Zuckerberg recusa ir ao Parlamento britânico responder sobre escândalo dos dados

B!T

Mark Zuckerberg, fundador do Facebook

O fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, não vai comparecer no Parlamento britânico para responder a perguntas sobre o escândalo da divulgação de dados pessoais, deixando essa tarefa para um dos adjuntos.

Numa carta enviada ao presidente da comissão parlamentar de Assuntos Digitais, Cultura, Media e Desporto, Damian Collins, a responsável das Relações Públicas da rede social, Rebecca Stimson, indica que será um dos adjuntos de Zuckerberg a dar resposta às perguntas dos deputados.

Esta comissão convocou no dia 20 o fundador do Facebook para explicar a alegada divulgação indevida de dados de mais de 50 milhões de utilizadores, que pode ter ajudado a campanha eleitoral do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Stimson reconhece na carta que a empresa concorda que estes assuntos “têm de ser abordados ao mais alto nível da empresa por diretores em posições de autoridade“, e acrescenta que o próprio Zuckerberg “pediu a um dos seus adjuntos para que se coloque à disposição da comissão parlamentar para prestar declarações pessoalmente”, segundo a agência de notícias espanhola Efe.

Nesse sentido, a porta-voz do Facebook diz que o responsável de tecnologia da empresa, Mike Schroepfer, e o chefe de produto, Chris Cox, estão disponíveis para ir ao Parlamento britânico a seguir à Semana Santa, já que “ambos têm uma grande experiência nestes assuntos e estão bem posicionados para responder às questões sobre estes temas complexos”.

Entretanto, continua a carta, a empresa “vai continuar a trabalhar sobre os assuntos decorrentes dos acontecimentos recentes”.

De acordo com os jornais norte-americano “New York Times” e o britânico The Observer, a empresa britânica Cambridge Analytica, que foi contratada tanto pelos responsáveis da campanha eleitoral de Trump, como pelos partidários do Brexit, compilou informação de milhões de eleitores a partir do Facebook.

A partir desses dados, desenhou um programa informático para antecipar o sentido de votos de milhões de pessoas e tentar influenciar as suas decisões, segundo as notícias publicadas pelos dois jornais.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"A minha militância é já longa, nunca tive padrinhos" na política, diz Miguel Pinto Luz

O candidato à liderança do Partido Social Democrata (PSD), Miguel Pinto Luz, disse que o financiamento para a campanha vem de si próprio e de outros militantes. Afirmou que não recusa apoios de quem quer …

Nu num cavalo branco e de saltos altos. Retrato de Emiliano Zapata gera indignação no México

Centenas de manifestantes invadiram o Palácio de Belas Artes do México, na passada terça-feira, por causa de um retrato do general Emiliano Zapata (1879-1919), considerado um herói revolucionário no país. A obra, pintada pelo artista …

Felipe VI designa Sánchez como candidato a formar o próximo Governo

O Rei de Espanha designou, esta quarta-feira, em Madrid, o secretário-geral do PSOE e primeiro-ministro em funções como candidato a chefe do próximo Governo, anunciou a presidente do Parlamento. "Sua majestade o Rei [...] comunicou-me a …

No Porto, há um painel publicitário que recicla tanto ar como 230 árvores

O painel publicitário da Volvo, instalado na fachada de um prédio entre a Avenida da Boavista e a Rua 5 de Outubro, no Porto, é mais do que publicidade. A tela ajuda a reciclar o …

Governo recua e deixa cair proposta sobre perda de férias em caso de baixa prolongada

O Governo recuou e deixou cair a proposta apresentada aos sindicatos que previa que os funcionários públicos mais antigos que estivessem de baixa prolongada perdessem dias de férias, disse esta quarta-feira o líder da Fesap, …

Marta Temido recusa ser "refém" de Centeno e anuncia maior concentração de Urgências até ao verão de 2020

"Eu nunca me senti refém [de Mário Centeno]. Tenho alguma dificuldade nessa leitura. Este reforço de meios também permitirá injetar mais confiança no sistema e criar respostas. Mas não considero que tenho estado refém do …

IVA da luz. Proposta do Governo foi afastada há um ano porque "não tinha enquadramento legal"

Em 2018, o Bloco de Esquerda apresentou a proposta da taxa reduzida do IVA da luz para um primeiro escalão de consumo. O Governo não fez o pedido a Bruxelas - como fez agora -, …

Nenhum dos treinadores do FC Porto ou Belenenses relatou agressões à PSP

Nem Sérgio Conceição nem Pedro Ribeiro mencionaram uma eventual agressão nas suas declarações à polícia. O treinador portista deverá ser ilibado de qualquer acusação. No domingo, os treinadores de FC Porto e Belenenses, Sérgio Conceição e …

Estado não cumpre os requisitos mínimos que criou para os cuidados paliativos

A maioria das equipas de cuidados paliativos do SNS não tem cumprido os requisitos mínimos definidos pelo próprio Estado. Há uma grave falta de profissionais nesta área. Os cuidados paliativos em Portugal têm vindo a regredir …

Rússia diz que pode organizar os seus próprios Jogos Olímpicos

Na sequência da exclusão por quatro anos, anunciada na segunda-feira, a presidente do Parlamento russo sugeriu que o país pode organizar os seus próprios Jogos Olímpicos. A presidente do Parlamento russo, Valentina Matviyenko, afirmou que o …