26 países assinam acordo de comércio livre em África

Loïc Lagarde / Flickr

Pôr-do-sol no Cairo

Líderes políticos de 26 países africanos assinaram hoje no Egito um acordo de livre comércio que abarca metade do continente e é tido como potencialmente histórico.

Angola e Moçambique são os dois países lusófonos entre os 26 como membros da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), um dos três blocos comerciais integrados no acordo, juntamente com a Comunidade da África Oriental (CAO) e com o Mercado Comum da África Oriental e Austral (COMESA).

Os 26 países africanos envolvidos têm no total um Produto Interno Bruto (PIB) de 885 mil milhões de euros e mais de 625 milhões de pessoas.

O pacto foi assinado numa cimeira em Sharm el Sheikh pelo presidente egípcio, Abdel Fattah al-Sissi, o presidente do Zimbabué, Robert Mugabe, o primeiro-ministro da Etiópia, Hailemariam Desalegn, e o vice-presidente da Tanzânia, Mohamed Bilal.

A zona tripartida de comércio livre deve tornar-se um mercado comum unindo 26 dos 54 países africanos, tendo como objetivo estabelecer regras para se avançar no sentido de tarifas aduaneiras preferenciais, facilitando assim a circulação de bens e mercadorias.

“O que fazemos hoje representa um passo importante na história da integração regional de África”, declarou Sissi na abertura da cimeira.

O presidente do Banco Mundial, Jim Yong Kim, considerou, por seu turno, que a “Tripartida” vai permitir a África “fazer enormes progressos e todo o continente avançará”.

Do Cabo ao Cairo, estão incluídas no acordo as duas economias mais desenvolvidas do continente, a África do Sul e o Egito, assim como países dinâmicos como a Etiópia e o Quénia, além de Angola e Moçambique.

O presidente Mugabe sublinhou que o tratado estabelece “uma economia sem fronteiras” que permite ao novo bloco classificar-se no 13.º lugar a nível mundial em termos de PIB.

Para entrar em vigor, o tratado terá de ser ratificado dentro de dois anos pelos parlamentos dos 26 países.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Problemas de direitos humanos persistem em Portugal apesar dos progressos

O mais recente relatório da Amnistia Internacional sobre direitos humanos indica que em Portugal “ainda persistem” desigualdades no acesso a habitação condigna, e diferentes formas de discriminação de pessoas e comunidades mais vulneráveis. O documento divulgado …

Theresa May adia votação do Brexit

A primeira-ministra britânica, Theresa May, confirmou, esta segunda-feira à tarde, perante o parlamento britânico, que será adiada a votação do acordo do Brexit agendada para esta terça-feira, dia 11. A decisão da primeira-ministra britânica procura evitar …

"Lobisomem da Sibéria". Maior assassino em série da Rússia era polícia e matou 78 mulheres

Um ex-polícia russo, já condenado a prisão perpétua pela morte de 22 mulheres, foi sentenciado esta segunda-feira na Sibéria por mais 56 homicídios, o que o torna no maior assassino em série da história recente …

Mais de 20 comboios vão ser suprimidos no Natal e Ano Novo

Mais de duas dezenas de ligações ferroviárias, entre Intercidades e Alfa-Pendulares, serão suprimidas nos dias 24, 25 e 31 de dezembro e 1 de janeiro de 2019, à semelhança de anos anteriores, devido à fraca …

Catalães devem seguir a via eslovena e estar "dispostos a tudo" para alcançar independência

Quim Torra disse este sábado que os catalães devem seguir o exemplo do processo de independência da Eslovénia e estar "dispostos a tudo". O presidente do governo regional da Catalunha, Quim Torra, disse este sábado que …

"Injustiça fiscal." Governo rejeita alterar IRS para salários de anos anteriores

O Governo recusou aceitar uma recomendação da Provedora de Justiça que pedia ao Executivo para atualizar o regime de IRS para rendimentos relativos a anos anteriores. No início de outubro, a Provedora da Justiça escreveu a …

Oito anos depois, pensionistas recebem subsídio de Natal por inteiro

Oito anos depois, os pensionistas recebem esta segunda-feira o subsídio de Natal por inteiro, sem cortes e no mês de dezembro. A maioria dos pensionistas da Segurança Social começa esta segunda-feira a receber a pensão de …

Carlos Ghosn, ex-presidente da Renault-Nissan, acusado por ocultar rendimentos

O Ministério Público japonês acusou oficialmente o ex-presidente da Nissan de ocultar rendimentos da empresa durante um período de cinco anos. De acordo com a agência Kyodo e o canal público NHK, o Ministério Público responsabiliza …

Casa onde Sócrates vive "pagou" salinas em Angola

O apartamento de luxo onde José Sócrates está a residir na Ericeira foi uma "dação em pagamento" de um empresário angolano ao primo do ex-primeiro-ministro, José Paulo Pinto de Sousa, que é suspeito de ser …

Caso Galpgate. Três ex-secretários de Estado não vão a julgamento

Os três secretários de Estado que se demitiram no ano passado na sequência do caso dos convites para assistirem a jogos de futebol do Euro 2016 em França não vão a julgamento. Os ex-governantes e outros …