A Espanha voltará a mandar no futebol?

MIGUEL MEDINA / POOL / AFP

Luis Enrique aplaudido por jogadores (Espanha)

As exibições e os resultados em 2021 deixam a ideia de que os jovens espanhóis (e Luis Enrique) vão colocar a Espanha num patamar que ocupou há poucos anos.

Europeu 2008: Fernando Torres confirmou um percurso até então raro da Espanha, que se sagrou campeã da Europa. Mundial 2010: Iniesta deu o primeiro Mundial de futebol ao seu país. Europeu 2012: com o dedo de Guardiola, novo título europeu.

A partir do Mundial 2014, o domínio espanhol desapareceu. Desilusão após desilusão, o panorama mudou sete anos depois, em 2021.

Primeiro no Europeu, onde a Espanha ficou perto da final. Só foi afastada nas meias-finais, e nas grandes penalidades, pela Itália, que seria campeã europeia poucos dias depois.

Depois na Liga das Nações, onde a Espanha chegou mesmo à final e foi derrotada pela França, com ajuda de um golo polémico de Mbappé.

Os espanhóis perderam a final realizada em Milão mas sem uma “tristeza extrema”. Há uma sensação de “orgulho e esperança“, escreve Juan Ignacio García-Ochoa.

Nesta análise publicada no jornal Marca, destaca-se o facto de a Espanha ter demonstrado que “está de volta”, que já consegue competir com as melhores selecções, após alguns anos longe do topo do futebol.

Esta geração do futebol espanhol, que apresentou um plantel com uma média de cerca de 25 anos de idade, na Liga das Nações, promete muitos bons resultados.

Jovens como Pablo Gavi e Yéremy Pino já aparecem nas opções habituais de Luis Enrique, seleccionador que voltou a colocar a Espanha a dominar a posse de bola, por vezes com números incríveis. Alemanha, Suíça, Ucrânia e Itália ficaram para trás nesta Liga das Nações.

O nível foi bom, o título ficou perto e ficaram de fora jogadores como Morata, Gerard Moreno, Pedri, Dani Olmo, Ansu Fati e Marcos Llorente.

“Vou ter muitos problemas para elaborar a próxima lista de convocados. Todos os jogadores foram maravilhosos. Tenho uma lista de pelo menos 40 jogadores que podiam estar aqui“, comentou Luis Enrique, depois da final diante da França.

Mas, para estar no topo das competições internacionais, é preciso estar nas competições internacionais. E a Espanha, apesar de liderar o Grupo B de qualificação para o Mundial 2022, tem só mais um ponto do que a Suécia e mais quatro do que a Grécia – e Suécia e Grécia têm menos um jogo realizado. Os dois próximos (e últimos) jogos da Espanha neste grupo serão precisamente contra Grécia e Suécia.

  Nuno Teixeira, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Penso que sim. Para mim é a seleção com mais fio de jogo. Domina praticamente qualquer adversário. Veja-se o que fez à França por exemplo.

RESPONDER

Marcelo acredita na aprovação do OE2022, mas não descarta cenário de eleições antecipadas

O Presidente da República alertou hoje que um eventual chumbo do Orçamento do Estado para 2022 "muito provavelmente" conduziria à dissolução do parlamento e a eleições antecipadas, com "seis meses de paragem na vida nacional". Em …

Pandora Papers. Morais Sarmento corrige a declaração de rendimentos e património no TC

Nuno Morais Sarmento, vice-presidente de Rui Rio, pediu ao Tribunal Constitucional que sejam acrescentadas as participações sociais que tem em três empresas moçambicanas. De acordo com o jornal Expresso, a alteração surge na sequência dos Pandora …

Pegadas mais antigas de pré-humanos identificadas em Creta

As pegadas mais antigas já conhecidas de pré-humanos foram encontradas na ilha de Creta, na Grécia, e têm pelo menos seis milhões de anos. As pegadas em questão foram descobertas, em 2017, perto da aldeia de …

Enfermeira a preparar uma vacina

Vacina russa de dose única com 70% de eficácia contra variante Delta

A vacina russa contra a covid-19 de dose única, Sputnik Light, apresenta 70% de eficácia contra a variante Delta do coronavírus SARS-CoV-2 três meses após a inoculação, anunciou hoje um laboratório daquele país. Segundo o Centro …

Três selecções apuradas para o Mundial 2022 (mas Will Grigg não vai ao Qatar)

Qatar e Alemanha já estavam qualificadas e a Dinamarca completou o trio. Irlanda do Norte está fora destas contas. A Dinamarca já assegurou a qualificação para a fase final do Mundial 2022. A confirmação - do …

Santuário de Fátima repleto na primeira peregrinação sem restrições

A peregrinação internacional aniversária de outubro ao Santuário de Fátima, que hoje termina, está a decorrer "dentro da normalidade" e sem registo de incidentes, informou a GNR. Esta é a primeira que se realiza sem restrições …

Nuvem de dióxido de enxofre do vulcão de La Palma chega à Península Ibérica

Em comunicado, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) alertou que uma nuvem de dióxido de enxofre, proveniente do vulcão Cumbre Vieja, em ilha La Palma, nas Canárias, atingiu a Península Ibérica. A informação …

Papa aprova milagre e abre caminho à beatificação de João Paulo I

O Papa Francisco autorizou esta quarta-feira a promulgação do decreto relativo ao milagre atribuído a João Paulo I (Albino Luciani), nascido em 17 de outubro de 1912 em Forno di Canale (hoje Canale d'Agordo, Itália) …

Pedro Nuno defende que OE2022 é "talvez o melhor" - e "seria muito mau se não fosse aprovado"

O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, considerou hoje que o Orçamento do Estado (OE) para 2022 é "talvez o melhor" deste Governo e "seria muito mau para o país se não …

Exames de acesso ao ensino superior podem ser usados durante quatro anos

Os exames nacionais vão poder ser utilizados na candidatura ao acesso ao ensino superior durante quatro anos após a sua realização, sendo que os alunos que optem por repetir as provas podem escolher a melhor …