A primeira bateria doméstica de hidrogénio armazena três vezes mais energia do que uma da Tesla

Para usar energia solar doméstica, é preciso gerar energia quando o Sol brilha e armazená-la quando não aparece. Para isto, as pessoas usam normalmente sistemas de bateria de lítio. Porém, a empresa australiana Lavo construiu um quadro que pode ficar na lateral das casas e armazenar o excesso de energia como hidrogénio.

O Sistema de Armazenamento de Energia Lavo Green mede 1.680 por 1.240 por 400 milímetros e pesa 324 quilogramas, de acordo com o NewAtlas.

O sistema é ligado ao inversor solar – deve ser híbrido – e à água de rede através de uma unidade de purificação e usa o excesso de energia para eletrolisar a água, libertando oxigénio e armazenando o hidrogénio num hidreto metálico “esponja” a uma pressão de 435 psi.

O sistema armazena cerca de 40 quilowatts por hora de energia, três vezes mais do que o atual Powerwall 2 da Tesla e o suficiente para manter uma casa média durante dois dias.

Quando a energia é necessária, o sistema usa uma célula de combustível para fornecer energia à casa, adicionando uma pequena bateria tampão de lítio de 5 quilowatts por hora para resposta instantânea. Há ligação Wi-Fi e uma aplicação de smartphone para monitorização e controlo.

Além disso, as empresas com maior necessidade de energia podem executar vários sistemas em paralelo para formar uma “central de energia virtual inteligente”.

Segundo a empresa australiana, este sistema dura muito mais do que um sistema de bateria – até 30 anos em vez de 15 com uma configuração de bateria de lítio. Não há produtos químicos tóxicos que pudessem ser descartados e um sistema é mais compacto do que uma quantidade equivalente de armazenamento de bateria.

Segundo a Lavo, uma fuga aumentará e dispersar-se-á tão rapidamente que haverá baixas hipóteses de um incêndio ou explosão e o hidrogénio “não é inerentemente mais perigoso do que outros combustíveis convencionais, como gasolina ou gás natural”.

Por outro lado, as baterias armazenam e libertam energia com perdas mínimas. Para cada quilowatt por hora gerado pelo seu sistema de cobertura e colocado numa bateria, recebe-se de volta mais de 90% dele. Porém, o processo de hidrogénio por eletrólise usando uma membrana de troca de protões é apenas cerca de 80% eficiente.

Além disso, o sistema perde cerca de metade do que armazenou no processo de conversão do hidrogénio em energia através de uma célula de combustível.

Outro problema é a potência máxima contínua do sistema de 5 quilowatts por hora, presumivelmente limitada pelo rendimento da célula de combustível. Existem sistemas de ar condicionado de sistema único dividido – pouco extravagantes – que consomem mais de 7 quilowatts por hora.

Ainda assim, ainda é cedo e o hidrogénio é o assunto mais quente no setor de energia de momento. Não é inviável pensar que unidades de armazenamento doméstico podem começar a fazer sentido no futuro.

Este sistema custa 26.900 dólares e deverá estar disponível internacionalmente no último trimestre de 2022.

Maria Campos Maria //

PARTILHAR

13 COMENTÁRIOS

  1. Bem feitas as contas não chega para uma casa média (84,5 kW x h) o que corresponde a uma potência continua de 3,52 kW.
    Relativamente à pericolosidade, “não é inerentemente mais perigoso do que outros combustíveis convencionais, como gasolina ou gás natural”, não é bem assim. De facto o hidrogénio é mais perigoso porque não tem cheiro, é dificil perceber uma fuga e arde mais violentamente em contacto com o oxigénio do ar.

RESPONDER

Com os zoos fechados, tudo serve para entreter uma família de lontras. Até um simples galho de bambu

O confinamento serviu como um lembrete indesejado de que ficar preso dentro de casa sem muito o que fazer pode ser desgastante. O mesmo é verdade para os animais, por isso os jardins zoológicos tiveram …

Uma ilha, cinco géneros. Os Bugis têm palavras para as "cinco maneiras de estar no mundo"

Uma ilha, cinco géneros. O povo Bugis é um poderoso grupo étnico que se destaca pelo reconhecimento de cinco géneros distintos. Na Indonésia, a ilha Sulawesi é a casa de um povo que reconhece cinco …

O "aeroporto do amanhã" está abandonado no meio de um pântano dos Estados Unidos

Era para ser o "aeroporto do amanhã", um centro intercontinental para aviões supersónicos com seis pistas e conexões ferroviárias de alta velocidade para as cidades vizinhas. Hoje, é pouco mais do que uma pista no …

Facebook remove (acidentalmente) página oficial de Ville de Bitche, uma remota cidade francesa

O Facebook apagou a página de Ville de Bitche, uma remota cidade francesa. O município passou um mês a apelar à rede social para repor a página. "Recebemos uma mensagem no Facebook e também percebemos que …

NASA escolheu SpaceX de Elon Musk para a próxima missão tripulada à Lua

Elon Musk fecha contrato de 2,9 mil milhões de dólares para levar o Homem novamente à Lua. O contrato é a mais importante vitória da SpaceX e reforça a posição da empresa como parceira …

Benfica 1-2 Gil Vicente | Galo canta e silencia águia na Luz

STOP. O Gil Vicente visitou na tarde deste sábado o Benfica e saiu do palco da Luz com os três pontos na bagagem e a “cantar de galo”, ao vencer por 2-1, num duelo relativo …

"Longa vida à monarquia." Realeza britânica tende a viver mais três décadas do que a população geral

As diferenças na longevidade de alguns membros da família real em comparação com a população em geral são extremamente grandes, mas não incomuns. O príncipe Filipe, marido da rainha Isabel II e o consorte mais antigo …

Abominável (e falso) Homem das Neves. Líder russo usou Yeti para atrair turistas para a Sibéria

Um dos líderes regionais mais antigos de Vladimir Putin confessou ter encenado avistamentos falsos de Yetis numa tentativa de encorajar o turismo na Sibéria. Aman Tuleev, um dos líderes regionais de longa data do Presidente russo …

Irão já está a enriquecer urânio a 60%

O Irão avisou e já está a cumprir. Menos de uma semana depois de ter acusado Israel de um ataque contra a sua principal central nuclear, o país diz estar a enriquecer urânio com uma …

Salvini vai a julgamento em Itália por bloqueio de migrantes em navio

Matteo Salvini, líder do partido de extrema-direita italiano Liga, vai ser julgado por acusações de sequestro pela sua decisão de impedir o desembarque de 147 migrantes resgatados no Mediterrâneo pela Open Arms, em agosto de …