Real Academia contra-ataca: “incontestavelmente”, a primeira volta ao mundo foi só espanhola

Maurizio Mori / Flickr

Padrão dos Descobrimentos, em Lisboa.

A Real Academia de História de Espanha divulgou este domingo um relatório em que atesta que a primeira viagem de circum-navegação da Terra foi um projecto total e exclusivamente espanhol. Fernão de Magalhães planeou a viagem, mas esta acabou por ser financiada pelo reino de Espanha.

“Com esses dados, absolutamente documentados, é incontestável a plena e exclusiva autoria espanhola da empresa”, conclui a Real Academia de História (RAH) num relatório datado de 1 de março deste ano e publicado este domingo no site.

A instituição espanhola explica que o documento foi elaborado pela “necessidade social de responder às muitas questões levantadas pelas autoridades portuguesas ao tentar capitalizar a autoria da viagem, pelo facto de “Magalhães ser natural de Portugal”.

“Com este relatório pretende-se evitar que a comemoração dos 500 anos da viagem se converta numa fonte de divisão entre os dois países vizinhos“, segundo a RAH.

Os chefes da diplomacia de Portugal e de Espanha anunciaram em Madrid, a 23 de janeiro, a apresentação conjunta de uma candidatura a património da humanidade da primeira viagem de circum-navegação do globo, depois de “dissipadas todas as dúvidas”.

“Decidimos que Portugal e Espanha, através dos seus embaixadores na UNESCO, irão apresentar conjuntamente a candidatura” da rota da viagem iniciada pelo português Fernão de Magalhães e terminada pelo espanhol Sebastião Elcano, disse na altura o chefe da diplomacia portuguesa, Augusto Santos Silva.

O relatório da RAH foi elaborado a pedido do diário ABC, que antes desse anúncio tinha avançado que, numa candidatura inicial da rota de Magalhães apresentada por Portugal à UNESCO, o governo português teria apagado o império espanhol da história ao quase não fazer referência ao nome de Sebastião Elcano ou o papel preponderante de Espanha na realização da viagem.

Fernão de Magalhães, que planeou a viagem que acabou por ser financiada por Espanha, não terminou a expedição, uma vez que morreu nas Filipinas, em 1521, aos 41 anos, tendo esta sido concluída pelo navegador espanhol Sebastião Elcano.

No seu relatório, a RAH relata que Magalhães, natural de Portugal, “serviu esta coroa fazendo várias viagens pelo Índico”, mas que em 1517 “agastado com D. Manuel de Portugal por não reconhecer os seus méritos, decide abandonar o seu país, deixar de servir o seu rei e viajar para Espanha, […] onde se instalou, contraiu matrimónio e, desde essa altura, serviu o rei Carlos I“.

O documento sublinha que, na altura, Portugal tentou, “por todos os meios, que a viagem não se realizasse” por esta ter sido “entregue a uma empresa espanhola”, qualificando Magalhães de “renegado” e “traidor”, o que continuou a ser feito por “uma parte” dos historiadores portugueses.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Hahahaaaaa….. estes espanhóis são mesmo “chorões”!…
    O projeto de circum-navegação foi totalmente português – a execução é que teve mão espanhola!!
    Fernão de Magalhães era português, plenou tudo em Portugal e só recorreu à coroa espanhola por não ter apoio/financiamento em Portugal!
    Concordo com a candidatura conjunta mas a Real Academia deve querer “música”!…

  2. Fernão de Magalhães… O Saramago do Sec. XVI.
    Olhem que não sei se é mais grave eles dizerem (com alguma razão) que a circum-navegação foi totalmente um projecto Espanhol… Ou se é mais grave Portugal ter tentado apagar o papel central de Espanha na execução do projecto. Vistas bem as coisas, Colombo também era Genovês e ninguém lhe passa pela cabeça dizer por isso que a descoberta da América em 1492 foi conjuntamente Espanhola e Italiana.

  3. Os espanhóis fizeram a primeira viagem de circum-navegação mas foi à volta de Olivença, carvalho! Que de resto ainda deveria ser nossa.

    • Olivença deveria ser nossa, e é! Não se entende é por que razão a situação de posse dessa faixa de terra do lado de lá do Guadiana continua como sendo deles. Como não se entende a razão de Portugal não exigir o seu-a-seu-dono.
      Se os governantes não têm “tomates” para resolver o problema, é dar a vez ao POVO.

