Almaraz: Ministra espanhola garante “toda a transparência” aos “amigos portugueses”

lamoncloa_gob_es / Flickr

A ministra do Ambiente espanhola Isabel Garcia Tejerina

A ministra do Ambiente espanhola Isabel Garcia Tejerina

A ministra espanhola do Ambiente garantiu esta terça-feira, em Bruxelas, “toda a transparência” sobre o armazém de resíduos nucleares em Almaraz, esperando mostrar à Comissão Europeia e aos “vizinhos e amigos portugueses” que o projeto cumpre todas as regras.

“O que Espanha quer é dar toda a transparência e toda a informação necessária, tanto à Comissão (Europeia) como aos nossos vizinhos e amigos portugueses. E, desse ponto de vista, comprometemo-nos a que Portugal possa fazer um seguimento e a facilitar-lhe toda a informação, desde uma visita física para ver as instalações até à informação que seja solicitada antes de seguir em frente com este projeto que, como digo, cumpre com as exigências europeias e espanholas em matéria ambiental e de segurança nuclear”, afirmou.

Isabel Garcia Tejerina falava aos jornalistas à entrada para uma reunião de ministros do Ambiente da União Europeia – na qual Portugal está representado pelo ministro João Pedro Matos Fernandes -, um dia depois de delegações com técnicos portugueses, espanhóis e da Comissão Europeia terem visitado a central nuclear de Almaraz, no âmbito de um acordo assinado entre os dois países com a mediação do executivo comunitário com vista à resolução amigável do diferendo entre os dois países.

“Chegámos a um compromisso amigável com Portugal, que foi sempre o desejo do Governo espanhol. Somos vizinhos, somos amigos e cooperamos juntos no âmbito bilateral e no âmbito comunitário. Claro que para Espanha é uma prioridade trabalhar sempre ao lado de Portugal”, asseverou a ministra.

Questionada por que razão as autoridades espanholas não aceitaram então realizar uma avaliação de impacto transfronteiriço, como Portugal reclamava – e que levou o Governo a apresentar uma queixa formal a Bruxelas, entretanto retirada no quadro do acordo amigável alcançado na semana passada -, a ministra disse que o parecer de todos os técnicos é que o mesmo não era necessário.

“No entender de todos os técnicos, este é um armazém que é uma piscina estanque que não tem impacto ambiental de maior (…) e que inclusivamente melhora a situação atual. É uma obra de engenharia civil que, no entender de todos os técnicos espanhóis – que são os responsáveis por fazer as avaliações, pois estas não são decisões políticas, são decisões técnicas e científicas — não tem um impacto transfronteiriço”, sustentou.

Isabel Garcia Tejerina acrescentou que também é necessário ter em mente que Almaraz fica “a mais de 100 quilómetros da fronteira” com Portugal, “e não há só território português, também há território espanhol”, pelo que obviamente o projeto só avança com todas as garantias.

“Entendemos que estamos a oferecer todas as garantias e que estamos a cumprir com todas as obrigações e compromissos. Todos os países da UE, e não apenas Espanha, temos um compromisso ambiental, todos os atos resultam de uma avaliação ambiental que garanta que não há um impacto significativo sobre o médio ambiente, este é um compromisso da UE, está regulado a nível comunitário e naturalmente a nível nacional”, disse.

A ministra reafirmou que o armazém de resíduos é para já apenas “um projeto e não há uma instalação que possa começar a funcionar sem antes serem dadas todas as garantias ambientais necessárias”, o que só acontecerá nos termos do acordo entre os dois países “selado” pela Comissão Europeia.

Uma delegação chefiada pelo presidente da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), Nuno Lacasta, realizou na segunda-feira uma primeira visita às instalações, acompanhada por uma delegação espanhola encabeçada pela diretora-geral da Política Energética e Minas, Teresa Baquedano, e pelo diretor-geral da Qualidade e Avaliação Ambiental e Meio Natural, Javier Cachón, tendo a Comissão Europeia sido representada pelo assistente do presidente da instituição, o português Telmo Baltazar.

A Comissão Europeia anunciou na passada terça-feira que os governos de Portugal e Espanha tinham alcançado uma “resolução amigável” para o litígio em torno da central nuclear de Almaraz, com Lisboa a retirar a queixa apresentada a Bruxelas a 16 de janeiro passado.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. «Que o projecto cumpre todas as regras» diz ela»
    Mas que regras? Se forem do género das da central nuclear, que já deveria ter encerrado, é quanto basta para se confirmar que não podemos acreditar nessa gente.

RESPONDER

FC Pingzau: O clube que sonha com a Champions e que também pode ser seu por 500 euros

Deter parte de um clube com aspirações à Liga dos Campeões é possível e já pode fazê-lo por apenas 500 euros.O FC Pingzau é o clube austríaco detido por adeptos com o objetivo de chegar …

Uma pitada de poeira de rocha pode ajudar a evitar alterações climáticas catastróficas

O uso de poeira de rocha na agricultura traz não só vantagens para a colheita, mas também para o ambiente. Esta técnica permite uma remoção eficiente do dióxido de carbono. Espalhar poeira de rocha nos terrenos …

ANA avança com plano de "saídas voluntárias"

A ANA, gestora dos aeroportos nacionais, vai avançar com "um plano de saídas voluntárias", no âmbito do redimensionamento das equipas. A ANA - Aeroportos de Portugal, gestora dos aeroportos nacionais, vai avançar com “um plano de …

Cientistas detetaram estranhos objetos astronómicos circulares (e não fazem ideia do que são)

Recorrendo a telescópios, uma equipa de astrofísicos detetou quatro estranhos objetos astronómicos. Foram encontrados nos comprimentos de onda de rádio e são circulares e mais brilhantes do que as suas bordas. Estes estranhos e inesperados …

Especialista alerta sobre possíveis vírus extraterrestres que podem chegar à Terra em futuras missões

O cientista e antigo colaborador da NASA Scott Hubbard alertou para a possível chegada de vírus extraterrestres à Terra em futuras missões espaciais, notando que o interesse pela exploração do Espaço tem aumentado. O antigo …

Covid-19. A morada e a cor da pele são um fator de risco no Brasil

Enquanto que na Europa a idade é um fator de risco da covid-19, no Brasil, o sítio onde moram e a cor da sua pele definem essa fronteira entre os que têm maior ou menor …

Lagos dos Estados Unidos estão a ficar cobertos de verde. Nem os mais remotos escapam

Vários lagos montanhosos dos Estados Unidos estão a tornar-se verdes devido ao crescimento de algas que prosperam por causa das alterações climáticas, concluiu um estudo conduzido por cientistas da Universidade do Colorado. De acordo com a …

No Algarve, metade dos casos de infeção resultaram de transmissão social

Um estudo apresentado na última reunião do Infarmed, em Lisboa, veio estabelecer uma relação entre a propagação do vírus no Algarve e o fator social. De acordo com o estudo, apresentado na última reunião do Infarmed, …

Numa operação inédita de 18 horas, gémeas siamesas unidas pelo crânio foram separadas com sucesso

Ervina e Prefina, com 2 anos, nasceram com os crânios unidos, uma das formas mais raras e complexas de fusão craniana e cerebral conhecidas como "craniófago total posterior". Agora, médicos em Itália conseguiram separá-las numa operação …

Família de Pablo Escobar está a processar um rapper norte-americano. Exige-lhe 10 milhões

A família Pablo Escobar, morto em dezembro de 1993 na Colômbia, está a processar o rapper norte-americano Tauheed Heakeen Epps, mais conhecido como 2 Chainz, por usar o nome do narcotraficante num negócio. De acordo com …