Trump já decidiu. Wall Street vai expulsar três grandes empresas de telecomunicações chinesas

A guerra entre Washington e Pequim está a intensificar-se em Wall Street.
A Bolsa de Valores de Nova Iorque vai encerrar as negociações de ações de três das maiores empresas estatais de telecomunicações da China este mês.

O relatório afirma que a medida é necessária para cumprir uma ordem que o presidente Donald Trump assinou no ano passado que proíbe os americanos de investirem em empresas que o governo dos EUA suspeita pertencerem ou serem controladas pelos militares chineses.

Segundo a CNN, a China Mobile (CHL), a China Telecom (CHA) e a China Unicom (CHU) serão todas suspensas até 11 de janeiro, altura em que o pedido entra em vigor.

Por sua vez, o Ministério do Comércio da China disse num comunicado que Pequim deverá tomar as “medidas necessárias” para salvaguardar os interesses das empresas chinesas.

As três empresas de telecomunicações negoceiam em Nova Iorque há muitos anos. A China Mobile, a maior empresa de telecomunicações do país, está listada na Bolsa de Valores de Nova Iorque desde 1997, sendo que as rivais China Telecom e China Unicom negoceiam desde o início dos anos 2000.

As empresas disseram que ainda não sabem quando serão retiradas da bolsa, mas acrescentaram que estão a considerar aplicar medidas para proteger os seus direitos.

Embora as empresas de comunicação tenham ações em Nova Iorque, os seus principais negócios concentram-se na China. A Comissão Reguladora de Valores Mobiliários da China – o principal regulador de valores mobiliários do país – disse no domingo que o impacto direto desta decisão seria “bastante limitado no crescimento das empresas e no desempenho geral do mercado”.

“Apoiamos as três empresas para salvaguardar os seus direitos legítimos de acordo com a lei, e acreditamos que são capazes de lidar adequadamente com qualquer impacto negativo causado pela ordem executiva e possível encerramento de capital”, disse o regulador num comunicado.

O Pentágono identificou até agora 35 empresas que afirma ter ligações com militares chineses, incluindo a fabricante de chips Semiconductor Manufacturing International Corporation (SMIC) e a empresa de tecnologia Huawei. A primeira é comercializada em Hong Kong e Xangai, enquanto a Huawei é uma empresa privada.

A SMIC negou ter relações com os militares chineses e a Huawei também negou várias vezes as alegações dos EUA de que representa um risco para a segurança nacional. O próprio Ministério da Defesa da China disse no ano passado que a empresa de tecnologia não tem “histórico militar”.

A nova ordem de Trump proíbe os investidores americanos de possuir ou negociar quaisquer valores mobiliários que se originem ou estejam expostos a essas empresas. Os investidores terão até novembro de 2021 para desinvestir nas empresas.

A administração de Trump está a aumentar a pressão sobre as empresas chinesas semanas antes de o presidente eleito Joe Biden assumir o cargo na Casa Branca.

Ana Isabel Moura Ana Moura, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Médicos alertam que Navalny pode sofrer paragem cardíaca "a qualquer momento"

Alexei Navalny está cada vez mais em risco de insuficiência renal. Médicos próximos do opositor russo alertam que pode sofrer uma paragem cardíaca "a qualquer momento". Médicos próximos do opositor russo Alexei Navalny, detido e em …

Perto de sequenciar 1 milhão de genomas, cientistas querem desvendar segredos genéticos

O projeto All of Us está a recolher informações genéticas, registos médicos e hábitos de saúde de mais de um milhão de pessoas. Os dados podem ser usados para desvendar segredos genéticos. O primeiro esboço do …

"Besta dos cinco dentes". Descoberta nova espécie de mamífero na Patagónia

Paleontólogos descobriram uma nova espécie de mamífero, com dentes peculiares, que viveu na Patagónia durante o período Cretáceo. De acordo com a agência Europa Press, os fósseis foram encontrados em Cerro Guido, na província chilena de …

Com os zoos fechados, tudo serve para entreter uma família de lontras. Até um simples galho de bambu

O confinamento serviu como um lembrete indesejado de que ficar preso dentro de casa sem muito o que fazer pode ser desgastante. O mesmo é verdade para os animais, por isso os jardins zoológicos tiveram …

Uma ilha, cinco géneros. Os Bugis têm palavras para as "cinco maneiras de estar no mundo"

Uma ilha, cinco géneros. O povo Bugis é um poderoso grupo étnico que se destaca pelo reconhecimento de cinco géneros distintos. Na Indonésia, a ilha Sulawesi é a casa de um povo que reconhece cinco …

O "aeroporto do amanhã" está abandonado no meio de um pântano dos Estados Unidos

Era para ser o "aeroporto do amanhã", um centro intercontinental para aviões supersónicos com seis pistas e conexões ferroviárias de alta velocidade para as cidades vizinhas. Hoje, é pouco mais do que uma pista no …

Facebook remove (acidentalmente) página oficial de Ville de Bitche, uma remota cidade francesa

O Facebook apagou a página de Ville de Bitche, uma remota cidade francesa. O município passou um mês a apelar à rede social para repor a página. "Recebemos uma mensagem no Facebook e também percebemos que …

NASA escolheu SpaceX de Elon Musk para a próxima missão tripulada à Lua

Elon Musk fecha contrato de 2,9 mil milhões de dólares para levar o Homem novamente à Lua. O contrato é a mais importante vitória da SpaceX e reforça a posição da empresa como parceira …

Benfica 1-2 Gil Vicente | Galo canta e silencia águia na Luz

STOP. O Gil Vicente visitou na tarde deste sábado o Benfica e saiu do palco da Luz com os três pontos na bagagem e a “cantar de galo”, ao vencer por 2-1, num duelo relativo …

"Longa vida à monarquia." Realeza britânica tende a viver mais três décadas do que a população geral

As diferenças na longevidade de alguns membros da família real em comparação com a população em geral são extremamente grandes, mas não incomuns. O príncipe Filipe, marido da rainha Isabel II e o consorte mais antigo …