  4. Bem… essa comparação não faz qualquer sentido!…
    Nesse caso, até a origem genovesa de Colombo é discutível, quanto mais…

  5. Não é de admirar a pretensão de Espanha. Aliás, eles são useiros e vezeiros no que toca a chamar a si o que deles não é. Basta só parecer que seja… para passar a ser.
    Quanto à célebre viagem de Magalhães, bastaria que o navegador não tivesse sido português nem vivido quase toda a sua vida em Portugal e/ou ao serviço de Portugal para que a viagem não se fizesse.
    A viagem foi paga por Espanha, é verdade, mas toda a ciência que a suportou era portuguesa.

    Naquela altura, Portugal conhecia bem a vizinhança, com quem tinha tratados a respeitar, e sabia com o que teria de contar se a decisão da viagem partisse do nosso rei. Daí não ser a favor dela.
    Com a “emigração” de Magalhães e consequente casamento com a espanholita, o monarca do lado não perdeu tempo com “assédios”. E a ganância do nosso navegador por mais um feito levou-o a atraiçoar os intentos do seu país de origem.

  6. Por este andar também qualquer dia vão dizer que o Cristiano Ronaldo é espanhol e que os troféus ganhos por ele também o são.

RESPONDER

Lito Vidigal é o novo treinador do Vitória de Setúbal

Lito Vidigal é o novo treinador do Vitória de Setúbal. O ex-treinador do Boavista, que já tinha passado pelo Bonfim em 2018/2019, vai suceder a Júlio Velázquez no comando técnico dos sadinos. Esta segunda-feira, Lito Vidigal, …

Estados Unidos confirmam rara infeção provocada por parasita que destrói o cérebro

Foi detetada, no cérebro de uma pessoa no condado de Hillsborough, uma ameba rara que destrói o cérebro. O parasita chama-se Naegleria Fowleri. Uma ameba rara que destrói o cérebro, conhecida como Naegleria Fowleri, foi detetada numa …

IKEA devolve a Portugal 500 mil euros em apoios do lay-off

A IKEA já reuniu com o Governo e diz estar a estudar a melhor forma de proceder à devolução do montante recebido pelo Estado.  Segundo o Dinheiro Vivo, a IKEA Portugal vai devolver cerca de 500 …

Isabel dos Santos diz-se "contactável e disponível" para colaborar com a justiça

Isabel dos Santos negou, esta segunda-feira, que a justiça desconheça o seu paradeiro e que não a consiga contactar, depois de o procurador-geral de Angola ter vindo a público denunciar a ausência de respostas da …

"Não estamos a dar a resposta suficientemente eficaz nesta fase", diz bastonário dos médicos

O bastonário da Ordem dos Médicos (OM), Miguel Guimarães, defendeu esta segunda-feira que enquanto faltar uma "resposta suficientemente eficaz" à covid-19 na fase de desconfinamento, a recuperação económica também será mais lenta. O responsável falava aos …

Bolsonaro alarga veto para uso de máscaras no Brasil

Jair Bolsonaro vetou, esta segunda-feira, a obrigatoriedade do uso de máscaras em prisões durante a pandemia, segundo informações divulgadas no Diário Oficial da União. A decisão do Presidente brasileiro incluiu também o fim da obrigatoriedade de …

Carruagens compradas pela CP à espanhola Renfe vão ter espaço para bicicletas

As 51 carruagens que a CP - Comboios de Portugal vai comprar à espanhola Renfe por 1,6 milhões de euros permitirão o transporte de bicicletas, revelou o ministro Pedro Nuno Santos, garantindo que serão gastos …

Crescimento "preocupante" de casos de covid-19 no Luxemburgo (e a "culpa" pode ser de portugueses e cabo-verdianos)

O Luxemburgo está a assistir, nas últimas semanas, a um crescimento significativo no número de novas infecções por covid-19. A ministra da Saúde fala numa subida "preocupante". Muitas destas novas infecções são entre portugueses e …

Conselho das Finanças Públicas "muito preocupado" com impacto de despesas como a TAP

Nazaré Costa Cabral, presidente do Conselho das Finanças Públicas, está convicta de que a recuperação "não vai permitir ter nos próximos anos o que tínhamos em 2019". A presidente do Conselho das Finanças Públicas, Nazaré Costa Cabral, …

Agência de rating espanhola baixa perspetiva de Portugal de "estável" para "negativa"

A agência de notação financeira espanhola Axesor manteve a classificação não solicitada de Portugal em "BBB+", mas baixou a perspetiva de "estável" para "negativa". A agência de notação financeira espanhola Axesor manteve, esta segunda-feira, a classificação …