de ser condenado a 25 anos de prisão, caso seja provado que cometeu os crimes dos quais está a ser acusado. O empresário …

Cientistas criam verniz para superfícies que mata bactérias em poucos minutos

Uma equipa multidisciplinar de cientistas desenvolveu um verniz para superfícies que mata bactérias, mesmo as mais resistentes, em apenas 15 minutos, anunciou a Universidade de Coimbra (UC). Trata-se de “uma solução segura e eficaz para prevenir …

Num país marcado pelo racismo, Jane Bolin fez história tornando-se a primeira juíza negra dos EUA

A 22 de julho de 1939, Jane Bolin fez história ao prestar juramento como juíza na cidade de Nova Iorque. A jovem ocupou o cargo durante 40 anos e só saiu de cena quando atingiu …

A petrolífera Exxon está a culpá-lo pelas alterações climáticas

Nos últimos anos, as empresas petrolíferas têm-se afastado do discurso de negação das alterações climáticas. Gigantes globais de energia como a Total, a Exxon, a Shell e a BP reconhecem abertamente que a mudança climática …

"Muita fraternidade”. Portugal enviou vacinas para Cabo Verde

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta segunda-feira que os indicadores da pandemia de covid-19 em Portugal permanecem "muito estáveis" e que a última grande abertura no plano de desconfinamento não teve …

Mais de metade dos alunos LGBTQI sofre bullying na escola, diz relatório

Mais de metade dos alunos LGBTQI sofre 'bullying' na escola, alertou esta segunda-feira a UNESCO, por ocasião do Dia Internacional Contra a Homofobia, Bifobia e Transfobia. A Organização Internacional de Jovens e Estudantes LGBTQI (IGLYO) e …

Telescópio vai "caçar" a luz de 30 milhões de galáxias para mapear Universo e "revelar" energia escura

Um instrumento de um telescópio nos Estados Unidos vai capturar nos próximos cinco anos a luz de quase 30 milhões de galáxias e outros objetos cósmicos, permitindo aos cientistas mapearem o Universo e desvendarem os …

Portugal ficou acima da média europeia quanto ao teletrabalho

Dados do Eurostat sobre o teletrabalho durante a pandemia revelaram que Portugal registou uma média ligeiramente superior (13,9%) à da União Europeia (12,3%) entre as pessoas com idade dos 15 e os 64 anos. Em anos …

"Idiotas". Bolsonaro critica pessoas que mantêm isolamento social na pandemia

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, criticou os brasileiros que seguem as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e mantêm isolamento social na pandemia, a quem chamou de 'idiotas', em conversa com os seus …