Alberto João Jardim demite-se e diz estar aliviado

PSD Madeira / Flickr

Alberto João Jardim

Alberto João Jardim

Alberto João Jardim entregou, ao final da manhã desta segunda-feira, o seu pedido formal de demissão do cargo de presidente do Governo Regional da Madeira, que ocupava desde março de 1978. À saída disse aos jornalistas que se sente “aliviado” e que estes 36 anos foram “difíceis mas não pesados”.

“Sinto-me aliviado. Foi difícil mas não foi pesado”, declarou Alberto João Jardim, aos jornalistas, à saída do encontro com o representante da República no Funchal. Não foi pesado, esclareceu, “porque o fiz por gosto”.

Apesar de referir que até “abril terá responsabilidades governativas”, Jardim disse que estará até lá em “poder de gestão”, ou seja, “significa poder fazer tudo e mais alguma coisa, menos o que pode ser adiado”.

Refira-se que, esta decisão de Jardim surge um dia depois da aclamação no XV congresso regional do PSD/M do novo líder do PSD/Madeira, Miguel Albuquerque, eleito numa segunda volta de umas eleições internas que se realizaram a 29 de dezembro.

Jardim defendeu que o seu sucessor na liderança do partido o substituísse também no cargo de chefe do executivo madeirense até ao final da legislatura, em outubro, mas Miguel Albuquerque exige a realização de eleições antecipadas para ter “uma base de legitimidade democrática” para governar.

Depois deste encontro com o representante da República, Jardim vai apresentar o mesmo documento do pedido de exoneração do cargo ao presidente da Assembleia Legislativa da Madeira.

Processo de demissão

Esta foi a segunda vez em quase décadas de governação que Alberto João Jardim se demitiu do cargo de presidente do Governo Regional da Madeira.

A 21 de fevereiro de 2007, o líder madeirense apresentou o seu pedido de exoneração ao então representante da República Monteiro Diniz, protestando pelo facto do Governo da República do PS, chefiado por José Sócrates, lhe ter “mudado as regras a meio do jogo”, alterando a Lei das Finanças Regionais, a qual determinou uma redução de 500 milhões de euros nas transferências do Estado para a região.

Nessa ocasião, Jardim voltou a recandidatar-se às eleições regionais antecipadas que sucederam à sua demissão e renovou a maioria absoluta, não tendo, na altura, deixado a liderança do PSD/Madeira.

Alberto João Jardim assumiu a 17 de março de 1978 a presidência do executivo da Madeira, quando tinha 33 anos, e desde então foi sucessivamente eleito, suportado por maiorias absolutas do PSD/Madeira, o partido que liderou desde a sua fundação.

Sobre o seu futuro político, Alberto João Jardim já admitiu a hipótese de ser candidato à Presidência da República, nas eleições de 2016, declarando que o seu objectivo não é substituir Cavaco Silva, mas ter a possibilidade de expor as suas ideias para o país.

Outro cenário que colocou foi ocupar o lugar de deputado na Assembleia da República, apenas por “curiosidade”, visto que foi ao longo dos anos sucessivamente eleito, “sem nunca lá ter posto os pés”.

Esta demissão coloca o cenário de eleições legislativas regionais antecipadas, devendo os madeirenses ser chamados às urnas no início da primavera.

O Presidente da República terá de ouvir os partidos e o Conselho de Estado, seguindo-se a dissolução da Assembleia Legislativa da Madeira (ALM) será dissolvida.

Segundo o Estatuto Político-Administrativo da Madeira, “as eleições têm lugar no prazo máximo de 60 dias e para uma nova legislatura”.

Por outro lado, a lei eleitoral para a ALM estabelece que, em caso de dissolução, o chefe de Estado tem de marcar as eleições “com a antecedência mínima de 55 dias”, pelo que existe apenas uma janela de cinco dias em que se poderão realizar as eleições a partir do momento em que o parlamento madeirense esteja dissolvido.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Como somos parecidos!…
    Quando saio da casa de banho também me sinto muito aliviado, só não tenho tanto jeito para palhaçadas e cantarolices

Numa verdadeira cena à James Bond, homem foge do FBI numa scooter subaquática

Um americano que estava a ser procurado por um suposto envolvimento num esquema de fraude, foi preso na passada segunda-feira, dia 16, após usar uma "scooter marítima" subaquática para tentar fugir do FBI. Quem assistiu ao …

Após quase terem sido extintas, baleias azuis estão a voltar à Geórgia do Sul

A baleia azul regressou às águas em torno da ilha Geórgia do Sul, quase um século depois de este animal ter sido quase extinto pela caça industrial. A remota ilha Geórgia do Sul, perto da Antártida, era …

Manuscritos de "A Origem das Espécies" divulgados online pela primeira vez

Duas páginas originais do rascunho manuscrito de "A Origem das Espécies", de Charles Darwin, foram divulgadas online pela primeira vez. Além disso, foram ainda publicadas cartas e notas de leitura nunca antes vistas. Os documentos foram …

Os videojogos podem ser bons para o bem-estar pessoal, sugere estudo

De acordo com um novo estudo que analisou o comportamento de jogadores e dados fornecidos por empresas de videojogos, o tempo gasto a jogar pode ser bom para o bem-estar pessoal. A Electronic Arts e a …

A MINI criou uma van perfeita que foi pensada para relaxar, usufruir e conviver

A marca de automóveis MINI apresentou o projeto do Vision Urbanaut. Este veículo é uma van completamente moderna e sustentável, pois oferece mais espaço interior e versatilidade, e ainda deixa uma pegada ecológica mínima. Esta van …

Covid-19. Angela Merkel alerta sobre plano de vacinação para países mais pobres

A chanceler alemã, Angela Merkel, alertou os líderes dos países mais desenvolvidos que o progresso no desenvolvimento de um sistema de distribuição de vacinas para nações mais necessitadas tem sido lento e que essa questão …

Explosão em Beirute. Danos segurados rondam mil milhões

As vítimas da explosão que destruiu o porto de Beirute e área circundante, em agosto, apresentaram um total de 14.921 reclamações de seguro, totalizando danos segurados estimados em perto de 1,62 biliões de libras libanesas …

Centenas de pessoas que morreram de covid-19 em Nova Iorque continuam em camiões frigoríficos

Muitos destes cadáveres, que continuam em camiões frigoríficos, são de pessoas cujas famílias não puderam ser localizadas ou que não podem cobrir os custos do enterro. De acordo com o The Wall Street Journal, cerca de …

Bolsonaro responsabiliza estados e municípios por não usarem testes

Mais de 6,8 milhões de testes RT-PCR, adquiridos pelo Ministério da Saúde brasileiro, perderão a validade entre dezembro deste ano e janeiro de 2021. O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, direcionou para estados e municípios a responsabilidade …

Médico presente na sala de emergência revela detalhes da morte de John F. Kennedy

Um médico que estava presente na emergência do Parkland Memorial Hospital, para onde John F. Kennedy (1917-1963) foi transferido depois de ser baleado numa visita política ao estado do Texas, revelou novos detalhes sobre a …