Real Academia contra-ataca: “incontestavelmente”, a primeira volta ao mundo foi só espanhola

Maurizio Mori / Flickr

Padrão dos Descobrimentos, em Lisboa.

A Real Academia de História de Espanha divulgou este domingo um relatório em que atesta que a primeira viagem de circum-navegação da Terra foi um projecto total e exclusivamente espanhol. Fernão de Magalhães planeou a viagem, mas esta acabou por ser financiada pelo reino de Espanha.

“Com esses dados, absolutamente documentados, é incontestável a plena e exclusiva autoria espanhola da empresa”, conclui a Real Academia de História (RAH) num relatório datado de 1 de março deste ano e publicado este domingo no site.

A instituição espanhola explica que o documento foi elaborado pela “necessidade social de responder às muitas questões levantadas pelas autoridades portuguesas ao tentar capitalizar a autoria da viagem, pelo facto de “Magalhães ser natural de Portugal”.

“Com este relatório pretende-se evitar que a comemoração dos 500 anos da viagem se converta numa fonte de divisão entre os dois países vizinhos“, segundo a RAH.

Os chefes da diplomacia de Portugal e de Espanha anunciaram em Madrid, a 23 de janeiro, a apresentação conjunta de uma candidatura a património da humanidade da primeira viagem de circum-navegação do globo, depois de “dissipadas todas as dúvidas”.

“Decidimos que Portugal e Espanha, através dos seus embaixadores na UNESCO, irão apresentar conjuntamente a candidatura” da rota da viagem iniciada pelo português Fernão de Magalhães e terminada pelo espanhol Sebastião Elcano, disse na altura o chefe da diplomacia portuguesa, Augusto Santos Silva.

O relatório da RAH foi elaborado a pedido do diário ABC, que antes desse anúncio tinha avançado que, numa candidatura inicial da rota de Magalhães apresentada por Portugal à UNESCO, o governo português teria apagado o império espanhol da história ao quase não fazer referência ao nome de Sebastião Elcano ou o papel preponderante de Espanha na realização da viagem.

Fernão de Magalhães, que planeou a viagem que acabou por ser financiada por Espanha, não terminou a expedição, uma vez que morreu nas Filipinas, em 1521, aos 41 anos, tendo esta sido concluída pelo navegador espanhol Sebastião Elcano.

No seu relatório, a RAH relata que Magalhães, natural de Portugal, “serviu esta coroa fazendo várias viagens pelo Índico”, mas que em 1517 “agastado com D. Manuel de Portugal por não reconhecer os seus méritos, decide abandonar o seu país, deixar de servir o seu rei e viajar para Espanha, […] onde se instalou, contraiu matrimónio e, desde essa altura, serviu o rei Carlos I“.

O documento sublinha que, na altura, Portugal tentou, “por todos os meios, que a viagem não se realizasse” por esta ter sido “entregue a uma empresa espanhola”, qualificando Magalhães de “renegado” e “traidor”, o que continuou a ser feito por “uma parte” dos historiadores portugueses.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Hahahaaaaa….. estes espanhóis são mesmo “chorões”!…
    O projeto de circum-navegação foi totalmente português – a execução é que teve mão espanhola!!
    Fernão de Magalhães era português, plenou tudo em Portugal e só recorreu à coroa espanhola por não ter apoio/financiamento em Portugal!
    Concordo com a candidatura conjunta mas a Real Academia deve querer “música”!…

  2. Fernão de Magalhães… O Saramago do Sec. XVI.
    Olhem que não sei se é mais grave eles dizerem (com alguma razão) que a circum-navegação foi totalmente um projecto Espanhol… Ou se é mais grave Portugal ter tentado apagar o papel central de Espanha na execução do projecto. Vistas bem as coisas, Colombo também era Genovês e ninguém lhe passa pela cabeça dizer por isso que a descoberta da América em 1492 foi conjuntamente Espanhola e Italiana.

  3. Os espanhóis fizeram a primeira viagem de circum-navegação mas foi à volta de Olivença, carvalho! Que de resto ainda deveria ser nossa.

    • Olivença deveria ser nossa, e é! Não se entende é por que razão a situação de posse dessa faixa de terra do lado de lá do Guadiana continua como sendo deles. Como não se entende a razão de Portugal não exigir o seu-a-seu-dono.
      Se os governantes não têm “tomates” para resolver o problema, é dar a vez ao POVO.

