Ações do patrão da Groundforce estão dadas como penhor também ao Novo Banco

Fernando Veludo / Lusa

As ações de Alfredo Casimiro na Groundforce estão dadas como penhor em dois bancos: no Montepio e no Novo Banco. Isto impossibilitou um acordo inicial com o Governo.

O patrão da Groundforce, Alfredo Casimiro, foi pressionado pelo Governo para responder até esta terça-feira à proposta de nacionalização parcial apresentada pela TAP – e assim o fez. O maior acionista da Groundforce aceita “considerar um aumento de capital” da empresa, mas em condições diferentes daquelas propostas pela companhia aérea portuguesa.

Casimiro quer que o aumento de capital seja “reservado a acionistas” e que as novas ações sejam subscritas a um valor por ação baseado uma avaliação de 2018 feita pela Sycomore, mas ajustado à perda de valor por causa da crise de covid-19, escreve o Observador.

“Esse aumento de capital, a deliberar oportunamente em Assembleia Geral da SPdH (Sociedade Portuguesa de Handling, o nome formal da Groundforce), para cuja realização desde já abdicamos dos prazos e formalidades prévias de convocação, terá, naturalmente, como pressuposto a reunião das condições necessárias à preservação e continuidade da empresa, pois só dessa forma se poderá garantir, de forma sustentada, a manutenção dos 2.400 postos de trabalho da SPdH”, lê-se na carta da Pasogal à qual o jornal online teve acesso.

A proposta da companhia aérea ainda aguarda uma resposta oficial, mas, em declarações ao jornal online ECO, o empresário disse que poderá participar nesta operação, se for “nos termos da lei”.

Com esta operação, a empresa passaria a ter 7,47 milhões de euros de capital, em vez dos atuais 500 mil euros. Se o dono da Pasogal, que detém 50,1%, não acompanhar esta operação, a TAP passará dos atuais 49,9% para uma maioria de capital.

Caso o empresário rejeite o aumento de capital da TAP na Groundforce, o plano B poderá passar por envolver o banco Montepio, que detém a penhora das ações do dono da Pasogal.

Na carta enviada este domingo a Casimiro, a TAP exigiu explicações sobre eventuais penhores e sobre um empréstimo de 30 milhões de euros.

No entanto, segundo escreve o Observador, as ações da Pasogal de Alfredo Casimiro estarão penhoradas não só ao Montepio, mas também ao Novo Banco.

O penhor do Novo Banco sobre as ações resultou do acordo de renegociação de créditos do grupo Urbanos, em 2017, depois de as empresas de Alfredo Casimiro terem recorrido ao Processo Especial de Revitalização (PER).

As ações da Groundforce foram usadas como colateral na renegociação com os dois bancos que eram os maiores credores das empresas do grupo Urbanos.

Foi o facto de as ações da Pasogal estarem penhoradas que impediu um primeiro acordo com o Governo que desbloqueasse o dinheiro para pagar os salários em atraso dos mais de 2.400 trabalhadores da Groundforce.

Neste acordo, a TAP emprestaria dinheiro à Groundforce por serviços ainda não prestados, mas com uma exigência: Casimiro teria de dar como garantia a totalidade das suas ações na Groundforce, onde detém 50,1%. O negócio acabaria por falhar porque essas ações já estavam penhoradas.

Tanto a TAP como o Governo criticam Alfredo Casimiro por não ter revelado logo a indisponibilidade destas ações. Até porque nas contas da Pasogal essa situação não está evidenciada.

A Pasogal argumenta que nunca a empresa tinha sido “questionada sobre a existência ou não de penhoras ou outros ónus sobre as ações” na Groundforce.

“Esclarece-se ainda que em momento algum anterior ao do envio para a TAP da versão revista do Contrato Promessa, pelas 1:48 do dia 8 de Março, solicitando a alteração de redação acima referida, foi a Pasogal SGPS S.A. questionada sobre a existência ou não de penhores ou outros ónus sobre as ações que detém na SPdH”, lê-se na carta enviada ao presidente do Conselho de Administração da TAP, Miguel Frasquilho.

Apesar da existência desse penhor, a Pasogal defende que “não é, aliás, de forma alguma incompatível com a promessa de uma oneração futura e condicional dessas mesmas ações, como a que foi proposta pela TAP, pelo que não se vislumbra por que razão a redação que propusemos não foi aceite pela TAP”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Requiem. Supernova irá fazer uma "reaparição fantasmagórica" em 2037

Uma supernova distante, chamada Requiem, vai fazer uma "reaparição fantasmagórica" em 2037. O Hubble captou-a três vezes em 2016, graças a um fenómeno conhecido como lente gravitacional. A Requiem é o resultado de uma explosão estelar …

A polícia holandesa achava que tinha em mãos o mafioso mais procurado da Europa. Afinal, era só um fã de F1

Um homem de Liverpool de 54 anos pensava que o grande evento da sua viagem aos Países Baixos seria assistir ao Grande Prémio de Fórmula 1, mas acabou detido numa prisão de alta segurança por …

Cobertura global de corais caiu para metade desde 1950, revela relatório

A cobertura global de recifes de coral caiu para metade desde 1950, cenário originado pelo aquecimento global, pesca excessiva, poluição e destruição de habitats naturais, revelou uma análise divulgada esta sexta-feira. Desde a Grande Barreira de …

O sonho de Christo concretizou-se, 60 anos depois. O Arco do Triunfo foi embrulhado como um presente

Já desde o início dos anos 60 que Christo imaginava como seria cobrir o Arco do Triunfo em tecido. A sua visão foi finalmente concretizada e pode ser visitada entre 18 de Setembro e 3 …

Holanda. Ministra da Defesa renuncia devido à crise de evacuação do Afeganistão

Após a ministra das Relações Externas holandesa, Sigrid Kaag, renunciar devido ao desastre da evacuação do Afeganistão, esta sexta-feira foi a vez da ministra da Defesa, Ank Bijleveld. Segundo relatou o Guardian, acredita-se que os ministros …

Tribunal da África do Sul recusa anular pena de prisão do ex-Presidente Jacob Zuma

O mais alto tribunal da África do Sul rejeitou o pedido do ex-Presidente Jacob Zuma para anular a sua sentença de 15 meses de prisão por não comparecer a uma sessão de inquérito por corrupção. Em …

EUA. Advogado planeou o próprio assassinato para o filho receber seguro. Foi detido por fraude

Um influente advogado norte-americano, cuja esposa e um dos filhos foram assassinados, foi acusado de fraude contra uma empresa de seguros e falso testemunho por organizar o seu próprio assassinato. Segundo avançou a agência France-Presse, …

Norberto Mourão conquista bronze nos Mundiais de canoagem adaptada

Norberto Mourão já tinha conquistado o bronze nos Jogos Paralímpicos de Tóquio e junta agora mais uma medalha à colecção, desta vez nos Mundiais de canoagem adaptada. O atleta de canoagem adaptada Norberto Mourão conquistou hoje …

Caso George Floyd. Polícia condenado a 22 anos de prisão pode ver a sentença revertida

A intervenção do Supremo Tribunal do Minnesota num outro caso de violência policial para reduzir a pena de um agente pode abrir um precedente para que haja alterações na sentença de Derek Chauvin. Segundo avança a …

Futebol português contra Campeonato do Mundo de dois em dois anos

O futebol português está contra a intenção da FIFA de aumentar a periodicidade do Campeonato do Mundo, passando de quatro para de dois em dois anos, refere um comunicado conjunto divulgado hoje. O documento, assinado pela …