Governo brasileiro reserva mais 207 mil euros para projeto de reconstrução do Museu Nacional

Tânia Rego / Agência Brasil

Incêndio no Museu Nacional do Brasil, Rio de Janeiro

A verba será entregue à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e será destinado ao projeto executivo e não às obras.

O Ministério da Educação brasileiro anunciou esta terça-feira que irá destinar perto de 910 mil reais, cerca de 207 mil euros, para o projeto da fachada e telhado do Museu Nacional do Rio de Janeiro, destruído por um incêndio em setembro passado.

A verba será entregue à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), responsável pela administração do Museu, que perdeu praticamente todo o seu património histórico, científico e cultural na sequência do incêndio.

“Entendemos a necessidade de resgatar parte da nossa história que, lamentavelmente, foi perdida naquele incêndio. Conseguimos mudar o orçamento, que não está dentro da parcela que sofreu contingências, para a continuidade da recuperação do Museu”, afirmou o secretário de Educação Superior, Arnaldo Lima, citado no site da tutela.

A verba será entregue à UFRJ numa única parcela, e será destinada apenas para o projeto executivo, e não para as obras em si.

“Com os 908.800 reais que serão entregues nesta semana, o Ministério da Educação contabiliza a transferência de mais de 11 milhões de reais [2,5 milhões de euros] diretamente para a UFRJ, para as ações de emergência no Museu Nacional, desde o ano passado”, declarou a pasta da Educação.

O montante designado em 2018 foi destinado para aquisição de espaços físicos onde são realizadas as atividades administrativas e laboratoriais de análise do acervo que restou após o incêndio.

O Museu Nacional do Rio de Janeiro perdeu praticamente todo o seu património histórico, científico e cultural na sequência do incêndio, que teve origem num aparelho de ar condicionado, em setembro do ano passado.

Fundado pelo rei D. João VI, de Portugal, era o espaço museológico mais antigo e um dos mais importantes do Brasil. Entre as peças do acervo estavam a coleção egípcia, que começou a ser adquirida pelo imperador Pedro I, e o mais antigo fóssil humano encontrado no país, batizado de “Luzia”, com cerca de 11.000 anos.

Entre os milhões de peças que retratavam os 200 anos de história brasileira estavam, igualmente, um diário da imperatriz Leopoldina e um trono do Reino de Daomé, dado em 1811 ao príncipe regente português João VI.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientista americana diz estar certa de que a Terra será atingida por asteroide

https://vimeo.com/355132338 Uma cientista americana de uma ONG dedicada a proteger a Terra diz que é 100% certo que um asteroide atingirá o nosso planeta. A cientista é Danica Remy, presidente da Fundação B612. Após um asteroide não …

NASA vai mesmo explorar Europa, a lua de Júpiter que pode ter vida extraterrestre

A NASA deu luz verde a uma missão para explorar uma lua de Júpiter que é considerada um dos melhores candidatos para a vida extraterrestre. A Europa - que é um pouco mais pequena do que …

País de Gales cancela plano controverso de criar "casas de banho robô"

O objetivo da construção era impedir atividade sexual, vandalismo e dormidas nas casas de banho públicas. O projeto ia recorrer às tecnologias de piso sensível ao peso, jatos de água, sensores anti-movimento e alarmes. O conselho …

Sem saber, uma mulher viveu durante 17 anos com a sua "gémea" dentro dela

Uma jovem na Índia, sem saber, viveu com uma das condições médicas mais raras e perturbadoras durante quase duas décadas. De acordo com um relatório de caso desta semana, a mulher tinha um saco que continha …

Novo filme da saga 007 já tem nome e data de estreia marcada

O novo filme da saga 007, realizado por Cary Fukunaga chama-se "No time to die" e estreia-se no Reino Unido e nos Estados Unidos em abril de 2020. "Daniel Craig regressa como James Bond, 007 em... …

Comporta pode tornar-se na nova Ibiza (e tudo começou com a queda do BES)

Após anos de um quase esquecimento, em termos de desenvolvimento imobiliário, a Comporta está a atrair investidores internacionais que encaram a pequena vila de Setúbal como uma "nova Ibiza". Um cenário que está a preocupar …

Família de Aretha Franklin cria fundo para a investigação de cancro raro

Um ano após a morte da cantora, a família de Aretha Franklin criou um fundo de apoio à investigação na área dos tumores neuroendócrinos, a doença rara que se revelou fatal para a celebridade, a …

Sporting vai monitorizar tudo o que se diz e escreve sobre jogadores

A empresa Noisefeed tem uma enorme base de dados relativa à atividade nas redes sociais de milhares de jogadores a nível global. Os jogadores de futebol de todo o mundo usam, cada vez mais, as redes …

Boris janta hoje com Merkel para mudar acordo. Maioria quer novo referendo

A pouco mais de dois meses da data marcada para a saída do Reino Unido da União Europeia, uma nova sondagem mostra que a maioria dos britânico quer que qualquer novo acordo vá a referendo. Um …

Oficial: Pardal Henriques candidato a deputado pelo partido de Marinho Pinto

O advogado Pedro Pardal Henriques anunciou esta quarta-feira que aceitou o convite para encabeçar a lista do PDR a Lisboa, deixando de ser porta-voz do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas para "não misturar …