Acesso ao topo da carreira docente no superior vai deixar de depender de concurso

José Sena Goulão / Lusa

O ministro da Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Manuel Heitor

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES), liderado por Manuel Heitor, vai alterar os estatutos de carreira do sector até ao final de 2022, começando pelas atividades dos investigadores científicos, ainda este ano.

Segundo avançou esta segunda-feira o Público, a revisão dos estatutos de carreira no ensino superior público vai “ocorrer até ao final da legislatura”.

Esta revisão inclui os processos de progressão na carreira relacionados com o recrutamento de novos docentes. A entrada na carreira continuará a ser feita por concurso público internacional, mas as alterações deverão permitir o acesso às categorias intermédia e superior daqueles que obtenham melhor avaliação de desempenho.

O Governo quer ainda garantir que o recrutamento favorece o ingresso de doutorados com experiência noutras instituições; clarificar as situações excecionais que permitem que haja professores a dar aulas gratuitamente, reservando-as para professores jubilados e reformados; e “explicitar as regras para a efetiva contratação de docentes convidados”.

Antes dos estatutos de carreira dos docentes do sector público, será revisto o Estatuto de Carreira de Investigação Científica, garantindo a integração nas carreiras dos doutorados atualmente contratados a termo certo ao abrigo da Fundação para a Ciência e Tecnologia, sendo também separados os mecanismos de entrada e progressão nas carreiras.

A revisão engloba também a criação de um regime legal do pessoal docente e de investigação dos estabelecimentos de ensino superior privados.

As instituições vão dispor de 18 meses de adaptação após a entrada em vigor do novo diploma, mas o Governo admite “prazos mais alargados para os estabelecimentos de menor dimensão”.

  ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Disse, alegadamente, Sócrates: “Só sei que nada sei…” Penso o mesmo. Porém, sei uma coisa: fazer um Doutoramento em Portugal é uma perda de tempo e dinheiro. Como o sei? Infelizmente, por experiência própria.
    Faz o Senhor Ministro um conjunto de promessas. Bem, promessas leva-as o vento. E os actuais governantes são exímios em promessas e intrujices.
    Não compensa fazer Doutoramentos. Há salsicheiros, com o devido respeito, mais respeitados do que os Professores do Ensino Superior. Amedrontados e condicionados por posições contratuais que se prolongam por décadas, vêem-se obrigados a engolir sapos às dezenas e a não levantar ondas, que como quem diz, comer e calar.
    É tudo muito giro. Mas não consigo acreditar na palavra destes senhores. Vem-me sempre à ideia um ex-presidente do Benfica, de quem Graeme Souness disse um dia ser um homem perigoso, porque consegue mentir-nos a olhar nos olhos…

  2. Mais do mesmo…
    O nosso ensino superior é dos mais incompetentes em termos de escolher os melhores.
    Agora vai ser mais fácil…
    Já estamos habituados… temos de conseguir uma revolução…

RESPONDER

Rorhwerk, o maior instrumento musical do mundo

Rohrwerk, uma obra de arte efémera, é a maior "fábrica do som" do mundo

Uma espécie de "pavilhão do som". Alunos da Escola Politécnica de Lausanne (EPFL), na Suíça, criaram um novo instrumento musical, o maior alguma vez construído. Com 45 metros de altura, a obra de arte imponente …

Costa já pediu desculpas às confederações patronais. "Houve um lapso"

O primeiro-ministro afirmou, esta sexta-feira, que já apresentou um pedido de desculpas às confederações patronais por o Governo ter aprovado duas medidas na área do trabalho sem antes as ter apresentado em Concertação Social. À chegada …

Luxemburgo torna-se o primeiro país da Europa a legalizar o cultivo e consumo de canábis

O Governo luxemburguês anunciou, esta sexta-feira, que o país será a primeira nação do Velho Continente a legalizar o cultivo e o consumo de canábis. De acordo com a nova legislação, explica o jornal The …

Prisão preventiva para suspeitos da morte de jovem no metro das Laranjeiras

Os quatro suspeitos da morte de um jovem, na quarta-feira, na estação de metro das Laranjeiras, em Lisboa, ficaram em prisão preventiva, depois de presentes a primeiro interrogatório judicial. Os quatro arguidos, com idades entre os …

Cristiano vs. Salah: Klopp não queria comparar mas comparou

Treinador do Liverpool não acredita que vai encontrar um adversário debilitado: "Eles são capazes de fazer coisas incríveis". É o grande jogo de futebol no Reino Unido e um dos mais aguardados em todos os países: …

Bastonário dos Médicos considera direção executiva do SNS "um disparate"

O bastonário da Ordem dos Médicos considera que a criação da direção executiva do Serviço Nacional de Saúde, proposta no Estatuto do SNS aprovado esta quinta-feira, é "um disparate" e que há estruturas que podem …

João Leão no Parlamento: "A alternativa é um Orçamento apresentado pelo PSD"

O ministro das Finanças afirmou, esta sexta-feira, na Assembleia da República, que a alternativa à viabilização à esquerda da proposta de Orçamento do Estado para 2022 (OE2022) é um Orçamento feito pelo PSD. "A alternativa que …

Mais de 30 mil mulheres polacas recorreram a métodos de aborto ilegais ou no estrangeiro desde a alteração na lei

Proibição à interrupção voluntária da gravidez entrou em vigor no início deste ano e as  exceções só se aplicam a casos de violações, incestos ou quando a saúde da mãe está em risco. Pelo menos 34 …

Fenprof anuncia nova greve no dia 12 e concentração em frente ao Parlamento

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) anunciou, esta sexta-feira, a realização de uma concentração em frente à Assembleia da República no dia 5 de novembro e a adesão à greve nacional da Administração Pública marcada …

Luis Díaz será a prioridade do Newcastle

Valor de mercado será agora inacessível para os clubes italianos, escreve-se... em Itália. O novo Newcastle deverá atacar o mercado do futebol com estrondo, possivelmente já daqui a pouco mais de dois meses, e a prioridade …