Mais de 500 pessoas com deficiência apresentaram queixa por discriminação

SXC

Mais de 500 pessoas com deficiência apresentaram queixa por discriminação, no ano passado, mas a maior parte dos processos acabou arquivada, e só em quatro casos houve lugar a contraordenação, segundo dados do Instituto Nacional de Reabilitação (INR).

De acordo com o INR, em 2015 foram apresentadas 502 queixas de pessoas com deficiência, por falta de acessos ou acessibilidade reduzida e pela falta de apoio de intérprete de língua gestual.

Destas 502 queixas, a maior parte foi apresentada ao Provedor de Justiça, que recebeu 357 reclamações por alegadas práticas discriminatórias em áreas como as acessibilidades, segurança social, prémios desportivos, estacionamento, educação, saúde, banca ou fiscalidade – e as restantes acabaram arquivadas.

Outro dos organismos que recebeu queixas foi a Entidade Reguladora da Saúde, à qual 46 pessoas reclamaram, por causa de “potenciais situações de discriminação, em razão da deficiência e do risco agravado de saúde”, sendo que a maioria dos processos estão ainda a ser analisados pelos serviços competentes.

No total, 17 entidades receberam queixas de pessoas com deficiência e deram conhecimento delas ao Instituto Nacional de Reabilitação que, por sua vez, recebeu 12 queixas.

Incluindo as queixas do INR, houve 502 reclamações, sendo que apenas em 48 (9,5%) “foi dado o devido encaminhamento” e só quatro resultaram em processos contraordenacionais, já que a maioria das queixas (282) foram arquivadas e 172 ainda têm processo a decorrer.

Em comparação com o ano de 2014, no qual se registaram 353 queixas, verificou-se um aumento significativo visto que no ano de 2015 foram contabilizadas 502 queixas, destacou o INR.

Estes números significam que, entre os dois anos, houve um aumento de 42,2%.

De acordo com o Instituto Nacional de Reabilitação, continua a haver dificuldade em definir de forma correta o que é discriminação, com base na deficiência ou risco agravado de saúde e em fazer prova.

Apesar do aumento no número de queixas mostrar que as pessoas estão mais informadas e sensibilizadas, o INR afirma que ainda há um “longo caminho para percorrer“.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Mais de 80 mil pessoas registaram-se na Segurança Social desde janeiro

O programa “Segurança Social na Hora”, criado em janeiro deste ano, abrangeu até ao momento 80.700 pessoas, de acordo com os dados divulgados pela ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social (MTSSS). Ana Mendes Godinho avançou …

Douro. Poluição regressa a valores anteriores ao estado de emergência

Os valores de contaminação do estuário do rio Douro, que durante o estado de emergência baixaram a níveis só vistos há mais de 30 anos, já regressaram aos valores pré-pandemia. As boas notícias "rapidamente se esfumaram". …

Reino Unido deixa cair pontes aéreas e prepara levantamento da quarentena para dezenas de países

O Reino Unido vai deixar cair o plano para a criação de pontes aéreas e prepara-se para substituir a medida pela isenção de quarentena para dezenas de países. Dezenas de países vão ficar isentos de restrições …

Medina clarifica críticas em público: eram para chefias regionais (e não para Temido)

O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Media, veio esta quarta-feira a público esclarecer as duras críticas que vez relativamente à atuação das autoridades de saúde no combate à pandemia de covid-19. No seu habitual espaço …

Fraude nas viagens entre ilhas e continente. PJ desmantela mais uma rede criminosa

Esta quarta-feira, foi desmantelada mais uma rede criminosa que se aproveitava de forma fraudulenta do subsídio que financia as deslocações dos habitantes dos Açores e da Madeira ao continente. Existem fraudes nos subsídios das viagens entre …

Nova reviravolta. Livro polémico da sobrinha de Trump com luz verde para publicação

Um juiz do Tribunal de Recurso de Nova Iorque levantou na noite de quarta-feira uma proibição temporária de publicação de um livro escrito pela sobrinha do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, contendo revelações polémicas. Segundo …

Epidemiologista chefe da DGS abandona cargo. Saída foi "programada"

A chefe da divisão de Epidemiologia e Estatística da Direção-Geral da Saúde, Rita Sá Machado, vai integrar a equipa da Missão Permanente de Portugal junto dos Organismos e Organizações Internacionais das Nações Unidas, em Genebra. A …

"É com Vieira que o FC Porto consegue tirar a final da Taça do Jamor"

Rui Gomes da Silva, candidato à presidência do Benfica, apontou baterias ao atual presidente das águias, Luís Filipe Vieira, poucas horas depois de a Federação Portuguesa de Futebol ter anunciado que a final da Taça …

Rui Rio propôs fim dos debates quinzenais sem consultar deputados

A bancada do PSD só recebeu as propostas do partido para alterar o regimento da Assembleia da República mais de 24 horas depois do anúncio feito por Rui Rio, na terça-feira, no Porto. Rui Rio, líder …

TAP escapa à nacionalização. Estado assume controlo com 72,5% da companhia

O Estado e os acionistas privados da TAP estão perto de chegar a acordo, devendo a companhia aérea escapar à nacionalização. Ainda não há fumo branco, mas o acordo sobre o futuro da TAP deverá …