Adeptos ingleses causam desacatos no Porto. PSP obrigada a intervir

Dois adeptos ingleses foram detidos depois de agredirem elementos da PSP no Porto, que tentavam por fim a conflitos que estavam a ocorrer na Praça da Liberdade, disse à agência Lusa fonte policial.

“Ocorreu uma desordem entre adeptos ingleses e alguns portugueses, registaram-se agressões e a PSP foi obrigada a intervir. Quando ocorreu a intervenção, os adeptos ingleses viraram-se contra a polícia e agrediram mesmo dois agentes”, disse Alexandre Coimbra, porta-voz da PSP.

Segundo a mesma fonte, a PSP deteve dois adeptos ingleses que agrediram os agentes policiais, que sofreram ferimentos ligeiros, e identificou um terceiro elemento.

O caso ocorreu pelas 20h20, na Praça da Liberdade, no Porto, durante o jogo da seleção portuguesa frente à Suíça, em partida das meias-finais da Liga das Nações, que terminou com a vitória de Portugal por 3-1, com um hat-trick de Cristiano Ronaldo.

Os adeptos ingleses, alguns deles visivelmente embriagados de acordo com o Jornal de Notícias, outros com foguetes, concentraram-se na Praça da Liberdade, na zona onde foi montado um ecrã gigante que permitirá acompanhar os jogos da Liga das Nações.

Na quinta-feira, Holanda e Inglaterra vão disputar a outra meia-final da competição, com jogo agendado para as 19h45, no estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães.

Liga das Nações obriga agentes a semana de 90 horas

A Liga das Nações em futebol obriga agentes da PSP a semana de mais de 90 horas. A denúncia é da Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP), que acusa o Governo de esquecer os agentes, na preparação da segurança da prova.

À Rádio Renascença, o sindicalista Paulo Rodrigues defende que os profissionais não estão a ser respeitados. Paulo Rodrigues concorda com o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita: é preciso ir mais longe na formação dos polícias.

“Esta semana em que há Taça das Nações, estamos a falar de um evento que já se sabe que se vai realizar em Portugal há cerca de um ano e não houve a capacidade do Governo encontrar formas de não deixar que a grande maioria dos polícia da zona norte trabalhe mais de 90 horas durante esta semana e, ainda por cima, nem sequer ter pensado numa compensação para esses profissionais que vão trabalhar todos os dias, de segunda a sexta, e não foi considerado sequer uma pequena compensação já que vão trabalhar tantas horas”, afirma o sindicalista.

O presidente da Associação Sindical dos Profissionais da Polícia defende a necessidade de mais condições para um melhor trabalho dos agentes da PSP.

A formação nunca é demais, no entanto, não podemos esquecer que muitas vezes a intervenção que não vai ao encontro daquilo que se pretendia, não é por responsabilidade dos polícias, mas sim, como diz também a Inspeção-Geral da Administração Interna, por falta de efetivos, por falta de enquadramento hierárquico, por falta de condições de trabalho. É preciso é repensar a organização da PSP e o modelo que existe atualmente”, defende Paulo Rodrigues.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Ministra da Insensibilidade Social". CDS pede a demissão de Ana Mendes Godinho

O CDS criticou este sábado a reação da ministra a Solidariedade Social à morte de 18 idosos num lar em Reguengos de Monsaraz e considerou que Ana Mendes Godinho desvaloriza o impacto da pandemia nos …

Esgotos de dois milhões de portugueses monitorizados para prever segunda vaga de covid-19

Os esgotos de dois milhões de portugueses estão a ser monitorizados para detetar a eventual presença do vírus da covid-19 e prever uma nova vaga. O Jornal de Notícias avança este sábado que a análise está …

Covid-19. Mais 198 infetados e 3 mortes em Portugal

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 198 casos de infeção por covid-19 e três óbitos, de acordo com o boletim epidemiológico publicado pela Direção-Geral da Saúde (DGS). O boletim epidemiológico Direção-Geral da Saúde (DGS) desde …

Média já divulgaram publicidade institucional (mas Estado ainda não lhes pagou)

O Sindicato dos Jornalistas lamentou esta sexta-feira que o Governo não tenha disponibilizado os 15 milhões de euros relativos à compra antecipada de publicidade institucional, vincando que o executivo está em dívida com as empresas …

Autoridades admitem que extrema-direita vá vigiar manifestações antifascistas de domingo

A Frente Unitária Antifascista anunciou que vai organizar no próximo domingo duas manifestações - uma Lisboa (Praça Luís de Camões) e outra no Porto (Avenida dos Aliados). O mote é a luta contra o fascismo. Estas manifestações …

Marcelo não entende por que Portugal continua na "lista negra" do Reino Unido (e leu os relatórios de Reguengos)

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse, em declarações transmitidas pela RTP3, que não entende porque é que Portugal continua na "lista negra" do Reino Unido. Em declarações transmitidas pela RTP3 a partir de …

Estado só recuperou 21% dos créditos tóxicos do BPN

O Estado apenas recuperou 21% dos créditos tóxicos do Banco Português de Negócios, que derivaram da nacionalização da instituição bancária em 2008. Até final de 2019, o Estado só conseguiu recuperar 21% da carteira de créditos …

Novas matrículas "só" vão durar 45 anos (por causa das palavras obscenas)

O novo formato de matrículas entrou em vigor a 2 de março. As novas matrículas vão durar menos tempo do que poderiam porque não serão usadas combinações “que possam formar palavras ou siglas que se …

Novo lay-off conta apenas com 1% das adesões do simplificado

O sucedâneo do lay-off simplificado conta apenas com 1.268 adesões nas primeiras duas semanas. Este valor é apenas 1% do número de empresas que acederam ao primeiro apoio. Nas primeiras duas semanas desde a sua implementação, …

Trump promove falsa teoria de que Kamala Harris não nasceu nos EUA (e que não será elegível para vice)

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que ouviu que Kamala Harris, candidata democrata à vice-presidência da Casa Branca, não era elegível para o cargo, com base num boato que sugeria que pode não …