60 anos depois, já se sabe o que aconteceu aos 9 russos que desapareceram na Montanha da Morte

Passados 61 anos, o mistério da morte de nove esquiadores russos que faziam uma caminhada pelos Montes Urais, perto da chamada Montanha da Morte, foi finalmente resolvido.

Em 1959, nove viajantes russos que faziam uma caminhada pelos Urais decidiram armar as tendas e passar a noite a poucos passos da chamada Montanha da Morte, a uma curta distância do seu destino. Nunca mais foram vistos vivos.

Os corpos foram encontrados semanas depois, fora das tendas, parcialmente vestidos e distantes uns dos outros. A maior tenda estava rasgada a partir de dentro. A maioria dos jovens estava vestida parcialmente, alguns sem sapatos, outros com roupas que não eram deles – como se tivessem saído sem preparação e apressadamente no meio da noite.

Os investigadores concluíram que três jovens morreram por espancamento “causados por uma grande força”. Os outros morreram de hipotermia. Uma das duas raparigas do grupo estava sem a língua. As roupas de alguns deles tinham doses de radiação duas vezes mais altas do que o habitual.

O incidente da Passagem de Dyatlov — assim chamado em homenagem a Igor Dyatlov, o guia do grupo, que também morreu — era considerado um dos grandes mistérios da história recente da Rússia.

Agora, depois de as autoridades terem voltado a investigar o caso em fevereiro do ano passado, já se sabe o que aconteceu aos viajantes russos.

De acordo com o jornal britânico The Times, os investigadores acreditam que os caminhantes congelaram até a morte depois de fugir da sua tenda durante a noite para se protegerem de uma avalanche.  Os investigadores concluíram que os nove viajantes fugiram aterrorizados das suas tendas no frio profundo da noite sem terem tempo para se vestir.

Segundo Andrei Kuryakov, procurador sénior, embora os estudantes “tenham feito tudo corretamente”, estavam “condenados” depois de perder a tenda de vista. “A visibilidade era de 16 metros. Acenderam uma fogueira e depois procuraram a tenda – mas ela desapareceu após a avalanche”, disse. “Não tinham hipóteses nessas circunstâncias.”

Por outro lado, o veredicto do peocurador foi contestado pelas famílias das vítimas. Yevgeny Chernusov, advogado que representa os parentes, disse que “categoricamente” discorda das descobertas e acredita que os estudantes foram mortos por uma explosão causada por uma falha de foguete.

O mistério deu origem a várias teorias durante anos: desde que foram atacados por prisioneiros fugitivos a terem sido mortos por membros da KGB ou por extraterrestres – e também que se mataram uns aos outros.

Alguns investigadores independentes do caso Dyatlov suspeitaram inicialmente que os excursionistas tinham sido vítimas dos Mansia, o grupo étnico que habitava essas terras, embora o lugar onde foram encontrados estivesse longe da área considerada “sagrada” por esses moradores.

Outros, que foram assassinados por prisioneiros de uma cadeia próxima, mas naqueles dias não houve nenhuma fuga.

Anatoli Guschin, um jornalista local, sempre considerou tinham sido vítimas de uma experiência soviética para inventar uma nova arma – daí a radiação encontrada.

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Pronto, isto é jornalismo da primeira. Um artigo inteirinho, anunciando a solução de um evento que ninguém sabia ter acontecido. E no final . . . fiquei todo esclarecido, que sensação agradável

  2. 60 anos depois, já se sabe o que aconteceu;
    Foi uma avalanche, causada por uma explosão de um foguete fabricado pelo KGB que era para ser vendido aos MANSIA, entretanto os assassinos que fugiram, descobriram que afinal não tinham fugido, voltaram para a cadeia que nunca tinham saido, no regresso encontram a tenda que que tinha desaparecido, com a tempestade que fez a desaparecer.

    Depois vieram os extraterrestres, e comeram tudo!
    Esclarecidos?

Responder a Joao Cancelar resposta

Já sabemos o que a vida na Terra respirava antes de haver oxigénio

Há milhares de milhões de anos, muito antes de existir oxigénio em quantidades abundantes na Terra, um dos mais famosos venenos existentes - o arsénico - poderá ter sido o composto que fez a vida …

Autoridades procuram migrantes ilegais que fugiram de quartel em Tavira

As autoridades algarvias estão à procura de um grupo de migrantes ilegais marroquinos que fugiu de um quartel de Tavira, no Algarve, durante a madrugada. De acordo com a RTP, fugiram 17 migrantes ilegais, oriundos de …

EUA oferecem recompensa de 4,7 milhões por ex-ministros venezuelanos

Os Estados Unidos anunciaram esta quarta-feira que oferecem uma recompensa de cinco milhões de dólares (4,7 milhões de euros) pelo ex-ministro da eletricidade venezuelano, Luis Alfredo Motta Domínguez, e pelo ex-ministro das Finanças, Eustiquio José …

PAN não terá candidato próprio nas presidenciais (e deverá apoiar Ana Gomes)

O Partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN) não vai ter candidato próprio às eleições presidenciais de 2021 e vai anunciar esta quinta-feira o candidato que irá apoiar. O semanário Expresso avança que, até agora, a única certeza é que …

Cientistas mostram que os corvos são capazes de pensar de forma consciente

Um novo estudo descobriu que os corvos não são só inteligentes, como mostram também ter uma forma de consciência, sendo capazes de estar conscientes do mundo à sua volta no presente. De acordo com o site …

"Alto risco". África do Sul proíbe entrada de turistas de Portugal

Os turistas oriundos de Portugal não vão ser autorizados a entrar na África do Sul, quando o país africano reabrir as fronteiras internacionais na quinta-feira, anunciou esta quarta-feira o ministro do Interior sul-africano. Portugal consta de …

Descoberta rara. Encontrado vapor de água salgada em torno de duas estrelas bebé gigantes

Uma equipa de investigadores descobriu um par de estrelas bebé massivas rodeadas por vapor de água e sal de cozinha, de acordo com um novo estudo. As duas estrelas bebé têm uma massa combinada 25 vezes …

Sonda da NASA deteta nanojatos na coroa solar (e desmistifica a sua extrema temperatura)

Uma equipa de cientistas, liderada pelas Universidades de Northumbria e St. Andrews, em cooperação com a NASA, descobriu um novo tipo de atividade dentro da atmosfera do Sol que poderia explicar como é que a …

Barry Jenkins vai realizar sequela de "O Rei Leão"

O realizador e argumentista de Moonlight foi escolhido pela Walt Disney Studios para realizar a sequência do blockbuster de 2019, O Rei Leão. Ainda não há uma data de lançamento prevista para o segundo filme, mas …

"Não me sinto seguro sem uma". Venda de armas aumentou drasticamente nos EUA

Os EUA continuam a ser um dos países onde os cidadãos comuns têm mais facilidade em comprar armas de fogo. Esta é uma prática recorrente, e mais de um terço das famílias norte-americanas têm uma …