Álvaro Sobrinho interrogado nas ilhas Maurícias

António Cotrim / Lusa

O empresário luso-angolano Álvaro Sobrinho está sob a mira da Comissão Independente Contra a Corrupção das ilhas Maurícias. Depois de ontem ter prestado declarações durante sete horas, hoje o ex-presidente do BES Angola enfrenta as perguntas mais difíceis.

Álvaro Sobrinho prestou declarações na Comissão Independente Contra a Corrupção (CIC) das ilhas Maurícias, nesta sexta-feira. Ao cabo de sete horas de interrogatório, o empresário saiu em liberdade, mas volta neste sábado a prestar novos esclarecimentos diante das autoridades.

O jornal local L´Express noticia que Álvaro Sobrinho vai neste sábado, “ser confrontado com as questões sérias” no âmbito das diversas suspeitas que há em torno dos negócios que tem nas ilhas Maurícias.

O  luso-angolano deverá dar explicações sobre os diversos investimentos que tem na paradisíaca ilha do Oceano Índico.

Álvaro Sobrinho é proprietário de Fundos de Investimento e de várias villas e apartamentos num resort de luxo nas Maurícias, e há suspeitas de que gastou cerca de um milhão de euros em carros de luxo para oferecer a figuras influentes do país, incluindo o filho do vice-primeiro-ministro.

Estes dados juntam-se às suspeitas sobre a forma como o ex-líder do BES em Angola conseguiu a sua licença para operar na banca das Maurícias.

O L’Express destaca que o interrogatório de Álvaro Sobrinho está directamente relacionado com o chamado caso “Cartão de Platina” que envolve a ex-presidente das Maurícias, Ameenah Gurib-Fakim. Ela demitiu-se em Março deste ano, depois de se ter descoberto que gastou mais de 20 mil euros em despesas pessoais, incluindo sapatos e jóias, com um cartão de crédito que recebeu de uma organização de Álvaro Sobrinho, a Planet Earth Institute (PEI).

A PEI, que está sediada em Londres, foi criada com a finalidade de promover o desenvolvimento da ciência em África. A organização está também envolvida em suspeitas no Reino Unido, depois de uma investigação jornalística ter revelado que um membro do Parlamento Britânico, Paul Boateng, recebeu dinheiro através de uma offshore de Álvaro Sobrinho para alegadamente lhe facilitar o acesso a altas figuras do país.

O empresário luso-angolano está envolvido em várias suspeitas em Portugal, nomeadamente por ter alegadamente desviado centenas de milhões de euros do BES Angola. É igualmente suspeito de ter pago “luvas” ao juiz Rui Rangel na chamada “Operação Lex” e o seu nome aparece implicado no caso Monte Branco.

Na Suíça, Álvaro Sobrinho é ainda suspeito de branqueamento de capitais através de diversas contas em seu nome ou no nome de offshores por si detidas, também no âmbito do BES Angola.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Depois da polémica, Hank Azaria deixa de dar voz a Apu dos "Simpsons"

O ator que dá voz à personagem indiana Apu Nahasapeemapetilon, da série "Os Simpsons", anunciou que vai deixar de o fazer, depois de vários anos de polémica. Segundo a BBC, Hank Azaria anunciou, este fim-de-semana, que …

"Parasite" vence prémio principal do Sindicato dos Atores dos EUA

O filme do realizador sul-coreano Bong Joon-ho venceu, no domingo, o prémio mais importante do Sindicato dos Atores dos Estados Unidos (SAG), tornando-se o primeiro filme em língua estrangeira a receber tal distinção. A comédia negra …

Cientistas criam método inovador para tratamento de lesões agudas da pele

Investigadores do Centro de Neurociências e Biologia Celular (CNC) de Coimbra desenvolveram um método “inovador e sensível à luz”, que poderá ser útil no tratamento de lesões agudas da pele. Um grupo de investigadores do CNC …

Elon Musk quer enviar 10 mil pessoas a Marte até 2050

O CEO da Space X, Elon Musk, quer construir cem naves por ano e levar pelo menos dez mil pessoas a Marte até 2050, embora os protótipos das naves espaciais Starship ainda estejam sujeitos a …

Como será um iPhone daqui a um milhão de anos? Artista mostra o impacto de lixo eletrónico

https://vimeo.com/386000590 A exposição The World After Us: Imaging techno-aestethic futures tem instalações onde se pode ver a natureza a tomar conta de telemóveis, computadores, tablets e outros dispositivos, mostrando que dificilmente se desintegrarão nos próximos anos. Os …

Marca japonesa acusada de apropriação cultural por perucas de modelos

A marca japonesa Comme Des Garçons foi acusada de apropriação cultural devido às perucas usadas pelos seus modelos caucasianos num desfile na Paris Fashion Week, em França. De acordo com a BBC, as perucas com tranças …

Índia suspende a construção da primeira linha do comboio ultra-rápido Hyperloop

As autoridades estatais do estado indiano de Maharashtra decidiram suspender a construção da primeira linha do comboio ultra-rápido Hyperloop, que iria ligar as movimentadas cidades de Bombaim e Pune. O Governo local decidiu não avançar para …

Regina Duarte inicia "período de testes" na Secretaria da Cultura do Brasil

A atriz brasileira afirmou, esta segunda-feira, que iniciou um "período de testes" na Secretaria Especial da Cultura, pasta que foi convidada a liderar após a exoneração de um governante que parafraseou um discurso nazi. "Nós vamos …

Malásia devolve 150 contentores ilegais de lixo a países desenvolvidos

As autoridades da Malásia anunciaram, esta segunda-feira, que devolveram 150 contentores ilegais de lixo para os seus países de origem e afirmaram que não se querem tornar num "aterro sanitário" dos países desenvolvidos. Os países da …

Vietname contorna Huawei ao desenvolver tecnologia própria para o 5G

O maior grupo de telecomunicações do Vietname vai implementar este ano o 5G com recurso à sua própria tecnologia, contornando os chineses da Huawei, num sinal das implicações geopolíticas da rede de quinta geração. A empresa …