Floresta Trump: “onde a ignorância faz árvores crescer”

Entre tantas declarações e propostas polémicas já proferidas pelo Presidente dos EUA, a sua despreocupação relativamente às questões ambientais tem vindo a destacar-se.

Desde que ocupou a Casa Branca, Donald Trumpanunciou a saída do Acordo de Paris, negou que o aquecimento global seja provocado pela ação humana e anulou o esforço do anterior Governo norte-americano de diminuir o uso de carvão como fonte de energia.

Apesar de muitos dos seus apoiantes concordarem com cada um destes pontos, ambientalistas de todo o mundo estão assustados com o que o futuro nos reserva, caso Trump siga em direção contrária ao esforço mundial para diminuir as emissões de carbono.

E porque fazer o Presidente norte-americano mudar de ideias não parecer assim tão simples, um grupo de jovens decidiu traçar uma meta mais fácil de atingir: plantar 100 mil milhões de árvores até 2025, o que neutralizaria o aumento das emissões que os planos de Trump parecem encaminhar.

De acordo com especialistas, o plano de Barack Obama para fazer com que os EUA utilizassem energia mais limpa reduziria as emissões de carbono do país em 650 megatoneladas de 2017 a 2025. Por isso, após Trump decidir cancelar essa proposta, foi criado o projeto Trump Forest, cujo slogan é “onde a ignorância faz árvores crescer”.

Por trás da ideia está um britânico, um norte-americano e um neozelandês que se juntaram para alcançar a ambiciosa meta de anular a emissão das 650 megatoneladas de carbono.

“Só uma pequena percentagem do planeta votou em Trump, mas todos nós precisamos de lidar com as consequências da sua ignorância em relação ao clima”, diz Adrien Taylor, um dos fundadores do projeto.

Para alcançar o objetivo, o grupo pede a colaboração de pessoas espalhadas por todo o mundo de duas formas: fazer doações financeiras a parceiros – que usam o dinheiro para plantar as árvores – ou então plantar por conta própria e enviar um comprovativo pelo site para que possam assim localizar as árvores já plantadas.

O objetivo é muito ambicioso, mas os primeiros números são animadores: o projeto começou em março passado e já foi responsável por plantar mais de 300 mil árvores em vários pontos do planeta. Já são mais de mil colaboradores e o número continua a crescer.

Para ajudar, basta aceder ao site do projeto e fazer a sua doação!

ZAP // Hypeness

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. o que mais me preocupa é cá não estar para assistir à morte destes trampas todos sufocados e com os baús de dinheiro sem valor algum. isso é que me dava gozo.

  2. O Tump nunca “negou que o aquecimento global seja provocado pela ação humana”! O que ele negou foi a existência do próprio aquecimento global. É uma grande diferença, ZAP.

  3. Presidente Trump, foi correcto em sair dessa negociata do acordo de Paris. Já cansa que se atire areia nos olhos de pessoas menos informadas. Cansado de tanta merda de jornalismo barato e neoliberal fascista, que só acreditam neles próprios.

RESPONDER

Moreirense 0-0 Sporting | Nulo em jogo de pólvora seca

A 30ª jornada fechou no Minho com um nulo entre Moreirense e Sporting, que continua sem derrotas sob o comando de Rúben Amorim. A formação leonina poderia muito bem ter vencido em Moreira de Cónegos, pois …

Armazém flutuante. A China está a guardar petróleo no mar (e já se sabe porquê)

A China está a guardar uma quantidade épica de petróleo no mar. De acordo com a CNN, o país comprou tanto petróleo estrangeiro a preços baratos que formou um congestionamento maciço de navios-tanque no mar, …

Peregrinos em Meca proibidos de tocar ou beijar a Caaba por causa da covid-19

Os muçulmanos que vão participar na peregrinação a Meca não poderão tocar ou beijar a Caaba nem a "pedra negra", presentes na Grande Mesquita, local considerado como um dos mais sagrados pelo Islão, informaram as …

Países Baixos continuam a abater milhares de martas. 20 quintas afetadas pela pandemia

Esta segunda-feira, as autoridades holandesas abateram milhares de martas em mais duas fazendas onde foram detetados surtos de covid-19. Esta segunda-feira, as autoridades abateram milhares de martas em mais duas fazendas, sendo agora 20 as quintas …

Cientistas criam robô para fazer testes à covid-19 (e proteger os profissionais de saúde)

O Korea Institute of Machinery & Materials (KIMM) desenvolveu um novo robô de coleta remota de amostras que elimina o contacto direto entre os profissionais de saúde e os pacientes, potencialmente infetados com o novo …

"Não use desodorizante". A peculiar estratégia de Berlim para promover o uso de máscaras nos transportes públicos

"Não use desodorizante". Esta é a peculiar campanha adotada pela empresa que controla os transportes públicos em Berlim, na Alemanha, para promover o uso correto de máscaras, evitando assim novos casos de covid-19.  Tal como escreve …

Vírus pode ter estado adormecido antes de surgir na China, diz investigador de Oxford

O novo coronavírus pode ter estado adormecido algures no mundo antes de ter surgido na China, defendeu o investigador da Universidade de Oxford, Tom Jefferson, apontando para várias descobertas de amostras do vírus em Espanha, …

Federer sente falta de Wimbledon. "Deu-me tudo"

Roger Federer admitiu sentir a falta de Wimbledon, o torneio do "Grand Slam" que, se não tivesse sido cancelado devido à pandemia de covid-19, estaria a decorrer em Londres. O tenista suíço Roger Federer admitiu, esta …

Vanessa Guillen foi espancada até à morte. Jovem soldado tinha dito à mãe que era vítima de assédio

Vanessa Guillen foi vista pela última vez a 22 de abril, pouco tempo depois de confessar à mãe que estava a ser assediada por um sargento. O principal suspeito da morte da jovem suicidou-se e …

Presidente da Câmara do Funchal envia carta a Boris Johnson a defender a Madeira

O presidente da Câmara do Funchal escreveu uma carta a Boris Johnson, na qual realça "alguns argumentos fortes" a favor da Madeira como destino de férias para os cidadãos do Reino Unido. O presidente da Câmara …