A Wright Electric revela o seu primeiro avião eléctrico

(dr) Wright Electrics

Avião eletrico ESAero ECO-150 da Wright Electrics

Avião eléctrico ESAero ECO-150 da Wright Electrics

O carro eléctrico já é assunto do passado para uma startup americana. A Wright Electric – uma provável alusão aos Irmãos Wright, apontados como pioneiros da aviação – quer colocar um avião movido a electricidade nos céus daqui a, no máximo, uns dez anos.

O objectivo da Wright Electric é realizar viagens curtas, de até 480 km de distância, como as rotas Londres-Paris ou Boston-Nova York.

A empresa norte-americana apresentou o seu conceito do novo meio de transporte durante o Dia de Demonstração da Y Combinator, uma das maiores aceleradoras de startups de Silicon Valley, nos EUA.

O avião da Wright Electric terá 150 lugares e promete competir num mercado dominado pelas aeronaves dos modelos 737 da Boeing e A320 da Airbus. Para conseguir essa proeza, a empresa fechou uma parceria com a companhia aérea britânica de baixo custo EasyJet.

Há uma semana, no blog oficial, a Wright Electric insinuou que tinha fechado um acordo com a EasyJet. “Estamos animados por informar que temos uma potencial parceria com uma companhia aérea. Além disso, um indivíduo quer o nosso avião de 150 lugares como seu jacto privado.”

Jeff Engler, CEO da startup, disse durante o evento que a forma e o design do avião não trarão nenhuma novidade. Essas componentes do design de uma aeronave já foram aperfeiçoadas, explica Engler, citado pelo TechCrunch.

Na realidade, o que dificulta o desenvolvimento do avião é o que o torna interessante: a bateria que irá alimentar os motores. Caso a tecnologia avance rapidamente e as baterias se tornem melhores, veremos um avião totalmente eléctrico na próxima década.

Contudo, se tal não acontecer, a empresa pretende lançar uma aeronave com um motor híbrido – um sistema já utilizado em alguns carros.

De acordo com a Wright Electric, para a aeronave se tornar viável electricamente, será preciso reduzir a velocidade de cruzeiro. Entretanto, a empresa reconhece que as instituições que regulam a aviação exigem reservas substanciais de combustível.

Isso, segundo a startup, dificulta o sonho da viagem de longo curso em avião eléctrico. “Não estamos perto de um avião comercial. Mas é um começo.”

Apesar disso, a startup mantém as suas esperanças e tem trabalhado com várias empresas do sector, como a Chip Yates – empresa que registou até agora o maior voo eléctrico do mundo: mais de 1.400 km numa só viagem.

// EcoD

PARTILHAR

RESPONDER

Perda de habitat pode aumentar doenças que passam de animais para humanos, prevê ONU

Um novo relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) alertou que podem surgir mais doenças que passam de animais para humanos, como a covid-19, à medida que os habitats são devastados pela exploração da vida …

Rússia ameaça retaliar face às sanções "hostis" do Reino Unido

A Rússia ameaçou responder às sanções "hostis" anunciadas por Londres contra 59 pessoas e entidades, 25 delas russas. A Rússia vai responder às sanções "hostis" anunciadas pelo Governo britânico contra 49 pessoas e organizações, 25 das …

Ministério dispensa quase todos os alunos da renovação de matrículas (após ataques informáticos e o desespero dos pais)

As matrículas online são agora obrigatórias apenas para os alunos que no próximo ano lectivo vão iniciar os 5.º, 7.º e 10.º anos de escolaridade. O anúncio é feito pelo Ministério da Educação depois das …

"Estavam prontos para bater". Atleta Ricardo dos Santos vai processar polícia londrina

O atleta português Ricardo dos Santos disse na segunda-feira que não demorou mais de 20 segundos a parar o carro, quando lhe foi pedido pelas autoridades em Londres, e garantiu que vai processar a polícia …

Motorista de autocarro em morte cerebral depois de agressões de passageiros em França

Um motorista de autocarro foi declarado em morte cerebral esta segunda-feira, em França, depois de ter sido agredido no domingo por passageiros a quem recusou a entrada no transporte público. No domingo à noite, um motorista …

Erro de laboratório origina 20 casos em dois clubes da Liga búlgara

Vinte pessoas estão infetadas com o novo coronavírus, após um futebolista com covid-19 ter participado no duelo entre o Cherno More e o Tsarko Selo, da Liga búlgara, devido ao erro de um laboratório, foi …

Soleimani foi assassinado de forma "ilegal e arbitrária", considera perita da ONU

A relatora especial da ONU, Agnes Callamard, considera que os Estados Unidos não apresentaram provas suficientes para justificar o ataque. Uma especialista da ONU concluiu que o general iraniano Qasem Soleimani, morto num raide norte-americano …

Bolsonaro infetado com covid-19

A imprensa brasileira confirmou, esta terça-feira, que o Presidente Jair Bolsonaro está infetado com covid-19. O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, testou positivo à covid-19. De acordo com a Globo, a informação foi avançada pelo próprio, …

Costa avisa que vem aí a "fase mais crítica" dos incêndios e pede prevenção

O primeiro-ministro participou numa reunião de acompanhamento e monitorização sobre prevenção e combate a fogos florestais e advertiu, esta terça-feira, que Portugal entra agora na fase mais crítica. Esta terça-feira, o primeiro-ministro advertiu que Portugal entra …

"Fracasso" no combate à covid-19. Diretora de Saúde de Israel demite-se

Siegal Sadetzki, diretora dos serviços públicos do Ministério da Saúde de Israel, denunciou o "fracasso" das autoridades em retardar a propagação da covid-19 no país, apresentando a sua demissão. Uma responsável do Ministério da Saúde de …