Em Almada, o PS ganhou mesmo mas por mais 100 votos do que se pensava

António Pedro Santos / Lusa

Inês Medeiros, Almada

O Ministério da Administração Interna negou recontagem de votos, mas o presidente cessante fala em problemas em duas mesas de voto que levaram a retificação de contas: o PS ganhou mesmo, mas com mais 100 pontos do que se pensava.

Quando Almada se foi deitar no domingo, uma vitória tangente do PS tinha retirado a Câmara das mãos da CDU, que há anos tomava conta da comunista Almada.

Mas a meio da tarde de segunda-feira, quando a CDU tentava já recuperar e ultrapassar o facto de ter perdido uma das suas mais queridas câmaras para a atriz socialista Inês Medeiros, a confusão instalou-se.

Toda a gente tinha dúvidas e afinal a CDU tinha ganho, destronando a socialista, que durante um dia esteve na frente.

O site oficial do Governo, que tinha fechado a contagem de Almada já a noite ia longa, reiniciou a contabilização e a atribuição de mandatos. Questionado pelo Observador, fonte do Ministério da Administração Interna rejeitou que tivesse havido “qualquer processo de recontagem dos votos”.

A mesma informação foi confirmada pelo presidente da câmara cessante, Joaquim Judas: “Não pedimos nenhuma recontagem“. Mas a verdade é que os dados voltaram a ser atualizados, e do PSD ao PS todos foram surpreendidos com isso durante a tarde.

Entre o PS acreditava-se que esta fosse uma última tentativa do PCP de agarrar Almada. Desde o presidente da junta da Costa da Caparica, cujos dados foram os últimos a ser inseridos, a alguns deputados nacionais provenientes do concelho, ninguém sabia bem o que se estava a passar.

“O facto de surgir a freguesia da Costa Caparica por apurar, deve-se apenas à necessária correção de anomalia na ordenação dos partidos na freguesia da Caparica, sendo expectável que no final da tarde a situação esteja resolvida e apresentando os dados corrigidos”, disse fonte do MAI, explicando que a anomalia se deveu a uma queixa do PCTP/MRPP, que alegava não aparecer na ordem correta de correlação de forças políticas no site do Governo.

Em todo o caso, os telefones não pararam. No avançar da noite de domingo houve uma recontagem, mas apenas respeitante à freguesia da Caparica/Trafaria, onde os resultados que o PS tinha em mãos não batiam certo com os resultados que estavam a ser contabilizados pelo MAI.

PCP e PS conversaram via telefone, noite dentro, e viriam a ser informados de que, afinal, os 213 votos que os separavam no concelho eram afinal “uns 400”. Mas não seria esse o número final. Ao final da tarde, depois de tantos avanços e recuos, contagens e retificações, o PS vencia por 313 votos.

Joaquim Judas confirmou esta tarde que houve de facto “problemas em duas mesas de voto”, onde o somatório “não batia certo entre a abstenção e o número de votantes”. Terá então sido o Ministério da Administração Interna que “chamou a atenção” para essas discrepâncias, levando a Assembleia de Apuramento Geral a ter de reabrir os votos já lacrados e a introduzir de novo a contabilização.

De todo o modo, nada feito. A câmara de Almada passou mesmo para as mãos dos socialistas. No resultado final saldam-se 20.810 (31.28%) votos para o PS, com 4 vereadores eleitos e 20.497 (30.81%) votos para a CDU e os mesmos quatro vereadores eleitos.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. mas que gerinçonça….
    almada ter saido dos garras dos comunistas é um facto historico, concerteza…..mas sera que isso se vai refletir na modernizaçao , progresso para as populaçoes mais empobrecidas pela ditadura vermelha e aumento de investimentos que os comunistas sempre tentaram impedir?.
    vamos esperar que sim, e que nao continuem só a fazer jardinzinhos e bonitezas superficiais e a limpar os lixos nas vesperas de eleiçoes, mas trabalho de fundo para que almada seja um polo de progresso e liberdade. ah e atençao dissolver as empresas municipais onde a vereaçao comunista tinha quotas, isto e fazia negocio consigo propria!!!!!

  2. Estavam à espera de quê. Já os tinha alertado das BORRADAS que iam fazendo, obras mal feitas, mal acabadas, vias cheias de lixo, vias ao nível dos passeios, enfim uma série de coisas derivadas das incompetências dos FISCAIS que se BAMBOLEIAM nos carros da autarquias e tratando dos seus negócios. Muito mais à a dizer.

  3. A notícia em si não me merece nenhum comentário particular. Estas coisas podem acontecer, e acontecem com alguma frequência, em qualquer lado. É bom que sejam do nosso conhecimento.
    Já o que é lamentável são os comentários com tanto azedume e diria mesmo ódio, que tanta gente mostra (regorgita?) nestes fóruns de notícias. Afinal sempre há, na cabeça de muitos, portugueses de primeira e de segunda, consoante nos dê jeito se és por mim ou contra mim! Se aqui é assim, sendo apenas 11 milhões, como seria se fossemos mais?

