20% dos alunos não consegue aplicar matemática aos problemas diários

Rapariga ajudando rapaz a estudar

Os estudantes portugueses surgem em 20.º lugar numa lista de 44 países do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa), que avaliou, pela primeira vez, a capacidade de os alunos conseguirem resolver problemas de matemática aplicados à vida real.

Estes resultados do PISA 2012 foram divulgados hoje pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), que apresenta um ranking com a média dos resultados obtidos pelos 85 mil alunos de 15 anos que participaram neste estudo.

Portugal teve uma pontuação de 494 pontos, sendo a média da OCDE de 500 pontos, segundo o relatório que analisou as capacidades dos estudantes de 44 países.

De acordo com o documento, apenas 7,4% dos portugueses conseguiram resolver os problemas de matemática mais complexos, ficando abaixo da média dos países da OCDE que se situa nos 11,4%.

Já um em cada cinco portugueses (20,6%) foi incapaz de aplicar os conhecimentos daquela disciplina a questões do quotidiano, tendo maus resultados na avaliação. Estes alunos ficaram abaixo do nível dois (numa escala em que o valor máximo é seis).

De acordo com o estudo, os três países mais bem classificados foram Singapura (562 pontos), Coreia (561) e Japão (552). Já nos três últimos lugares surgem o Uruguai (403), a Bulgária (402) e a Colômbia (399).

A OCDE sublinha no documento que em tempos de crise económica aumenta a necessidade de aumentar o investimento na aquisição e desenvolvimento de ferramentas para os cidadãos, através do sistema de educação e do local de trabalho.

“Num momento em que os orçamentos públicos estão apertados e há pouco espaço para estímulos fiscais e monetários, investir em reformas estruturais para impulsionar a produtividade, tais como a educação, é a chave para o crescimento no futuro”, lê-se no relatório.

O documento sublinha também as “preocupantes” diferenças de género, no que toca à matemática: “mesmo quando a performance das raparigas é tão boa como a dos rapazes, elas reportam menos perseverança, menos motivação para aprender matemática, menos fé nas suas capacidades matemáticas e níveis mais altos de ansiedade”.

No caso nacional, o relatório mostra que os rapazes têm, em média, mais 16 pontos do que as raparigas, colocando Portugal entre os países onde a diferença é mais notória.

O país mais mal classificado do ranking, a Colômbia, é também onde os rapazes mais se destacam das raparigas nesta capacidade de utilizar a matemática, com 31 pontos de diferença. Segue-se a China (25 pontos), o Brasil e a Eslováquia (ambos com 22 pontos), o Japão (19). Na Europa, com maiores diferenças surge apenas a Itália (18 pontos).

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Coloridos e selados. Descobertos no Egito sarcófagos com mais de 2.500 anos

As autoridades egípcias anunciaram esta segunda-feira a descoberta de uma coleção de sarcófagos datados de há mais de 2.500 anos, na zona arqueológica de Sakkara, a sul da cidade do Cairo. Em comunicado, citado pela agência …

Nokia vai criar para a NASA a primeira rede móvel operacional na Lua

O grupo finlandês Nokia vai fabricar para a NASA aquela que será a primeira rede móvel móvel na Lua, como parte de um projeto de base humana permanente da agência espacial norte-americana, foi esta segunda-feira …

Sarkozy acusado de "associação criminosa". Investigação sobre ligações à Líbia continua

Nicolas Sarkozy, o antigo Presidente francês, está a ser acusado de "associação criminosa" como parte de uma investigação sobre o financiamento da sua campanha presidencial de 2007, particularmente acerca dos seus alegados vínculos com o …

A última década foi a mais quente do Oceano Atlântico em três milénios

A última década foi a mais quente do Oceano Atlântico em quase três milénios, aponta uma nova investigação da Universidade de Massachusetts em Amherst, nos Estados Unidos, e da Universidade de Quebec, no Canadá. As …

NASA apresenta rover "transformer" que vai explorar os penhascos íngremes de Marte

A NASA acaba de apresentar um rover de quatro rodas, denominado DuAxel, que se pode dividir em dois rovers de duas rodas separados. O robô foi projetado para, um dia, explorar alguns dos terrenos mais …

Veneno de vespa pode ter muito "potencial" na composição de antibióticos

Com o passar dos anos, a população começa a ficar mais resistente a certos medicamentos e estes deixam de fazer efeito. Agora, uma equipa de investigadores desenvolveu novas moléculas anti-microbianas a partir do veneno de …

"Ou és infetado ou morres de fome". Trabalhadores da Amazon nas Filipinas denunciam condições precárias

Trabalhadores contratados pela empresa de segurança Ring da Amazon que trabalham em call centers nas Filipinas denunciam condições de trabalho que dizem ser precárias, mostrando-se ainda mais preocupados com a situação por causa da pandemia …

"Momento muito duro". André Almeida sofreu rotura de ligamentos e arrisca paragem longa

O futebolista internacional português André Almeida sofreu uma entorse do joelho direito, que resultou numa “rotura do ligamento cruzado anterior e do ligamento lateral interno”, informou esta segunda-feira o Benfica. O lateral dos encarnados saiu aos …

Apoio à retoma. Empresas com perdas de 25% podem reduzir horário até 33% já esta terça-feira

Empregadores com quebra de faturação igual ou superior a 25% vão poder reduzir até 33% o horário dos trabalhadores, entre outubro e dezembro, segundo a alteração ao regime de retoma progressiva de empresas em crise. O …

Chega quer tornar voto obrigatório e sanções para quem não cumprir

O deputado único do Chega entregou uma nova proposta no âmbito do projeto de revisão constitucional do partido para tornar o voto obrigatório para todos os cidadãos que o possam exercer e sanções para quem …