Alívios para famílias e PME no terceiro dia da especialidade. Hoje votam-se os pesos pesados do OE2021

Mário Cruz / Lusa

No terceiro dia de votações foram aprovados alguns alívios fiscais no IVA e nas deduções do IRS para as famílias. Já as PME vão poder suspender pagamentos por conta. 

De acordo com as contas feitas pela UTAO (Unidade Técnica de Apoio Orçamental), a iniciativa do PSD para suspender o Pagamento Especial por Conta das pequenas e médias empresas era a fatura mais pesada, com um impacto de 1,5 mil milhões de euros.

Segundo o Observador, o partido tentou limitar a suspensão ao primeiro trimestre para empresas com queda de faturação superior a 25%, mas a proposta não passou: mereceu o chumbo do PS e a abstenção do PAN e do PCP. Ainda assim, a proposta dos comunistas no mesmo sentido acabou por ver a luz do dia, com o voto favorável do PS.

As entidades classificadas como cooperativas ou como micro, pequenas e médias empresas podem assim ser dispensadas dos pagamentos por conta. Se o entenderem, podem efetuar esse pagamento nos termos e nos prazos definidos por lei.

A proposta do PS que aumenta em 100 euros o limiar mínimo do rendimento anual que fica isento de pagar IRS para 9.315 euros foi aprovada por unanimidade. Ainda no IRS, as máscaras, gel e produtos de combate à pandemia vão contar para as despesas de saúde que podem ser deduzidas no IRS e o IVA pago nos ginásios passa a ser dedutível.

O Parlamento deu também luz verde à redução para a taxa mínima para castanhas e frutos vermelhos, mas ficaram pelo caminho propostas como as do PCP, que queria estender a taxa intermédia da restauração às bebidas servidas nos estabelecimentos, e do CDS, que pretendia o regresso do IVA das touradas à taxa mínima de 6%.

A iniciativa do PS de retomar até ao final do primeiro semestre a proibição de suspensão de serviços essenciais – como água, eletricidade ou comunicações – por falta de pagamento também passou. As famílias e as empresas vão ainda poder aderir até março de 2021 às moratórias de crédito, uma proposta do PSD que foi aprovada numa coligação negativa.

O reforço de mais de 900 médicos para os centros de saúde e a contratação de mais enfermeiros e outro pessoal, propostas do PCP, mereceram viabilização com o voto dos socialistas. Foi também aprovada a iniciativa do PAN de retomar a taxa sobre as embalagens de comida take way de uso único e que se vão aplicar ao plástico a partir de 2021 e ao metal no ano seguinte – a contribuição será de 30 cêntimos.

A proposta do PAN que cria um subsídio de saída (Exit) para pessoas que queiram abandonar a prostituição também mereceu um ‘sim’. Até ao final do segundo semestre, o Governo vai implementar um programa para a saída do sistema de prostituição que assegure, por exemplo, acompanhamento na saúde ou alojamento de urgência a médio prazo.

Bloco de Esquerda e PCP voltaram atrás numa proposta sobre a flexibilização de regras do apoio Porta 65 (para habitação jovem). Como alteraram o voto a favor para abstenção, deixou de haver coligação negativa. A proposta do PSD pretendia abranger casas com renda mais elevada, mantendo o valor máximo de apoio a que os jovens teriam direito.

Conforme explica o diário, no caso em que um jovem encontrasse uma renda com valor superior ao valor máximo admitido, o apoio incidiria apenas no montante regulamentado, com a diferença a ser suportada na totalidade pelo jovem.

Último dia da especialidade com medidas de peso

Após sucessivos adiamentos, esta quarta-feira as votações concentram-se nas principais propostas do OE2021: o novo apoio social, a nova versão do apoio à retoma progressiva, o subsídio de penosidade e insalubridade, o subsídio extraordinário de risco no combate à pandemia, propostas relativas ao subsídio de desemprego e investimentos no Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Com o voto contra do Bloco de Esquerda quase certo, o PS focou-se nas propostas do PCP, PEV, PAN e das duas deputadas não inscritas. É o caso, por exemplo, de todos os tipos de lay-off (normal, simplificado e a nova versão do apoio à retoma progressiva): se a nova proposta do PS for aprovada, passarão a pagar os salários a 100% em 2021, tal como exige o PCP.

