Agência de Energia Atómica vai usar técnicas nucleares para criar arroz resistente ao clima

A Agência da ONU para a Energia Atómica e o Fundo da Organização dos Países Exportadores de Petróleo para o Desenvolvimento Internacional estão a trabahar em conjunto para apoiar os agricultores da Ásia.

A Agência Internacional de Energia Atómica, IAEA, anunciou o lançamento de um programa que vai aplicar técnicas nucleares para ajudar países asiáticos em desenvolvimento a lidar com os efeitos das mudanças climáticas. Um outro programa irá procurar formas de diagnóstico rápido de doenças que afectam o gado, como a febre aftosa.

A iniciativa da IAEA, que visa promover melhores práticas agrícolas, faz parte de uma parceria com a OPEP, Fundo da Organização dos Países Exportadores de Petróleo para o Desenvolvimento Internacional, que recentemente disponibilizou um financiamento de 600 mil dólares para a realização dos dois programas.

Em nota, a IAEA refere que do montante disponibilizado pela organização, 400 mil dólares serão usados para apoiar agricultores do Bangladesh, Camboja, Laos e Nepal a cultivar um modelo de arroz resistente aos efeitos das mudanças climáticas.

Nos últimos anos, os quatro países asiáticos, que produzem 90% do arroz do mundo, viram a sua produção reduzida devido a pragas de insectos, doenças das plantas, inundações e secas extremas, fenómenos associados ao aumento das temperaturas.

Segundo a agência nuclear das Nações Unidas, as mudanças de temperatura têm tido também um efeito sobre a subida do nível do mar, o que aumenta a salinidade e reduz a fertilidade do solo nas áreas costeiras.

A agência da ONU pretende que os cientistas usem técnicas nucleares para ajudar os agricultores a melhorar as práticas de gestão de água e optimizar o uso de fertilizantes para obter melhores rendimentos a baixo custo.

Essas técnicas também vão permitir reduzir as emissões de gases de efeito estufa provenientes da produção de arroz, o que poderá aumentar a segurança alimentar da população rural nos países asiáticos.

Os restantes 200 mil dólares serão canalizados para desenvolver testes para o diagnóstico precoce da febre aftosa e outras doenças que afectam o gado no Cambodja, no Laos, em Mianmar e no Vietname. A IAEA irá também treinar veterinários dos quatro países no uso de técnicas nucleares para detecção rápida destas doenças.

Suleiman Jasir Al-Herbish, director-geral do Fundo da OPEP para o Desenvolvimento Internacional, mostrou-se satisfeito com a iniciativa.

“Os dois projectos vão ajudar a melhorar a segurança alimentar e, em última instância, o crescimento socio-económico, dois elementos essenciais da Agenda 2030, de desenvolvimento sustentável”, definido pelas Nações Unidas”, disse Al-Herbish.

PARTILHAR

RESPONDER

14 polícias mortos em ataque de guerrilhas. EUA anunciam sanções a empresa do Myanmar

Pelo menos 14 polícias perderam a vida este sábado no noroeste do Myanmar (antiga Birmânia) durante um ataque coordenado por várias guerrilhas étnicas, noticiaram meios de comunicação locais. O ataque, que deixou pelo menos cinco oficiais …

Sérgio Conceição criticou calendário da Liga (e arrasou jornalista da CMTV)

Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, deu um raspanete a um jornalista da CMTV e apontou o dedo à Liga Profissional pela falta de tempo de descanso da sua equipa entre os jogos da Liga …

Mais 601 casos e seis óbitos em Portugal. Internamentos descem

Portugal registou, este sábado, mais seis mortes e 601 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da Direção-Geral da Saúde …

Amadora-Sintra contratualiza mais 480 cirurgias com hospital privado para recuperar listas de espera

O Hospital Fernando da Fonseca (HFF), no distrito de Lisboa, contratualizou com uma unidade de saúde privada a realização de 480 cirurgias de doentes que necessitam de internamento e estão em lista de espera há …

Depois das máscaras e do gel, autotestes à covid-19 também vão ser dedutíveis no IRS

Os autotestes à covid-19 que estão à venda em farmácias e parafarmácias vão ser dedutíveis no IRS. Para isso, é preciso pedir o número de identificação fiscal (NIF) na fatura no momento da compra. De acordo …

Governo estuda cartão eletrónico para apoiar carenciados. Reduz fraudes (e pode beneficiar comércio local)

Portugal está a avaliar adotar uma solução de apoio alimentar a pessoas carenciadas através de cartões eletrónicos ou vouchers. De acordo com o Dinheiro Vivo, que avança a notícia este sábado, o Ministério do Trabalho, Solidariedade …

Enquanto Merkel coordena estados para travar terceira vaga, os britânicos já podem “pensar” nas férias de verão

O governo federal alemão está a planear aprovar uma nova legislação que lhe permitirá assumir o controlo dos estados e impor restrições uniformes em todo o país. O anúncio foi feito esta sexta-feira, segundo o Deutsche …

A montanha pariu um rato? (Ou nem tanto) Sócrates ainda arrisca 12 anos de prisão

José Sócrates livrou-se dos crimes de corrupção na Operação Marquês, mas o juiz Ivo Rosa acusou declaradamente o ex-primeiro-ministro de se ter "vendido" ao amigo Carlos Santos Silva. Só que o crime já prescreveu e, …

China multa Alibaba em 2,33 mil milhões de euros por violações antimonopólio

As autoridades chinesas multaram o gigante' de comércio online Alibaba em 18,2 mil milhões de yuan (equivalente a 2,33 mil milhões de euros) por abuso de posição dominante, noticiou este sábado a imprensa estatal na …

PSD disse "não" ao Chega no continente, mas não nos Açores. Rio teme "impacto nacional"

O PSD rejeitou acordos autárquicos com o Chega no continente e a possibilidade de coligações no arquipélago dos Açores entram em choque frontal com política autárquica da direção do partido de Rui Rio. Na quarta-feira, quando …