/

Amazon quer monitorizar o teclado e o rato dos funcionários

A Amazon quer observar de perto os seus funcionários de atendimento ao cliente. O objetivo é proteger os dados pessoais dos consumidores.

A gigante do comércio eletrónico Amazon quer implementar uma tecnologia de supervisão para evitar que os funcionários tenham acesso aos dados confidenciais dos clientes.

A notícia foi avançada pela Vice, que escreve que as equipas de segurança, de finanças e o departamento jurídico da Amazon concordaram em usar um sistema biométrico comportamental da empresa de segurança cibernética BehavioSec.

De acordo com o documento confidencial, consultado pela Motherboard, a solução proposta envolveria o uso de algoritmos para gerar um perfil da atividade inerente ao teclado e ao rato de um trabalhador. O sistema verificaria continuamente a “pegada biométrica” ​​do indivíduo, certificando-se de que é, de facto, a mesma pessoa a usar o dispositivo.

Por motivos de privacidade, o sistema não regista que aplicações ou sites os funcionários consultam, nem monitoriza as comunicações dos trabalhadores.

A ferramenta serviria para evitar que pessoas mal-intencionadas se fizessem passar por funcionários e tivessem acesso a dados confidenciais dos clientes, algo que, segundo o documento, já aconteceu várias vezes.

Sem comentar diretamente o relatório a que a Vice teve acesso, Kelly Nantel, diretora de relações públicas da Amazon, disse à Insider que “manter a segurança e a privacidade dos dados de clientes e funcionários está entre as nossas maiores prioridades”.

“Embora não partilhemos detalhes sobre as tecnologias que usamos, exploramos e testamos continuamente novas maneiras de proteger os dados dos clientes, ao mesmo tempo que respeitamos a privacidade dos nossos funcionários”, acrescentou. “E fazemos isso enquanto permanecemos em conformidade com as leis e regulamentos de privacidade.”

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.