Mais cinco minutos? Adiar o despertador não é uma boa ideia

Mais cinco minutos na cama ou acordar mal toque o despertador? Apesar de esse cochilo parecer inofensivo, a verdade é que adiar o despertador não é uma boa ideia.

Se faz parte da equipa dos mais preguiçosos, que insiste em ficar mais cinco minutos na cama antes de se levantar para viver um novo dia, saiba que não está a fazer a escolha mais acertada – pelo menos para o seu cérebro.

A maioria das pessoas já usou o botão “adiar despertador” pelo menos uma vez na vida, convencidas de que mais alguns minutos debaixo dos cobertores as fariam organizar os pensamentos e acordar para a realidade. Mas não é bem assim.

Num artigo no The Conversation, Steven Bender, um especialista em dor facial, começou por explicar que, apesar de em muitas pessoas este adiar do despertador significar uma ação isolada que acontece muito esporadicamente, para alguns tornou-se num hábito que pode mesmo significar um problema significativo do sono.

O sono deficiente tem sido associado a vários distúrbios de saúde, entre os quais a pressão alta, problemas de memória ou até mesmo problemas no controlo do peso. Bender descobriu que muitos dos seus pacientes que sofrem de dor crónica sofrem também de vários distúrbios do sono.

Apesar de não existirem estudos científicos que analisem em pormenor a questão do botão “adiar despertador”, o especialista alerta que prolongar forçadamente o sono depois de termos acordado com o primeiro alarme não é saudável. O relógio natural do nosso corpo regula as funções através dos conhecidos ritmos circadianos – mudanças físicas, mentais e comportamentais que seguem um ciclo diário.

A maior parte dos adultos precisa de sete horas e meia a oito horas de sono por noite. Este intervalo permite gastar o tempo necessário e adequado a cada estágio do sono, conhecidos como non-rapid eye movement sleep (sono NREM) e rapid eye movement sleep (sono REM).

Segundo Steven Bender, a primeira parte das nossas noites é dedicada ao sono NREM, um sono mais profundo, e a última parte consiste principalmente no sono REM. A manutenção desta estrutura bem definida é importante para um sono reparador. Se este processo for perturbado, tendemos a despertar ainda cansados.

São vários os fatores que podem perturbar os ciclos do sono, desde o uso de dispositivos eletrónicos, álcool e até problemas respiratórios. O uso destes botões que adiam o nosso despertador matinal não é uma mais-valia na medida em que atrasar o nosso despertar não nos dá um sono reparador.

Pelo contrário: adiar o despertador pode mesmo confundir o nosso cérebro ao iniciar o processo de segregar neuroquímicos que causam a ocorrência do sono. Se quer mesmo acordar bem disposto, o melhor é definir um horário específico e levantar-se de imediato da cama.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Naaaaaaaa, isso é treta!
    Eu prefiro continuar a ir acordando, do que me levantar logo!
    Hoje dizem uma coisa amanha já dizem que afinal há evidencias de que quem adia o levantar afinal tem benefícios ao nível do coiso e tal e mais do não sei o quê.

Preços das casas devem descer neste ano (e deixam a banca em risco)

Após se terem aguentado mais ou menos estáveis em 2020, apesar da pandemia de covid-19, os preços das casas devem começar a descer neste ano com o prolongar da crise sanitária. Uma situação que preocupa …

Sem promessas para 2022, Governo admite criar “escalões intermédios” na Função Pública

A ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão, admitiu, em entrevista ao ECO, rever a tabela salarial da Função Pública e criar “escalões intermédios para as progressões intermédias”. Em entrevista ao jornal …

@AnaMartinsGomes. A gladiadora do Twitter é candidata a Belém

Se há arena onde a candidata socialista a Belém se sente confortável, é o Twitter. Palco de grandes partilhas e encruzilhadas, é inegável que essa rede social marca o caminho da diplomata. Ana Gomes é conhecida …

Rui Rio apela ao Governo por "confinamento a sério" e lembra que este "não existe para ser popular"

Rui Rio desafia o Governo a "impor um confinamento a sério em nome do interesse nacional". Na sua conta no Twitter, o líder do PSD escreve que "um Governo não existe para ser popular mas …

FC Porto ameaça não ir a jogo. Sporting acusa "dragões" de "pressão inaceitável"

O Sporting acusou segunda-feira o FC Porto de estar a "pressionar, de forma absolutamente inaceitável, as autoridades da Saúde e a Liga" para que Nuno Mendes e Sporar falhem hoje as meias-finais da Taça da …

Empresas de comércio e serviços propõem suspensão de alguns impostos

Com o novo confinamento geral, a maioria das empresas de comércio e serviços volta a fechar portas. Por isso, pedem-se mais apoios ao Governo, considerando que os já anunciados são insuficientes. Em declarações à rádio Renascença, …

Benfica anuncia surto de 17 casos e pode parar por duas semanas

Foram identificados 17 novos casos de covid-19 no SL Benfica. Em comunicado, o clube remete à DGS a decisão de parar durante duas semanas. O Benfica detetou 17 novos casos de covid-19 entre jogadores, equipa técnica …

Estátua de mulher da elite pré-hispânica encontrada no México

Uma estátua, com 500 anos, de uma jovem mulher com um grande ornamento na cabeça foi descoberta, no início de janeiro, no centro do México. De acordo com o site Live Science, a estátua de dois …

No último adeus à Casa Branca, Trump vai perdoar 100 pessoas (e manifestantes do Capitólio também querem)

O Presidente cessante dos Estados Unidos Donald Trump deverá emitir mais de 100 indultos presidenciais esta terça-feira, durante as suas horas finais na Casa Branca, mas não se pode perdoar a si mesmo ou à …

Sindicato revela que a TAP propôs o despedimento de 458 pilotos

O Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) informou, esta segunda-feira, que a TAP apresentou uma contraproposta que inclui a dispensa de 458 pilotos, redução de remunerações e supressão de cláusulas do acordo de empresa. Em …