Agressor sexual libertado em março detido novamente por crimes de violação

JSM / APAV

A Polícia Judiciária deteve na madrugada desta sexta-feira um português por quatro crimes de violência sexual. O suspeito tinha sido libertado em março, depois de cumprir uma pena de 10 anos de prisão.

Um português de 38 anos, que tinha sido libertado em março, foi detido novamente na madrugada desta sexta-feira, por quatro crimes de violação cometidos só no mês de abril.

Em comunicado enviado às redações, a Polícia Judiciária (PJ) adianta que o suspeito é um homem português que estava em liberdade há cerca de um mês, depois de ter cumprido uma pena de prisão de dez anos, na sequência de uma condenação pela prática de crimes de natureza sexual. Além do crime de violação, o suspeito é também acusado dos crimes de rapto, coação sexual e roubo.

O modus operandi do agressor passava, de acordo com a PJ, pela “realização de viagens em transportes públicos na cidade de Lisboa, durante os períodos da noite e da madrugada, observando as potenciais vítimas”.

“Quando estas saíam em determinada paragem, o suspeito saía também e perseguia as vítimas, abordando-as posteriormente com violência e coagindo-as a acompanhá-lo até locais isolados onde consumava as circunstâncias da agressão sexual, chegando por vezes a subtrair bens e quantias monetárias que aquelas tivessem na sua posse”, refere o comunicado.

Durante a investigação destes crimes, todos cometidos em abril, foi ainda identificado um potencial “crime idêntico, ocorrido em abril de 2016, durante uma saída precária do arguido“.

Além disso, as autoridades admitem que estes quatro casos podem não ter sido os únicos. “Decorrem diligências de pesquisa e recolha de informação tendente a determinar a eventual existência de outras notícias de crimes de natureza sexual que possam ter sido praticadas pelo suspeito ora detido”, lê-se no documento.

O agressor já “foi presente a primeiro interrogatório judicial”, que determinou as medidas de coação. O arguido vai aguardar pelos avanços no processo em prisão preventiva.

Segundo o Relatório Anual de Segurança Interna, os crimes de violação aumentaram no ano passado: foram registados em 2018 um total de 421 crimes de violação, mais 13 do que em 2017.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Quantas mais vítimas (eventualmente mortais) terão de haver para que os JUÍZES AJUÍZEM ADEQUADAMENTE, por forma a manter os cidadãos mais seguros?

RESPONDER

Web Summit: Câmara de Lisboa terá que pagar mais 4,7 milhões de euros para assegurar edição deste ano

A Câmara de Lisboa vai discutir na quinta-feira alterações ao acordo para a realização da Web Summit, entre as quais o pagamento de mais 4,7 milhões de euros e o adiamento da expansão da Feira …

Business Insider: "Lisboa foi feita para o Instagram"

"Lisboa é cool." Hillary Hoffower, jornalista do Business Insider, apaixonou-se e descreveu a capital portuguesa num artigo em que diz entender porque é que Lisboa se tornou no "destino mais popular entre millenials em 2019". Hillary …

Bolsonaro prestes a deixar PSL. Partido da IURD na corrida para o receber

Em rota de colisão com o seu atual partido, o Partido Social Liberal (PSL), o Presidente brasileiro Jair Bolsonaro equaciona romper e já recebeu cinco convites de partidos de pequeno e médio porte, admitiu a …

Antigo ministro Pedro Mota Soares assume liderança da Apritel

O ex-ministro e ex-deputado do CDS foi o escolhido para liderar a Apritel, a associação que representa as principais operadoras de telecomunicações, como a Meo, a Nos e a Vodafone. O novo secretário-geral da associação …

E depois de Cristas? CDS atira congresso de sucessão para 2020

A direção nacional do partido vai propor que o Congresso, que decidirá a liderança do CDS, seja apenas em janeiro, apesar de Assunção Cristas ter manifestado vontade de que fosse ainda este ano. O CDS-PP reúne …

Hong Kong. Deputados pró-democracia forçam Carrie Lam a discursar à porta fechada

A chefe do Executivo de Hong Kong foi esta quarta-feira obrigada a discursar à porta fechada, depois ter sido impedida de falar no parlamento por deputados pró-democracia, que exibiram cartazes e projetaram um vídeo. O discurso …

CP recebeu injeções de 1800 milhões de euros do Estado nos últimos três anos

Nos últimos três anos, o Estado fez 17 operações de reforço de capital na CP, na ordem dos 1,8 mil milhões de euros. Estes serviram principalmente para pagar dívidas da empresa a privados e ao …

Imposto Mortágua foi aplicado a 75 mil contribuintes

O novo escalão do Adicional ao IMI, que prevê a aplicação de uma taxa de 1,5% sobre o valor patrimonial dos imóveis que ultrapasse os dois milhões, chegou a 331 contribuintes. Ao todo, o imposto …

Preço da luz vai descer 18 cêntimos no mercado regulado

Os preços da eletricidade no mercado regulado vão voltar a descer em 2020, segundo a proposta avançada esta terça-feira pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE). Esta terça-feira, a ERSE propôs uma atualização em baixa de …

Portugal teve perdas fiscais de 900 milhões de euros por menor tributação do gasóleo

A tributação ao gasóleo é mais baixa do que os impostos à gasolina. A diferença entre os dois combustíveis leva a perdas de 900 milhões de euros ao Estado. Quem abastece um carro a gasóleo na …