    • Bem… Não somos 11 milhões 8estou convencido que nem 10 somos) mas concordo consigo no resto. E, infelizmentes, há muitos (e muitas) assim.

  4. Não sei a que escumalha pertencem o José Oliveira o João e o Amaral e nem sei se vivem cá em Almada para opinarem com opinam provavelmente pertencem á escumalha do Pinóquio(passos coelho) que está prestes a sair pela porta dos fundos após mais de 25 anos a mamar á conta do Estado, não sei qual as competências que a Inês Medeiros tem para governar a CMA parece que ela(segundo ouvi) vai apanhar o cacilheiro todos os dias para vir de Lisboa para cá e,apesar de todas as criticas destes 3 anticomunistas ela vai herdar uma Camara que é das menos individadas do País e não vai ter tarefa fácil uma vez que a CDU meteu os mesmos 4 vereadores que o PS eu que vivo cá há mais de 50 anos até simpatizo com ela pelo menos nas questões culturais acho que é muito sabedora e como Almada tem fama de ser uma Cidade bastante evoluída nas questões culturais faço votos para que venha a ter uma governação equilibrada

  5. Quanto à notícia, é a democracia a funcionar, por um voto se ganha, por um voto se perde.
    Agora quanto aos comentários tenho a convicção que muitos nem se apercebem do significado das palavras que usam para denegrir a imagem daqueles que lhes desagradam. Termos como “escumalha” não me parecem denegridores, se atendermos que os mais desfavorecidos, a ralé, merecem a benevolência dos mais afortunados. Mas é assim o povo, desde que se pense que está a prejudicar o seu próximo, usa as armas que pensa que tem, esses sim são a escumalha da sociedade, gente desfavorecida culturalmente e que merece a pena e complacência de quem lê estes comentários que em nada contribuem para o esclarecimento dos leitores.
    Nota: Eu não sou comunista nem socialista nem pretendo defender ou atacar qualquer força política, é apenas o meu comentário a reflectir os meus sentimentos (e vale o que vale).

  6. Estamos perante um ataque reles ao poder politico autárquico, que não colocou os partidos e coligações, em pé de igualdade… Esta, a quem já chama; de uma “Democracia” burguesa…

RESPONDER

Lidl vai oferecer pensos e tampões na Irlanda para combater pobreza menstrual

O Lidl vai tornar-se a primeira grande cadeia de supermercados a oferecer produtos menstruais em todas as lojas de um país. A iniciativa, que ocorre na República da Irlanda, tem como objetivo o combate à …

Parlamento altera lei para permitir candidatos independentes nas autárquicas

A comissão de Assuntos Constitucionais iniciou, esta quarta-feira, a alteração à lei eleitoral autárquica em que reduz o número de assinaturas dos grupos de cidadãos independentes e admite uma candidatura simultânea a uma câmara e …

Neutralidade carbónica até 2050. Lei Europeia do Clima é "mais um compromisso concretizado", diz Costa

O primeiro-ministro António Costa saudou, nesta quarta-feira, o acordo político provisório sobre as emissões de gases com efeito de estufa, dizendo que se trata de "um sinal inequívoco da determinação da [União Europeia] UE no …

Pai de Valentina condenado a 25 anos de prisão. Madrasta condenada a 18 anos e 9 meses

O pai da criança que foi encontrada morta, em maio do ano passado, em Peniche, foi condenado a 25 anos de prisão. A madrasta foi condenada a 18 anos e nove meses. De acordo com o …

Luís Correia deixa PS. Vai recandidatar-se a Castelo Branco como independente

O ex-presidente da Câmara de Castelo Branco, Luís Correia, deixou o PS e vai recandidatar-se como independente à presidência da autarquia este ano. De acordo com o jornal Público, o ex-presidente da Câmara de Castelo Branco, …

DGS atualiza regras para partos. Hospitais têm de assegurar condições para acompanhantes

A Direção-Geral da Saúde fez uma revisão nas orientações de modo a facilitar o acesso dos acompanhantes e para deixar exclusivamente ao critério da mãe o contacto pele a pele com o bebé e a …

Portugal com mais uma morte por covid-19 e 610 novos casos de infeção

Portugal registou, esta quarta-feira, mais uma morte e 610 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 610 …

Quartos para arrendar estão mais baratos em Lisboa. A culpa é da pandemia

A pandemia provocou uma quebra de preços mas a capital ainda é a cidade onde fica mais caro arrendar um quarto. Ao longo do último ano foi na cidade de Lisboa que se registou a …

MP acusa ativista que interrompeu António Costa de desobediência qualificada. Arrisca 2 anos de prisão

Em 2019, um ativista do movimento Extinction Rebellion Portugal interrompeu e tirou o microfone ao primeiro-ministro António Costa no jantar de aniversário do Partido Socialista. Agora, está a ser acusado de desobediência qualificada. De acordo com …

Jerónimo de Sousa lança críticas ao PS no arranque das autárquicas

Jerónimo de Sousa focou as suas críticas no PS no dia em que a CDU apresentou o compromisso da coligação parar as eleições autárquicas. A CDU promoveu, esta terça-feira, um "ato público" para apresentar o compromisso …