Gigantesca “zona morta” surge perto da costa norte-americana

Cientistas da Universidade do Louisiana descobriram uma enorme “mancha morta” no Oceano Atlântico, perto da costa sudeste dos EUA, com uma área de cerca de 20 mil km2.

Uma equipa de cientistas da Universidade do Louisiana descobriu uma enorme “mancha morta” no Golfo do México, perto da costa sudeste dos EUA, com cerca de 20 mil km2 – o equivalente à área de um país como Israel ou do País de Gales.

Estas “zonas mortas” no oceano são zonas marítimas com baixo teor de oxigénio, que se formam devido à contaminação da água por fertilizantes e detritos diversos.

Os nitratos e outros produtos químicos que chegam aos rios e acabam por desaguar nos mares resultam numa reprodução rápida de algas unicelulares, que, quando começam a decompor-se, provocam uma queda acentuada do nível de oxigénio presente na água. A maioria dos animais não consegue sobreviver nessas condições.

Nos últimos anos, os oceanólogos encontram cada vez mais evidências de que o aquecimento global acelera o surgimento destas “zonas mortas”, especialmente nas proximidades da linha do Equador.

Actualmente, estas zonas mortas já representam cerca de 7% dos oceanos. A maior das zonas mortas conhecidas, que está devorar o Golfo de Omã, tem 165 mil km2 – quase duas vezes maior do que Portugal.

De acordo com um artigo publicado por Nancy Rabalais, investigadora da Universidade da Louisiana, uma outra zona morta gigantesca encontra-se ao norte do golfo do México, perto da costa do Texas e do Louisiana.

Mais preocupante ainda é que Nancy Rabalais e colegas descobriram que o tamanho desta enorme “mancha morta” triplicou nos últimos anos e cobre agora uma área semelhante a um pequeno país – quase do tamanho do Alentejo. É a segunda maior zona morta do mundo, a seguir à do Golfo de Omã.

Mas ao contrário de outras zonas semelhantes, que são causadas pelo aquecimento global, esta zona morta, diz a investigadora, é directamente causada pela acção humana.

Segundo alertam cientistas, o rápido crescimento desta “mancha” prova que as pessoas usam cada vez mais fertilizantes e produtos químicos. Se a tendência continuar no futuro, as fronteiras desta “zona da morte” vão crescer ainda mais.

ZAP // Sputnik News / LSU

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

Rui Rio continua "em ponderação" e não anunciará qualquer decisão na quarta-feira

A Comissão Política Nacional do PSD vai reunir-se na próxima quarta-feira, mas o presidente do partido não falará ainda publicamente sobre o seu futuro político e continua “em ponderação”, disse à Lusa fonte oficial social-democrata. Segundo …

Ministério nega "situação anómala" de alunos ainda sem professores

Milhares de alunos continuam sem professores um mês depois de as aulas terem começado e o Ministério da Educação diz não ter sido informado de qualquer “situação anómala ou de uma falta sistémica de docentes”. Ainda …

Gage Skidmore

John Bolton denunciou pressão sobre a Ucrânia dois meses antes de sair da Casa Branca

John Bolton, o antigo conselheiro de Segurança Nacional norte-americano que saiu do cargo em setembro em confronto com Donald Trump, fez saber aos advogados da Casa Branca, em julho, que estava em curso uma campanha …

Homem que violava e trancava mulher sem comida tinha sido absolvido do mesmo crime

Um homem de 38 anos que ficou em prisão preventiva por suspeitas de crimes de violência doméstica agravada, violação e sequestro agravado contra a companheira, já tinha sido absolvido antes pela prática do mesmo crime …

Portugal é dos países da UE que mais progrediram na igualdade de género

Portugal está a progredir para uma plena igualdade de género mais rapidamente do que a média da União Europeia, revela o Instituto Europeu para a Igualdade de Género, que coloca o país em 16.º posição, …

"Sem água potável e a urinar em latas". Assim vivem os seguranças dos jogadores do Real Madrid

A União Geral dos Trabalhadores (UGT) de Espanha, um sindicato operário, denuncia as "péssimas condições" laborais dos seguranças que fazem vigilância a alguns jogadores do Real Madrid, nas suas moradias particulares. "Não há 'guaritas' de vigilância …

Ricardo Serrão Santos vai ser o novo ministro do Mar

O ex-eurodeputado socialista Ricardo Serrão Santos vai ser o novo ministro do Mar, no executivo de António Costa. A notícia foi avançada pela Antena Um/Açores e confirmada pelo Diário de Notícias.  Doutorado em Biologia pela Universidade …

Ex-presidente da Câmara da Covilhã começa a ser julgado por peculato

O antigo presidente da Câmara da Covilhã e também ex-vice-presidente do partido Aliança começa, esta terça-feira, a ser julgado em Castelo Branco, acusado de peculato e prevaricação. A SIC noticiou no fim-de-semana de 16 e 17 …

Dois anos depois dos fogos, há mais de 200 casas excluídas do processo de reconstrução

Dois anos depois dos incêndios na zona centro do país, mais de 200 casas de primeira habitação continuam excluídas do processo de reconstrução. Apesar de as obras estarem licenciadas, as habitações foram chumbadas pela Comissão de …

Professor que pediu dinheiro emprestado para se inscrever como candidato é o novo Presidente da Tunísia

Kais Saied, um professor de Direito reformado, conservador e visto como um homem intocado por qualquer suspeita de corrupção, vai ser o próximo Presidente da Tunísia, segundo os resultados à boca das urnas publicados na …