Amanda Knox vai voltar a Itália para falar sobre o seu caso

Scott335 / Flickr

A norte-americana Amanda Knox, que aos 21 anos enfrentou uma acusação pelo brutal homicídio de uma colega de casa, vai voltar a Itália.

Amanda foi condenada mas Itália foi depois obrigada pelo Tribunal Europeu dos Direitos do Homem a pagar-lhe uma indemnização, já depois de um recurso lhe ter devolvido a liberdade e ter anulado a primeira decisão.

A deslocação de Knox, cuja história até já resultou num documentário da Netflix com a participação da própria, deverá ocorrer em junho para participar num seminário na cidade de Modena.

O caso ficou conhecido em 2007, quando Meredith Kercher foi encontrada morta no apartamento que dividia com Knox em Perugia, Itália. O seu corpo estava despido, tinha sinais de ter sido degolada e apresentava ferimentos em várias partes do corpo, numa quadro que teria resultado de uma discussão e de jogos sexuais entre a vítima, a colega de casa e o seu namorado — cujo ADN foi encontrado na faca encontrada no local do crime.

Knox, que tem agora 31 anos, foi detida e acusada dos crimes de arrombamento do apartamento, abuso sexual, homicídio e difamação juntamente com o namorado, Raffaele Sollecito. Os dois foram condenados, absolvidos, novamente condenados e finalmente absolvidos de uma pena que chegou a ser fixada em 26 anos de cadeia.

A norte-americana acabaria depois por recorrer ao Tribunal Europeu dos Direitos do Homem, que já este ano de 2019 decidiu dar-lhe razão condenando a Itália a pagar-lhe 18.400 euros por ter violado os direitos de defesa da jovem norte-americana durante os interrogatórios sobre o assassinato sua companheira de casa — 10.400 euros pela falta de assistência jurídica prestada e tradutor e outros oito mil por custos e despesas.

Depois de quatro anos na prisão, Knox acabaria por sair em liberdade e regressar aos EUA, onde hoje é escritora e comentadora. A mediatização do caso acabaria por levá-la a aceitar participar num documentário da Netflix sobre a sua história, onde fala diretamente para os telespetadores e conta o que viveu naqueles anos.

Agora Knox aceitou o convite para voltar a pisar solo italiano a fim de participar num seminário na cidade de Modena no âmbito do projeto “The Italy Innocence Project” — criado na Universidade de Roma para se debruçar sobre casos na justiça que se revelaram mal investigados ou condenados.

Um dos responsáveis pelo evento disse ao The Telegraph acreditar que a norte-americana é um “ícone dos julgamentos feitos na comunicação scoial”, dusse Guido Sola. Já ela, no Twitter, lembrou que quando foi julgada este projeto ainda não existia. “Sinto-me honrada em aceitar este convite para falar aos italianos neste evento histórico e regressar à Itália pela primeira vez”.

Neste momento há um homem a cumprir 16 anos de pena de cadeia pelo homicídio de Kercher, um traficante de droga que terá sido adotado por uma família que vive em Perugia.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"O tempo das autoestradas terminou", diz Pedro Nuno Santos

O ministro das Infraestruturas defendeu esta quinta-feira, durante a apresentação do Programa Nacional de Investimentos 2030, que a aposta dos “sucessivos” governos na rodovia reflete-se na condição atual da rede ferroviária. “Não temos um grande histórico …

Arcebispo russo considerado "sexista do ano" morre durante reabilitação do coronavírus

O arcebispo russo Dimitry Smirnov, conhecido por fazer comentários controversos sobre mulheres, morreu aos 69 anos durante a reabilitação do coronavírus, anunciou um porta-voz da Igreja Ortodoxa Russa na quarta-feira. No início de 2020, Dimitry Smirnov foi …

Será necessária declaração para deslocações entre concelhos

O Governo esclareceu que quem precisar de se deslocar entre 30 de outubro e 3 de novembro, quando estará proibida a circulação entre concelhos, necessita de uma declaração, sendo as exceções as mesmas que foram …

Cães conseguem detetar covid-19, mas não estão a ser usados. "Podiam salvar tantas vidas"

Um cão pode cheirar um pano que antes esteve no pulso ou no pescoço de alguém e identificar imediatamente se a pessoa contraiu o vírus até cinco dias antes do aparecimento de qualquer sintoma. Parece …

Noruega com poucos casos de infeções nas escolas. Medidas podem ser aliviadas

A Noruega mantém as escolas com o segundo nível das medidas para combate à pandemia. Contudo, pondera aliviá-las caso se confirme que as crianças não têm um papel acrescido na transmissão do vírus. As autoridades de …

Ex-SCUT com descontos para passageiros frequentes e transporte de passageiros

Os passageiros particulares frequentes e os veículos de transporte de passageiros vão ter descontos na passagem pelas portagens das antigas SCUT a partir de 1 de janeiro, anunciou esta quinta-feira o Governo. De acordo com a …

Situação "muito grave" leva a uma nova corrida ao papel higiénico na Alemanha

A Alemanha atingiu esta quinta-feira um novo máximo diário, com mais de 11 mil casos em apenas 24 horas. A nova vaga de infeções está a levar os alemães a um novo açambarcamento de papel …

Taça: todos os "grandes" defrontam equipas do terceiro escalão

FC Porto, Benfica e Sporting vão jogar em casa de formações do Campeonato de Portugal. Sporting de Braga estará na Trofa. Decorreu nesta quinta-feira o sorteio da terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol, a …

DGS vai comprar mais de 100.000 frascos de Remdesivir até março de 2021

A Direção-Geral da Saúde vai adquirir entre este mês e março de 2021 mais de 100.000 frascos do medicamento antiviral remdesivir, com a designação comercial Veklury, para tratamento de doentes com covid-19. A decisão foi tomada …

Utilizadores do PayPal vão poder usar criptomoeda para pagar a mais de 26 milhões de comerciantes

O PayPal anunciou que vai investir no mercado das criptomoedas, lançando um novo serviço que permitirá aos utilizadores da plataforma nos Estados Unidos comprar, guardar e vender moeda digital, já a partir de 2021. De acordo …