Açorianos que passem férias nas ilhas do arquipélago vão receber 150 euros

O Governo dos Açores irá apoiar com até 150 euros os açorianos que pretendam passar férias noutras ilhas que não a de residência, mediante exigências ao nível do alojamento, refeições e atividades, para mitigar os efeitos da covid-19.

O anúncio foi feito pela secretária regional do Turismo, Ambiente e Energia, Marta Guerreiro, durante a apresentação do programa “Viver Açores”, que decorreu na terça-feira na cidade da Horta, na ilha do Faial.

“O incentivo é atribuído uma única vez, por duas vias: aérea e marítima, abrangendo, além do transporte, a aquisição de serviços de alojamento, alimentação, atividades turísticas, aluguer de viatura e despesas de reserva”, assinalou a governante.

O valor de 150 euros é atribuído no caso de o passageiro optar pelo transporte aéreo, sendo que, no caso das crianças entre os 2 e os 12 anos, a verba baixa para os 100 euros. Caso a deslocação seja realizada por via marítima, o limite máximo do apoio é de 100 euros e de 70 euros no caso das crianças entre os 2 e os 12 anos.

A secretária destacou que em ambas as situações o incentivo tem uma “majoração de 25 euros se o beneficiário recorrer ao aluguer de viatura“.

Para a atribuição do apoio existem “requisitos mínimos obrigatórios”, como a aquisição de três noites em “empreendimento turístico, alojamento local ou pousada da juventude” numa localização em ilhas que não a de residência.

Existem também as exigências da aquisição de três refeições em restaurante no valor mínimo de 15 euros por pessoa e da compra de uma “atividade turística” no valor mínimo de 30 euros por pessoa.

As duas últimas obrigações, quanto à aquisição de refeições e atividades, não abrangem crianças entre os 2 e os 12 anos.

“É neste contexto de retoma económica e social da região, após o confinamento imposto pela pandemia covid-19, que se justifica o relançamento da atividade turística, em primeiro lugar no contexto regional”, afirmou Marta Guerreiro.

A secretária regional destacou que o programa, que custará cerca de 1,75 milhões de euros aos cofres do Governo Regional, é uma forma de os açorianos “vivenciarem realidades, culturas e ambiências distintas”.

“Afetámos 1,75 milhões de euros a esta campanha, para que os açorianos possam optar este ano pela descoberta destas nossas maravilhosas ilhas, fazendo férias na região, enquanto mais uma estratégia presente nas medidas de retoma gradual que o executivo tem levado a cabo”, destacou.

Para obter o apoio, os interessados deverão preencher um formulário num período de 21 dias antes da realização da viagem, em que deverão garantir que a viagem é de finalidade turística.

Após a viagem, o passageiro deverá apresentar os comprovativos das despesas, sendo o valor do apoio pago no prazo de 10 dias após a validação dos documentos.

O preenchimento do formulário e a submissão das despesas são realizados através da plataforma eletrónica www.viverosacores.azores.gov.pt.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Maldivas ponderam oferecer vacinas aos turistas

As Maldivas estão a ponderar dar aos turistas a vacina contra covid-19 quando chegarem para férias, de modo a incentivar o turismo. As Maldivas estão prontas para enfrentar a concorrência acessa assim que o turismo reabrir …

SOS Racismo diz que SEF atentava contra direitos dos imigrantes e aplaude extinção

O Governo decidiu extinguir o SEF e substituí-lo pelo novo Serviço de Estrangeiros e Asilo, com diferentes moldes de funcionamento. A associação SOS Racismo congratulou-se este sábado com a extinção do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras …

Vem aí a Transporter, a van elétrica (e totalmente autónoma) para serviços de entregas

A Mobileye, uma subsidiária da Intel, fechou uma parceria com a startup Udelv para lançar um serviço de entregas em grande escala e com veículos totalmente autónomos já em 2023. A Mobileye, uma subsidiária da Intel …

Ensino à distância roubou a muitos universitários a licenciatura de que estavam à espera

A pandemia de covid-19 obrigou o ensino superior a reinventar-se e se alguns cursos conseguiram adotar o modelo online sem prejuízos, noutros casos o ensino a distância impediu aulas práticas, roubando aos estudantes a licenciatura …

Fernando Medina de pedra e cal em Lisboa. Carlos Moedas não ameaça socialista

Numa sondagem feita pela Intercampus para o jornal Novo, a coligação PSD-CDS surge mais de 20 pontos percentuais abaixo do provável recandidato socialista.  Fernando Medina poderá reforçar em cinco pontos percentuais a votação que teve em …

No Brasil, mais de 40 pessoas foram vacinadas por engano contra a covid-19

O caso está a gerar polémica no Brasil, uma vez que, entre o grupo vacinado, está uma grávida e crianças com idades entre os seis meses e seis anos. Um total de 46 pessoas que precisavam …

O último adeus ao príncipe Filipe, duque de Edimburgo

O funeral do príncipe Filipe, que faleceu há uma semana com 99 anos, esteve em preparação durante 18 anos. O próprio duque de Edimburgo esteve envolvido no seu último adeus, que se realizou este sábado …

Qual foi o dia "mais aborrecido" da História? Um cientista de computação respondeu

Qual foi o dia mais aborrecido da História? Em 2010, um cientista de computação decidiu investigar e chegou a uma resposta: 11 de abril de 1954. Em 2010, o cientista de computação William Tunstall-Pedoe decidiu usar …

Democratas norte-americanos pedem que Biden negue fundos para a Amazónia devido à atitude de Bolsonaro

A poucos dias de Joe Biden se encontrar com Jair Bolsonaro, o Presidente norte-americano foi instado pelos senadores a condicionar o apoio à redução da desflorestação na Amazónia. Democratas do Senado norte-americano enviaram esta sexta-feira uma …

Raúl Castro abandona liderança do partido comunista de Cuba

A família de Fidel Castro vai abandonar o comando do país. Raúl Castro confirmou que vai deixar o cargo de chefe do partido comunista de Cuba, num congresso do partido que decorreu na sexta-feira, em …