Testa de ferro acalmou Rangel: “O homem que traz o dinheiro está a chegar”

António Pedro Santos / Lusa

Rui Rangel

O juíz desembargador Rui Rangel

As autoridades portuguesas mantiveram o juiz desembargador agora suspenso de funções, Rui Rangel, sob escuta durante quase um ano. As provas revelam que o juiz pressionava o advogado, muitas vezes já desesperado para pagar as contas.

A revista Visão revelou algumas das escutas feitas pelas autoridades ao juiz desembargador, no âmbito da Operação Lex.

Várias vezes por dia, o juiz contactava o advogado e amigos Santos Martins, que foi constituído arguido por suspeitas de ser o testa-de-ferro no esquema de corrupção, para o pressionar a arranjar o dinheiro para saldar as suas dívidas.

O homem que traz o dinheiro está a chegar“, terá então dito Santos Martins a Rui Rangel em outubro de 2017, de forma a acalmá-lo. As conversas do juiz, auscultadas pelas autoridades, revelavam sucessivos pedidos desesperados de Rangel, enquanto que o advogado ia dando nota do dinheiro que conseguia recolher.

Os valores eram conseguidos juntos dos “clientes” de Rangel, que beneficiavam então de decisões judiciais favoráveis em processos seus, ou até mesmo de outros juízes.

O Ministério Público acredita ainda que Santos Martins terá até chegado a indicar a  referência multibanco para que pagassem diretamente contas de casa e outras despesas correntes do juiz.

Nas escutas, Rangel confessa também que mantinha atividades remuneradas, paralelas à de juiz, o que viola as regras impostas pelo Estatuto dos Juízes. Algumas destas conversas telefónicas terão permitido até conhecer a identidade de alguns destes clientes, conta a revista.

Outras escutas comprometedoras envolvem Rita Figueira, também constituída arguida na Operação Lex. A ex-companheira do juiz é apanhada a falar com o pai sobre os destinos que Rangel daria ao dinheiro e sobre as suas atividades ilícitas.

Rangel estará então indiciado pelos crimes de tráfico de influências, fraude fiscal e branqueamento de capitais, de acordo com a defesa. A Operação Lex conta com 13 arguidos, incluindo o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, e é dirigido pelo Ministério Público junto do STJ.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. “O homem que traz o dinheiro está a chegar”

    Não quereria ele dizer: “O homem que traz as fotocópias está a chegar”?
    Fica a dúvida.

  2. Acho inútil dar todo este mediatismo ao caso, e a casos deste tipo.
    Na verdade, transforma-se num julgamento mediático: já todos o damos por culpado.

    Se acontecesse a cada um de nós, exigiríamos a presunção de inocência até PROVA contrária – e nem sempre o que parece é.

    Não estou a defender o juíz. Se é culpado, que pague. Mas façamo-lo com honestidade intelectual, sem precipitações, sem assassínios mediáticos.
    Notícias concisas, informativas, sem grandes parangonas, e deixemos correr a justiça.

    No fim do processo, sim: tribuna pública, o mais mediática possível quer seja culpado, quer seja inocente.

    • Acho melhor ir ao google pesquisar sobre o que quer dizer: noticia.

      Alguém inventou o que está na noticia ou relatam apenas factos?

      Isto serve para informar e não para condenar, o processo segue os trâmites normais…

  3. Se for culpada de vender acórdãos para sustentar vícios, que apodreça na prisão!!! Não está nada a ser condenado na praça pública. Quando há fumo há fogo. Porque é que a mim nunca ninguém me acusou na praça púbica???

RESPONDER

Fugitivo promete entregar-se se tiver 15.000 "gostos". Polícia dos EUA aceita

A Polícia de Connecticut, nos Estados Unidos, informou esta quarta-feira que um fugitivo com vários mandados de prisão concordou entregar-se, mas com uma condição insólita: arrecadar 15.000 "gostos" no Facebook. De acordo com a Esquadra …

Há um pequeno satélite a revolucionar o setor espacial. Chama-se CubeSat

Apesar das pequenas dimensões do CubeSat, o satélite é capaz de efeitos extraordinários que estão a revolucionar o setor espacial. Os avanços da microeletrónica das últimas décadas permitiram desenvolver sistemas espaciais eficazes, de forma mais rápida …

Guardiola já terá chegado a acordo com a Juventus

O treinador espanhol Pep Guardiola já terá chegado a acordo com a Juventus para ser o próximo treinador dos bianconeri, avança a agência italiana AGI.  De acordo com a mesma fonte, Guardiola, de 48 anos, prepara-se …

Porto quer declarar guerra às gaivotas. "É uma questão de saúde"

Vários organismos reclamam que é necessário tomar medidas para controlar o excesso de gaivotas nas zonas urbanas, que se tem tornado num problema de saúde pública. São várias as queixas na zona do Porto por incidentes …

Esta cigarra é a mais ameaçada em Portugal. Só existe em dois ou três sítios do Alentejo

A Euryphara contentei - há quem lhe chame só cigarrinha e há quem diga cigarrinha-verde - resiste apenas em alguns locais exíguos da planície alentejana. É a mais ameaçada das 13 espécies de cigarras que …

EUA anunciam ajuda de 16 mil milhões de dólares a agricultores prejudicados pela disputa comercial com a China

A administração Trump disponibilizará 16 mil milhões de dólares (cerca de 14 mil milhões de euros) para manter os agricultores à tona durante a guerra comercial entre os Estados Unidos (EUA) e a China, anunciou …

Perdeu a família e foi violada. Quase duas décadas depois, recebeu a maior indemnização de sempre na Índia

Na primavera de 2002, uma jovem de 19 anos, grávida de cinco meses, foi violada por 11 homens que lhe mataram a família. Teve que fingir-se de morta para escapar. Agora, 17 anos depois, o …

Ivo Rosa questiona legalidade de provas da ​Operação Marquês

O juiz de instrução criminal da Operação Marquês, Ivo Rosa, tem dúvidas sobre a legalidade de algumas provas recolhidas na investigação, tendo assinado um despacho que enviou para os advogados dos arguidos para se pronunciarem. Segundo …

"Desprezo" do Governo terá "consequências terríveis" no futuro, avisa Fenprof

O secretário-geral da Fenprof, Mário Nogueira, argumentou que o Governo “desrespeita, desvaloriza e até chega a manifestar desprezo pelos professores”, o que terá “consequências terríveis para o futuro”, como a falta de docentes. “O que temos …

Berardo admite que se excedeu no Parlamento. "Tenho servido de bode expiatório"

O empresário José Berardo, mais conhecido por Joe Berardo, admitiu esta quinta-feira que se excedeu durante a sua audição na comissão parlamentar de inquérito à Caixa Geral de Depósitos, mas disse que não tinha a …