Em relação ao apoio extraordinário ao rendimento dos trabalhadores, o PS já somou os sócios-gerentes, como exigido pelo PCP e pela direita, e reforçou o valor da prestação. Ainda assim, avança o ECO, as negociações com os comunistas poderão levar a mais mudanças. Há também uma proposta do BE para alterar esta medida, mas o PS não terá negociado com os bloquistas.

No caso do subsídio de penosidade e insalubridade, a divergência entre as propostas do PCP e do PS está no valor a atribui – pode, assim, haver uma conciliação entre as duas partes. Já no subsídio extraordinário de risco no combate à pandemia, a divergência está entre o universo que esta medida abrange: PS foca-se na saúde enquanto o PCP abrange todos os trabalhadores da “linha da frente”.

A proposta do Governo em relação ao subsídio de desemprego previa uma majoração de 10% para as situações que ambos os cônjuges com filhos estão desempregados ou para o parente único num agregado monoparental, mas o PCP quer subir essa percentagem.

Há outros temas negociados entre PCP e PS que vão estar hoje em cima da mesa: os investimentos no Serviço Nacional de Saúde (onde deverá haver acordo), a eliminação do fator de sustentabilidade nas profissões consideradas de desgaste rápido (proposta do PS que responde a uma pretensão do PCP) e a contribuição extraordinária para o setor segurador (cujo desfecho é incerto).

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Explosão suspeita em complexo de edifícios na Suécia causa mais de 20 feridos

Mais de 20 pessoas ficaram feridas, três delas com gravidade, após uma explosão num complexo de edifícios no centro de Gotemburgo, na Suécia. A polícia está a investigar as causas do incidente e admite a …

Costa pode remodelar Governo após choque eleitoral (com Medina à cabeça)

António Costa pode estar a preparar uma remodelação no Governo, com Fernando Medina à cabeça. António Costa já veio negar essa possibilidade. O primeiro-ministro António Costa está preparado para fazer uma remodelação no Governo, após a …

Portugal com mais 600 casos de covid-19 e sete óbitos. Internamentos baixam das quatro centenas

Portugal registou, nas últimas 24 horas, 600 novos casos e sete mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da …

Autárquicas não contaminam processo orçamental. Esquerda chuta eleições para canto e mantém pressão

Depois de uma empolgante noite eleitoral, avizinham-se duas semanas de negociações entre os partidos e o Governo. Os trabalhos de negociação do Orçamento do Estado para 2022 (OE2022) estão mais atrasados do que o habitual devido …

Igreja desaba com a força da lava do vulcão em La Palma

Uma igreja na ilha espanhola de La Palma desabou depois de ter sido atingida pela lava do vulcão que entrou em erupção no passado domingo, dia 19. Após ter escapado por pouco no início da semana …

Homem que tentou matar Ronald Reagan vai ser libertado em 2022

Na altura o homem foi considerado inimputável pela justiça devido a problemas mentais. Depois de ter saído de um hospital psiquiátrico em 2016, John Hinckley Jr vai ficar em liberdade total de 2022. A 31 de …

Coreia do Norte lança "projétil não identificado"

A Coreia do Norte lançou um "projétil não identificado" no mar ao largo da sua costa oriental, disseram esta madrugada os militares sul-coreanos. Tanto o Japão como os Estados Unidos já condenaram o lançamento. A Coreia …

Pandemia, campanha anticomunista ou geringonça? As justificações para a derrota do PCP

Pandemia, campanha anticomunista, geringonça ou outra coisa qualquer? O que justifica a hecatombe do PCP nas duas últimas eleições autárquicas? A noite eleitoral foi um tombo para o PCP, que, além de não ter conseguido recuperar …

"Os eleitores fizeram-se ouvir muito bem". SPD responde à CDU e quer aliança com os Verdes e FDP

Armin Laschet tinha anunciado que a CDU queria liderar o executivo apesar do mau resultado, o que já motivou uma resposta do SPD. O líder dos conservadores está também debaixo de fogo dentro do próprio …

Durante a Administração Trump, CIA terá abordado hipótese de raptar e até assassinar Assange

Em 2017, a CIA terá considerado raptar e discutido planos para assassinar o fundador do WikiLeaks, Julian Assange, atualmente preso em Londres. Membros seniores da CIA discutiram a possibilidade de raptar e de assassinar Julian Assange …