25 mil gregos saíram à rua para apoiar o novo Governo

Perto de 25 mil gregos saíram este domingo às ruas em apoio ao Governo de Alexis Tsipras e em vésperas de uma reunião do Eurogrupo, na qual a Grécia vai tentar renegociar prazos de pagamento da dívida aos credores.

De acordo com números avançados pela agência de notícias AFP, pelo menos 18 mil pessoas terão saído à rua em Atenas, capital grega, e mais oito mil em Salonica, a segunda maior cidade do país.

15 mil manifestantes já tinham descido as ruas das duas cidades gregas na passada quarta-feira, em apoio ao novo Governo de esquerda, que quer negociar na segunda-feira em Bruxelas melhores condições para pagar aos credores.

Théodora, uma desempregada de 58 anos ouvida pela AFP, declarou que os gregos querem “justiça aqui e agora”.

“Deve-nos ser feita justiça pelo sofrimento suportado pela Grécia nos últimos cinco anos”, disse, na praça Syntagma, em Atenas.

Os manifestantes seguravam faixas onde, segundo a AFP, se podia ler “Acabem com a austeridade na Grécia e na Europa” e “Acabem com a Merkel, tentem a democracia”.

Em Paris pelo menos duas mil pessoas saíram também hoje à rua para demonstrar o seu apoio aos gregos e contra aquilo que apelidaram de “o Golias das Finanças”.

Em França os manifestantes que responderam aos apelos de sindicatos e organizações de extrema-esquerda para saírem à rua levavam bandeiras do Syriza, partido do primeiro-ministro grego Alexis Tsipras, e gritavam: “Na Grécia, em França, resistir contra a austeridade e a finança“.

Também em Lisboa centenas de manifestantes se concentraram no Largo Camões, junto ao Chiado, em solidariedade com a Grécia, exibindo bandeiras, cartazes e faixas com frases como “Juntos contra a Troika”, em português e em grego, ou “O medo mudou de lado”.

Os deputados bloquistas Luís Fazenda e Mariana Mortágua, a médica Isabel do Carmo ou o realizador de cinema António Pedro Vasconcelos foram algumas das personalidades presentes nesta iniciativa convocada pelas redes sociais e que previa uma marcha até ao edifício da Comissão Europeia em Lisboa, no largo Jean Monnet.

A Grécia vai iniciar na segunda-feira difíceis negociações com o Eurogrupo de forma a chegar a um acordo com os seus credores e a viabilizar a forma de pagamento dos 240 mil milhões de euros do resgate internacional ao país.

Tanto da parte dos gregos como dos líderes europeus, não há otimismo relativamente a um acordo na segunda-feira, mas sim um início de conversações longo que deverá terminar com alguma flexibilização orçamental ao nível da zona euro e uma solução de compromisso entre a Grécia e os seus parceiros.

O Governo de Alexis Tsipras passou o fim de semana em longas reuniões para apresentar soluções, tendo como objetivo a vontade de um acordo. “A nossa posição é forte e vai conduzir a um acordo, mesmo que seja no último minuto”, disse o ministro das Finanças, Yanis Varoufakis, numa entrevista hoje divulgada.

O ministro do novo Governo disse estar convencido que “a Europa sabe chegar a acordos honoráveis a partir de honoráveis desacordos” e evocou um nível de otimismo “importante” na véspera da reunião.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O dirigente do PSD Paulo Mota Pinto

Mota Pinto aponta "irresponsabilidade" de marcar diretas. Rangel reforça importância de ter líder "fortemente legitimado"

O dirigente do PSD defendeu, esta segunda-feira, que o partido "está preparado" para legislativas antecipadas, defendendo que estas devem ocorrer "o mais rapidamente possível". Em declarações à agência Lusa, o presidente da Mesa do Congresso e …

EMA aprova terceira dose da vacina da Moderna a partir dos 18 anos

A Agência Europeia do Medicamento (EMA) deu luz verde, esta segunda-feira, à administração da terceira dose da vacina da Moderna a partir dos 18 anos. Em comunicado, a agência refere que os dados apontam que uma …

Câmara do Porto aprova sistema de videovigilância no centro histórico

Esta segunda-feira, na reunião do Executivo portuense, foi aprovado, com o voto contra da CDU e do BE, o protocolo a celebrar com a PSP para implementação da videovigilância na Baixa do Porto. O presidente da …

Conselho das Finanças Públicas alerta para riscos na TAP e falta de orçamentação para Novo Banco

O Conselho das Finanças Públicas (CFP) alertou esta segunda-feira, numa análise à proposta do Governo para o Orçamento do Estado de 2022 (OE2022), para a possibilidade de se injetar mais dinheiro na TAP e no …

O presidente executivo do Novo Banco, António Ramalho

Novo Banco apresenta nova imagem. "Agora é o renascimento", diz Ramalho

O presidente do Novo Banco disse, esta segunda-feira, que a nova imagem representa o "renascimento" da instituição financeira, que está numa "rota de lucro e rendibilidade". Na apresentação da nova imagem de marca do Novo Banco, …

Governo disponível para suspender caducidade de convenções coletivas "sem limite de tempo"

O Governo está disponível para avançar com a suspensão dos prazos da caducidade das convenções coletivas "sem limite de tempo", disse, esta segunda-feira, no Parlamento a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social. A medida foi …

PEV também vota contra o Orçamento do Estado para 2022

O partido ecologista "Os Verdes" (PEV) anunciou, esta segunda-feira, que também vai votar contra o Orçamento do Estado para 2022. Em conferência de imprensa, na Assembleia da República, José Luís Ferreira disse que "o grupo parlamentar …

Governo lamenta decisão do PCP. "Nunca tínhamos ido tão longe como fomos este ano"

O secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares reagiu, esta segunda-feira à tarde, na Assembleia da República, ao anúncio de voto contra do PCP ao Orçamento do Estado para 2022 (OE2022). Na Assembleia da República, Duarte Cordeiro …

Vulcão Cumbre Vieja lança lava, cinzas e fumo em La Palma

Vulcão de La Palma "no auge da atividade". Derrocada parcial do cone revela grande fonte de lava

Uma derrocada parcial do cone do vulcão da ilha de La Palma, nas Canárias, deixou à vista uma grande fonte de lava, segundo o Instituto Vulcanológico das Ilhas Canárias (Involcan). "Estamos no auge da atividade" do …

Presidente recebeu dose de reforço da vacina contra a covid-19 juntamente com a da gripe

O Presidente da República recebeu, esta segunda-feira, a dose de reforço da vacina contra a covid-19, juntamente com a vacina da gripe. "O Presidente Marcelo Rebelo de Sousa recebeu esta tarde o reforço (ou terceira dose) …