  4. Bem… essa comparação não faz qualquer sentido!…
    Nesse caso, até a origem genovesa de Colombo é discutível, quanto mais…

  5. Não é de admirar a pretensão de Espanha. Aliás, eles são useiros e vezeiros no que toca a chamar a si o que deles não é. Basta só parecer que seja… para passar a ser.
    Quanto à célebre viagem de Magalhães, bastaria que o navegador não tivesse sido português nem vivido quase toda a sua vida em Portugal e/ou ao serviço de Portugal para que a viagem não se fizesse.
    A viagem foi paga por Espanha, é verdade, mas toda a ciência que a suportou era portuguesa.

    Naquela altura, Portugal conhecia bem a vizinhança, com quem tinha tratados a respeitar, e sabia com o que teria de contar se a decisão da viagem partisse do nosso rei. Daí não ser a favor dela.
    Com a “emigração” de Magalhães e consequente casamento com a espanholita, o monarca do lado não perdeu tempo com “assédios”. E a ganância do nosso navegador por mais um feito levou-o a atraiçoar os intentos do seu país de origem.

  6. Por este andar também qualquer dia vão dizer que o Cristiano Ronaldo é espanhol e que os troféus ganhos por ele também o são.

RESPONDER

Disney+ alerta para estereótipos racistas. Filmes clássicos com avisos sobre "maus tratos"

Embora já exibisse mensagens padrão desde o ano passado, a nova plataforma de vídeo Disney+ mostra agora um aviso, que não pode ser passado à frente, no início de vários filmes clássicos - como Dumbo …

Curados da covid-19 continuam com sintomas meses depois de terem contraído o vírus

Um estudo da Universidade de Oxford indica que 64% dos pacientes hospitalizados com o novo coronavírus apresenta falta de ar 2 a 3 meses depois de serem infetados. E quase 40% tem sintomas de depressão. Já …

Portugal vai estar no Mundial sub-20 (sem jogar o apuramento)

Todas as fases do Europeu sub-19 foram canceladas e a seleção portuguesa foi uma das eleitas para participar no Mundial do próximo ano. Portugal já sabe que vai estar na fase final do Mundial sub-20 (se …

Novos implantes cardíacos podem salvar 10 mil vidas por ano

O chamado envelope antibiótico envolve o implante cardíaco e previne infeções no paciente. Por ano, morrem cerca de 10 mil pessoas devido a infeções geradas pelo implante. O pacemaker é um pequeno aparelho que é colocado …

Banda dá concerto com músicos e público envoltos em bolhas de plástico para evitar contágio

A banda norte-americana Flaming Lips utilizou bolhas insufláveis ​​de tamanho humano num concerto em Oklahoma, uma solução para proteger os músicos e o público do novo coronavírus, enquanto tenta encontrar uma forma segura para atuar …

EUA. Especialista diz que as próximas semanas "vão ser as mais negras de toda a pandemia"

Um especialista em doenças infecciosas disse que no caso dos Estados Unidos, as próximas seis a 12 semanas vão ser as mais negras de toda a pandemia de covid-19. Michael Osterholm, diretor do Centro de Investigação …

Chelsea inscreve... Petr Cech

Antigo guarda-redes poderá voltar aos relvados nesta época, embora seja pouco provável, para já. Petr Čech entrou em campo pela última vez em maio de 2019, há quase um ano e meio. Já tinha anunciado a …

Disparos de satélites e naves do Star Trek? Relatório revela como seria uma guerra no Espaço

A criação da Força Espacial dos Estados Unidos evocou todos os tipos de noções fantasiosas sobre o combate no Espaço. Assim, um novo relatório explica o que é física e praticamente possível quando se trata …

Japão prepara-se para lançar água tratada de Fukushima no mar

O Japão vai libertar mais de um milhão de toneladas de água tratada da usina nuclear de Fukushima no mar, numa operação que levará cerca de 30 anos para ficar concluída. Ambientalistas e pescadores locais …

Turismo de mergulho? Submarino da "frota perdida" de Hitler aguarda o seu destino no fundo do Mar Negro

Coberto por “redes fantasmas” deixadas por pescadores, os destroços de um submarino U-20 enviado para o Mar Negro pela Alemanha nazi tornou-se recentemente tema de um documentário produzido na Turquia. Localizado a uma profundidade de 20 …