Adeptos que viajem ao Brasil devem ir ao médico quanto antes

Tânia Rêgo / ABr

-

O  investigador Kamal Mansinho apelou hoje a quem planeie deslocar-se ao Brasil para acompanhar o Mundial que acorra rapidamente a uma consulta do viajante para minimizar os riscos de doenças como a dengue, mas não só.

“A dengue é uma das várias situações para a qual os viajantes que forem ao Brasil para o mundial devem ser aconselhados”, disse o cientista do Instituto de Higiene e Medicina Tropical (IHMT) de Lisboa, sublinhando que num país tão vasto como o Brasil os riscos dependem das regiões a visitar.

Malária, febre-amarela e sarampo são alguns dos riscos a que se sujeita quem viaja para o Brasil, e a prevenção pode não ser eficaz se não for feita antecipadamente, alertou Kamal Mansinho.

“Muitas vezes os nossos viajantes acorrem às consultas com menos tempo do que precisam para terem as vacinas feitas em dia”, disse o especialista.

A ida atempada a uma consulta do viajante é muito importante, reiterou, “para que em nenhuma das partes [clínicos e viajantes] fique a angústia” de que as pessoas possam não ter ainda anticorpos neutralizantes de algumas doenças.

Sobre a atual preocupação com a dengue, numa altura em que existe um surto na cidade de Campinas, onde estará alojada a seleção de Portugal, Kamal Mansinho sublinhou que é preciso que as pessoas estejam alertadas de que se trata de uma doença transmitida através da picada de um mosquito, pelo que é importante o uso de repelentes de insetos e de roupa que cubra o máximo possível de superfície corporal ao longo de todo o dia.

Reiterou que o risco de contrair dengue não é igual e todo o Brasil, sendo teoricamente maior em cidades como Fortaleza, Natal e Salvador, onde o pico de dengue se prevê que possa ocorrer no período em que decorre o mundial.

No entanto, “há sempre um grau de imprevisibilidade”, como se comprovou com o surto de Campinas, recordou Mansinho, lembrando que a região registou 6.000 casos de dengue em 2013, enquanto este ano, só até 01 de junho, já houve 35.184 casos.

Questionado sobre as declarações do diretor-geral de Saúde, Francisco George, que na segunda-feira disse à Lusa que a curva epidémica de dengue em Campinas está em fase decrescente, Kamal Mansinho confirmou ser essa a estimativa das autoridades brasileiras.

No entanto, sublinhou que surtos deste género “devem ser acompanhados a cada momento”, não sendo aconselhável “fazer extrapolações a longo prazo, mesmo que o longo prazo seja de duas ou três semanas”.

E reiterou que a dengue — que na maior parte dos casos não provoca sintomas ou provoca sintomas ligeiros, mas pode matar – não é a única preocupação para quem decidir ir ao Mundial.

“Quem viaje para o Brasil que tem de estar atendo a acidentes rodoviários, a doenças transmissíveis pela água e pelos alimentos” e até mesmo à gripe, já que a época da gripe está em curso na região e haverá pessoas em maior risco que deveriam ser vacinadas para evitar complicações.

A dengue é uma doença febril transmitida pela picada de um mosquito e que causa febre elevada, dores musculares, dores de cabeça e pode deixar a pessoa incapacitada pela intensidade das dores.

Se desenvolverem um quadro febril e precisarem de medicamentos para controlar a febre, os doentes deverão tomar paracetamol e não aspirina ou anti-inflamatórios não esteroides.

Grande parte das pessoas que entram em ambiente em que haja transmissão de dengue podem ser infetadas e não desenvolverem sintomas; há uma pequena percentagem de pessoas que desenvolverão este quadro febril e uma mais pequena percentagem de pessoas em risco de desenvolverem formas mais graves, com algumas complicações que podem ser mortais.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

PayPal resiste à pandemia. Volume de pagamentos cresce 30% no segundo trimestre

O volume de pagamentos através do PayPal cresceu 30% no segundo trimestre. A empresa parece resistir à pandemia de covid-19, que abalou o setor das viagens, cujos pagamentos estão muitas vezes associados a meios eletrónicos. …

Quatro pessoas morreram nos Estados Unidos depois de beberem desinfetante para as mãos

Quatro pessoas morreram nos Estados Unidos depois de ingerirem desinfetante para as mãos à base de álcool, revelou um relatório do Centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) do país esta quarta-feira publicado. De …

Jim Hackett deixa a Ford após três anos de liderança

Ao fim de três anos como CEO da Ford, Jim Hackett será substituído por Jim Farley. Um mandato que fica marcado por problemas financeiros, de produção e pela morte dos três volumes e utilitários. O mandato …

Covid-19: Portugal tem mais 186 casos e quatro pessoas morreram desde sexta-feira

Portugal regista hoje mais quatro mortos e 186 novos casos de infeção por covid-19 em relação a sexta-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o relatório da DGS sobre a situação …

Versão americana da Eurovisão chega em 2021

O Festival Eurovisão da Canção — o maior espetáculo de entretenimento televisivo do mundo — vai chegar aos Estados Unidos no final do próximo ano. A novidade foi divulgada, esta sexta-feira (7), em comunicado oficial. A …

Contratações na TVI após apoios financeiros "suscitam preocupação"

O professor universitário e ex-ministro Miguel Poiares Maduro manifestou "preocupação" relativamente às contratações na TVI, da Media Capital, grupo que beneficia do apoio do Estado, através da compra antecipada de publicidade institucional. Em entrevista à Lusa, …

Invocando Sá Carneiro, Miguel Albuquerque também defende diálogo entre PSD e Chega

O Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, defendeu que o PSD deve dialogar com vários partidos, incluindo o Chega de André Ventura. Depois de Rui Rio admitir em entrevista à RTP que poderá vir …

Sobe para 18 o número de mortos no acidente de avião na Índia

As autoridades indianas atualizara para 18 o número de mortes no acidente com o avião da Air India Express, que voava do Dubai para Kozhikode, no sul da Índia, e que se partiu em dois …

Luz verde para reabertura de centros de dia. DGS sugere dois metros de distância entre idosos

Os centros de dia vão poder reabrir a partir de 15 de agosto, mas de forma faseada e condicionados a uma avaliação prévia da Segurança Social e entidade de saúde local sempre que funcionem juntamente …

Vacina russa para a covid-19 preocupa cientistas. País pode estar a saltar etapas

Países de todo o mundo continuam na corrida por uma vacina contra a covid-19. A Rússia diz estar prestes a anunciar a vacina, deixando preocupada a comunidade científica, ao passo que Itália avança para os …