WhatsApp vai partilhar com o Facebook números de telefone dos utilizadores

A aplicação, que é detida pelo Facebook desde 2014, anunciou esta quinta-feira que vai ceder os números de telefone dos seus utilizadores à rede social.

“Como uma empresa subsidiária do Facebook, nos próximos meses iremos começar a partilhar informação que nos permita coordenar melhor e com isso melhorar a experiência entre os serviços. Esta é uma prática típica entre as empresas que são adquiridas por outras”, informou o serviço de mensagens WhatsApp em comunicado.

Com esta mudança de política, a rede social passa a ter acesso ao número de telefone de cada utilizador para verificar a sua conta de WhatsApp, assim como os dados sobre a frequência de utilização da aplicação como, por exemplo, a última hora de conexão.

De acordo com a empresa, a partilha desta informação tem vários objetivos: melhorar a eficácia publicitária com anúncios que sejam mais relevantes para os utilizadores do Facebook e sugestões para estabelecer ligações com outras pessoas conhecidas e também para combater os abusos e mensagens não desejadas no WhatsApp.

A aplicação de mensagens instantâneas reconhece que outras empresas subsidiárias do Facebook, como o Instagram, podem usar a informação do WhatsApp para “atividades diversas”, como sugerir contas a seguir.

Os utilizadores do serviço de mensagens podem recusar que os seus dados sejam utilizados para “melhorar experiências relativas a anúncios e produtos”, mas não que o Facebook conheça o número de telefone e os seus padrões de atividade no WhatsApp.

“De momento, não temos planos de partilhar com o Facebook outra informação opcional”, como o estado, nome e foto do perfil do utilizador, e “muito menos guardamos as mensagens assim que são entregues”, salienta a empresa, que insiste que, apesar da partilha de dados, vai continuar a funcionar “como um serviço independente”.

Adiantou também que as mensagens encriptadas continuam a ser privadas e que a empresa não irá vender ou partilhar o número de telefone dos utilizadores com os anunciantes.

Os clientes do WhatsApp vão receber a partir de hoje uma notificação com os novos termos de privacidade, momento a partir do qual dispõem de 30 dias para aceitar caso pretendam continuar a utilizar a aplicação.

Esta é a primeira mudança de política de privacidade em quatro anos e, segundo o serviço WhatsApp, estas alterações resultam dos seus planos de alternativas de comunicação entre utilizadores e empresas nos próximos meses.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Para as criaturas marinhas, as doenças infecciosas são a sentinela da mudança

Uma recente investigação analisou as mudanças nas doenças relatadas em espécies submarinas num período de 44 anos. A conclusão não surpreende: a saúde dos oceanos está a piorar a passos largos. A compreensão das tendências oceânicas …

Solidariedade e ambiente. Nos EUA, já é possível doar as suas peças Lego

Nunca somos demasiado velhos para brincar com peças Lego. No entanto, se estiver a ficar sem espaço para as arrumar e estiver à procura de uma forma de garantir que os seus blocos acabam em …

Eis os primeiros smartphones pensados e fabricados em África

https://vimeo.com/365789486 No Ruanda nasceram os primeiros rebentos do grupo Mara, que anunciou o lançamento dos seus dois primeiros smartphones. São os primeiros a serem totalmente fabricados em África. Estes são os dois primeiros smartphones totalmente fabricados em …

Siza Vieira recebe Grande Prémio da Academia de Belas-Artes francesa

O arquitecto Álvaro Siza Vieira recebeu o Grande Prémio de Arquitetura da Académie des Beaux-Arts, pelo conjunto do seu percurso, no valor de 35 mil euros. “É uma grande honra, porque é um prémio importante. É …

Para os jovens refugiados, um telemóvel pode ser tão importante quanto comida ou água

Entre 2015 e 2018, mais de 200.000 jovens não acompanhados reivindicaram asilo na Europa. Muitos deles, agora na União Europeia, têm uma coisa em comum: os seus smartphones. Não são apenas ferramentas para entretenimento nem uma …

Cientistas observaram pela primeira vez porcos a usar ferramentas

Uma equipa de cientistas registou pela primeira vez uma família de javalis das Visayas, num jardim zoológico em Paris, a usar paus para cavar e construir ninhos. Os porcos não gostam só de chafurdar na lama …

Transição verde: o mundo tem muito a aprender com uma pequena cidade na Islândia

Uma pequena cidade no norte da Islândia tornou-se quase neutra em dióxido de carbono (CO2). Uma equipa de cientistas viajou até ao país insular nórdico para descobrir como podemos aprender com esta cidade. Atualmente, as cidades …

Adolfo Mesquita Nunes não será candidato à liderança do CDS

Adolfo Mesquita Nunes anunciou este domingo que não será candidato à liderança do CDS. A garantia foi deixada pelo próprio, na sua página pessoal de Facebook, depois de ter sido desafiado por António Pires de …

Afastado desde a noite eleitoral, Rui Rio volta para lançar suspeitas sobre a RTP

Afastado dos holofotes desde a noite eleitoral e sem dizer se se vai recandidatar à liderança do PSD, Rui Rio recorreu ao Twitter para comentar as suas suspeitas sobre a RTP. O líder social-democrata recorreu às …

Iniciativa Liberal vai votar contra programa de Costa

O deputado eleito do Iniciativa Liberal vai votar contra o Programa de Governo, e revela que as suas primeiras propostas serão de desagravamento fiscal perante um Parlamento onde se quer sentar ao meio, "o mais …