Agricultora com raízes portuguesas quer cultivar plantações com água salgada

(dr) Camila Reveles

Camila Reveles é nascida e criada no Brasil, mas há quatro gerações, o tetravô de Reveles deixou Portugal e mudou-se para a região de Praia Seca, perto do Rio de Janeiro. Com ele trouxe a salicultura — a produção do sal marinho por evaporação solar.

Praia Seca era o sítio perfeito: é um dos lugares mais salgados do mundo. A Lagoa de Araruama, é o maior lago hipersalino do mundo, com uma salinidade de 5,2% — muito mais salgado do que o oceano, que tem 3,2%.

Hoje, a indústria de sal comercial no nordeste do Brasil está a tornar obsoletas as antiquadas salinas solares e, uma a uma, elas foram fechadas, escreve o Free Think.

Reveles quer mostrar que é possível cultivar a terra para algo diferente do sal e dos resorts que hoje surgem nas antigas salinas. No entanto, qualquer agricultor dirá que o excesso de sal transforma inadvertidamente as terras agrícolas em terrenos baldios.

“O meu desejo é cultivar comida sem água doce”, disse, discordando do senso comum. Camila Reveles vê isto como uma boa oportunidade para cultivar colheitas plantas tolerantes ao sal.

Trocado por miúdos, Reveles quer cultivar halófitas — plantas que estão adaptadas a viverem no mar ou próximo dele, sendo tolerantes à salinidade. As algas marinhas são um exemplo de halófitas, mas os brasileiros não estão propriamente habituados a comê-las com a picanha e o feijão preto.

Reveles quer dar passos de bebé. Ela está a cultivar salicórnia, uma planta encontrada em pântanos e consumida na Europa. Assim que os brasileiros se encantarem pelo seu sabor salgado e crocante, Reveles avançará para outras halófitas.

“Ao fazer algo com a salina solar, esta área abundante, estou a tentar mostrar outra perspetiva. Não temos que vender este terreno. Podemos preservá-lo e torná-lo lucrativo”, defende. Até agora tem resultados, com alguns restaurantes locais a utilizarem a salicórnia nos seus menus.

Jose Dinneny, biólogo da Universidade de Stanford, estuda como é que as plantas podem sobreviver em condições adversas com água doce limitada e alta salinidade do solo. Ele diz que será necessário que os futuros agricultores comecem a tomar por exemplo o trabalho de Camila Reveles.

Além disso, com colheitas geneticamente modificadas e a introdução de novas colheitas como comestíveis, podemos ter a hipótese de transformar o problema numa oportunidade.

  Daniel Costa, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Mosteiro medieval abriga o mais completo museu do circo da Europa

Nos salões de um mosteiro medieval na pitoresca localidade de Besalú, em Girona, alojou-se o Circusland - Palácio Internacional do Circo, o primeiro museu profissional da Europa que se dedica ao circo. O espaço conta com …

Livro de estreia de José Saramago publicado em castelhano pela primeira vez

O livro “Terra do Pecado”, que marcou a estreia na ficção de José Saramago, em 1947, vai ser lançado em Espanha na quinta-feira, no que é a primeira vez que a obra está disponível em …

A Citroën concebeu um skate inspirado na mobilidade urbana

O Citroën Skate é uma plataforma de veículos elétricos, totalmente autónoma, que pode ser equipada com diferentes tipos de cápsulas. A plataforma Citroën Skate quer revolucionar o transporte em meio urbano sem que seja necessário um …

Bebeu demais na noite anterior? Não é aconselhado tomar um parecetamol

A combinação de álcool e este tipo de medicação pode sobrecarregar o fígado e provocar danos hepáticos, refere uma especialista. Muitas das vezes cometem-se excessos com o álcool e, tendencialmente, os sintomas de desconforto surgem no …

Portugal 5-0 Luxemburgo | Manita com três de Cristiano

Goleada das grandes. Portugal recebeu o Luxemburgo e não permitiu as mesmas dificuldades do jogo da primeira volta. Aos 17 minutos a formação das “quinas” já vencia por 3-0, com duas grandes penalidades a ajudar, e …

Vantablack. A tinta preta mais preta do mundo já é vendida em peças (que se unem como legos)

Desde a substituição dos ecrãs verdes à pintura dos cenários do teatro, o futuro do entretenimento tem tudo a ver com a Ventablack - a cor preta mais preta do mundo. Nenhuma cor - ou, melhor …

Itália vai exigir passaporte sanitário a todos os trabalhadores a partir de sexta-feira

O primeiro-ministro italiano, Mario Draghi, assinou hoje um decreto com as normas sobre a obrigatoriedade de os funcionários públicos exibirem o passe sanitário a partir de 15 de outubro nos locais de trabalho, medida que …

Está criado o primeiro iPhone com entrada USB — pelas mãos de um estudante de robótica

Ken Pillonel é estudante do mestrado em robótica do Swiss Federal Institute e implementou um sistema que daqui a uns meses pode tornar-se regra nos dispositivos da marca da maçã. Numa altura em que a União …

Autópsia revela que Gabby Petito morreu por estrangulamento. Namorado continua desaparecido

A autópsia ao corpo de Gabby Petito revela que a jovem foi estrangulada. O namorado, Brian Laundrie, que a acompanhava na viagem, continua desaparecido. Além de revelarem o motivo da morte da norte-americana, as autoridades também …

F1: piloto do carro médico continua a recusar vacina (e português beneficia)

Alan van der Merwe não esteve no Grande Prémio da Turquia e, provavelmente, não vai estar em mais nenhuma corrida em 2021. Um português foi chamado para o Grande Prémio da Turquia, na Fórmula 1: Bruno …