Altice suspende pagamentos a clubes. “Sem jogos não faz sentido pagar”

André Kosters / Lusa

Alexandre Fonseca, CEO da Altice Portugal

A Altice Portugal não vai cumprir as obrigações para com os clubes da I e II Ligas de futebol no mês de abril, porque “não faz sentido” pagar por “um serviço que não está a ser disponibilizado”.

Em entrevista à Antena 1, Alexandre Fonseca, presidente executivo da Altice Portugal, explicou que da mesma forma que para quem compra canais premium de desporto, com o intuito de ver jogos em direto, “não faz sentido pagar por um conteúdo que não existe”, o mesmo se aplica aos clubes.

A Altice, que patrocina vários emblemas e é uma das detentoras dos direitos de transmissão televisiva dos campeonatos, considera que “não havendo conteúdo desportivo nesses canais, não faz sentido serem realizados os pagamentos correspondentes por um serviço que não está a ser disponibilizado”.

Alexandre Fonseca lembra ainda que a empresa de telecomunicações regularizou os pagamentos de março, embora o futebol tenha sido suspenso, devido à pandemia de covid-19, a meio do mês.

“Os pagamentos foram regularizados até ao momento em que houve esse bem. O bem são os jogos de futebol, a presença de público nos estádios, a transmissão desses conteúdos desportivos”, acrescenta.

A Altice voltará “a realizar os pagamentos logo que esses conteúdos sejam novamente disponibilizados”, revelando disponibilidade para “negociar qualquer situação que faça sentido” em torno da transmissão em sinal aberto dos jogos, no momento em que forem retomadas as competições.

“Nada nos indica à data de hoje que esse será um cenário a ser aplicado em Portugal. Estaremos disponíveis”, assegura.

O presidente executivo rejeitou ainda discutir a questão da centralização dos direitos televisivos, já que “existem contratos estabelecidos” que estão “na sua normal execução”, ainda que não feche “a porta a conversar com ninguém”, podendo procurar soluções “que sejam consensuais e boas para todas as partes”.

A 2 de abril, a Altice Portugal reforçou que tinha à data todos os pagamentos regularizados, numa resposta à Lusa sobre uma possível suspensão dos pagamentos, lamentando ainda que não tenha sido “ouvida ou notificada” no processo de suspensão dos campeonatos.

“A Altice Portugal não pode deixar de lamentar que durante todo o processo de decisão de suspensão de jogos das Ligas de futebol, nunca ter sido ouvida e muito menos notificada, ou seja, nunca fomos lembrados ou envolvidos em todo o processo, apesar de sermos agora reconhecidamente uma parte importante deste ecossistema.”

A mesma resposta observou ainda que o “adiamento de valores” em muitos dos clubes patrocinados leva a considerar “que houve já lugar a pagamentos referentes a jogos não realizados”, se for feita a relação entre a execução dos contratos e o decorrer do calendário.

A I e a II Ligas foram suspensas, a 12 de março, por tempo indeterminado devido à crise sanitária existente com a pandemia do novo coronavírus, num momento em que estavam cumpridas 24 jornadas, com o FC Porto na liderança, com mais um ponto do que os encarnados.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Estes vigaristas da Altice tem mesmo lata para tudo… quantos clientes recebem e pagam faturas por “serviços não disponibilizados”?!
    E coitados, não foram ouvidos!…
    Com esta multinacional francesa da vigarice tem que se estar de pé atrás…

  2. Boa tarde
    E faz sentido estarmos a pagar à Altice um serviço que não é convenientemente prestado?
    Refiro à ausência ou insuficiência de rede em localidades ou locais próximos de localidades, onde o sinal da rede é fraquíssimo, dificultando o acesso ao telefone e internet, apesar das vária reclamações já apresentadas oralmente e por escrito?
    As moedas têm duas faces!!

  3. Já agora, suspenderam o recebimento das mensaludades dos clientes – ao menos dos canais de futebol nacional – porque não estão a transmitir os jogos (que não se estão a realizar, obviamente)?

    Não que eu defenda os clubes… estão de barriga cheia….

    Mas seria bom serem coerentes: não pagam, mas também não recebem!

RESPONDER

Processo de reprivaticação da Efacec atrasado devido à discussão do OE2021

Apesar de as avaliações no âmbito do processo de nacionalização e futura reprivatização da Efacec já estarem concluídas, o processo esteve condicionado pela discussão do Orçamento de Estado para 2021 (OE2021). De acordo com o Jornal …

Costa sobre vacinação: “Há uma luz ao fundo do túnel, mas o túnel é muito comprido e penoso”

O primeiro-ministro, António Costa, advertiu esta quinta-feira que o processo de vacinação terá imponderabilidades externas a Portugal, sendo também complexo ao nível interno, com as dificuldades a aumentarem quanto maior for o universo de cidadãos …

Alterações climáticas podem colapsar os sistemas de saúde, alertam especialistas

O quinto relatório anual da Lancet sobre saúde e clima revelou que todos os países enfrentam ameaças à saúde humana, "que se multiplicam e se intensificam" à medida que as alterações climáticas originam novas pandemias …

Obama, Bush e Clinton vão vacinar-se publicamente para encorajar os norte-americanos

Os ex-presidentes dos EUA Barack Obama, George W. Bush e Bill Clinton disseram que estão prontos para serem vacinados publicamente contra a covid-19, a fim de encorajar os seus concidadãos a fazer o mesmo. Obama disse …

Retenção na fonte mensal reduzida em cerca de 2%. Salários terão um "ligeiro aumento"

As retenções na fonte em 2021 sobre salários de trabalho dependente vão reduzir-se em cerca de 2% face às praticadas este ano e irão permitir um “ligeiro aumento” do rendimento líquido mensal, segundo simulações da …

Em março já deverá haver imunização “suficientemente grande” da população

O epidemiologista Manuel do Carmo Gomes defendeu esta quinta-feira que “se tudo correr normalmente” com a vacinação contra a covid-19, no final de março haverá uma imunização “suficientemente grande” na população para evitar “grandes aumentos …

Quatro mortos e um ferido em explosão em estação de águas residuais em Bristol

Quatro pessoas morreram e outra ficou ferida após uma grande explosão numa estação de tratamento de águas residuais de Bristol, no sul de Inglaterra,. As vítimas mortais são três funcionários e um trabalhador externo, disse o …

Ventura diz que Marcelo quer flexibilização das restrições no Natal

O líder e deputado único do Chega, André Ventura, afirmou esta quinta-feira que o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, manifestou a vontade de que haja alguma flexibilização das restrições à circulação no Natal. Após …

Governo do Brasil aponta início da vacinação entre janeiro e fevereiro

O ministro da Saúde do Brasil, Eduardo Pazuello, disse que o país vai começar a receber 15 milhões de doses de vacinas para a covid-19 entre janeiro e fevereiro de 2021, com mais cem milhões …

Solução para Novo Banco pode não passar por um OE retificativo, diz João Leão

O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, disse que a alternativa à anulação da transferência de 476 milhões de euros para o Novo Banco não tem "necessariamente que passar" por um orçamento retificativo …