Viver na “cidade da Tesla”? Governador do Nevada propõe que empresas possam criar governos locais

Neoen

O governador do estado norte-americano do Nevada, Steve Sisolak, anunciou planos para lançar Zonas de Inovação que permitiriam às empresas de tecnologia formar os seus próprios governos locais.

De acordo com o jornal local Las Vegas Review-Journal, Steve Sisolak revelou este novo conceito durante o seu discurso sobre o Estado do Estado em 19 de janeiro, descrevendo as zonas como uma forma de atrair empresas que estão na vanguarda de “tecnologias inovadoras”, como blockchain, tecnologia autónoma, robótica, inteligência artificial, Internet das coisas, tecnologia wireless e energia renovável.

Segundo um rascunho da legislação proposta, as Zonas de Inovação permitiriam que empresas de tecnologia formassem governos locais separados do Nevada, que teriam a mesma autoridade de um condado, incluindo a capacidade de cobrar impostos, formar distritos escolares e tribunais de justiça e fornecer serviços governamentais.

Dentro das Zonas de Inovação, as empresas assumiriam as responsabilidades dos municípios onde as zonas estão localizadas. Tornar-se-iam órgãos governamentais independentes administrados por um conselho de supervisores de três membros, que poderiam ser indicados pela empresa.

A legislação estabelece que as Zonas de Inovação propostas deveriam ter pelo menos 20.234 hectares de terras não desenvolvidas e desabitadas e que as terras deveriam estar dentro de um único condado. O terreno também deve ser separado de qualquer cidade, município ou área tributária atual.

A empresa de tecnologia precisaria de demonstrar um investimento inicial de 250 milhões de dólares, além de fornecer um plano com um investimento adicional de mil milhões num período de 10 anos.

A empresa seria obrigada a relatar o seu progresso legislativo a cada dois anos, descrevendo os seus investimentos de capital, desenvolvimento de infraestruturas, o número de pessoas empregadas e uma estimativa do impacto económico da zona.

O texto preliminar da proposta refere que o modelo tradicional de governo local é “inadequado por si só para fornecer a flexibilidade e os recursos conducentes a tornar o Estado um líder na atração e retenção de novas formas e tipos de negócios e na promoção do desenvolvimento económico em tecnologias emergentes e indústrias inovadoras”.

Além disso, acrescenta a proposta, esta “forma alternativa de governo local” é necessária para auxiliar o desenvolvimento económico dentro do estado.

Quem quer viver na “cidade da Tesla”?

O portal Interesting Engineering refere que o Nevada já atraiu com sucesso a Tesla para o estado, tendo a gigante tecnológica de Elon Musk lá construído a sua Gigafactory.

No início de 2016, a Tesla começou a produção dos seus motores elétricos Tesla Model 3 e baterias e produtos de armazenamento de energia Tesla nas instalações de Nevada.

Segundo o Electrek, a Tesla concluiu uma segunda instalação ao lado da sua original que pode, de acordo com uma fonte, ser usada para produzir o semicião totalmente elétrico da Tesla, o Tesla Semi.

Assim, o Interesting Engineering sugere que uma “cidade da Tesla” poderia ser possivelmente uma das cidades instaladas graças a este projeto de lei, se o mesmo for aprovado pelo estado do Nevada.

As cidades corporativas da América

A América tem uma longa história de cidades corporativas, locais onde todas as residências e lojas pertencem a uma única empresa que também é a principal empregadora.

Como as Zonas de Inovação propostas em Nevada, as cidades empresariais eram geralmente organizadas em torno de uma única indústria, como minas de carvão ou metal, madeira serrada ou produção de aço.

Pullman, por exemplo, foi desenvolvida durante a década de 1880 nos arredores de Chicago para abrigar os seis mil trabalhadores que construíam vagões ferroviários, vagões de carga, carrinhos e vagões de comboio elevados, juntamente com os seus dependentes.

Em 1893, quando a demanda por vagões caiu, George Pullman baixou os salários dos funcionários e aumentou as horas de trabalho, mas não reduziu o custo do aluguer ou das mercadorias na cidade. Isso levou à Greve Pullman de 1894, que encerrou o tráfego ferroviário a oeste de Chicago.

Para reprimir a greve, o presidente Grover Cleveland enviou tropas e, em 7 de julho de 1894, guardas nacionais dispararam contra um grupo de grevistas, matando 34 pessoas.  Isto levou a uma investigação por uma comissão presidencial e o Supremo Tribunal de Illinois forçou George Pullman a desfazer-se da sua propriedade da cidade, que foi anexada pela cidade de Chicago.

Uma visão mais filantrópica da cidade-empresa foi oferecida por Milton Hershey, fundador da Hershey Chocolates. Em 1903, fundou a cidade agora conhecida como Hershey, na Pensilvânia.

Hershey abriu uma nova fábrica no local e fundou uma cidade modelo para abrigar os trabalhadores da sua empresa. A cidade incluía um sistema de carrinhos público; casas para trabalhadores com comodidades modernas, como eletricidade, canalização interna e aquecimento central; escola gratuita para os filhos dos funcionários; uma escola vocacional gratuita para órfãos e carentes; e um parque de diversões, campos de golfe, centro comunitário, hotel, jardim zoológico e área de desporto.

A ideia por trás da cidade era criar “uma cidade americana perfeita num cenário natural bucólico, onde trabalhadores saudáveis, de vida correta e bem pagos viviam em lares seguros e felizes”.

Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cansado de denúncias, Betis pede aos seus sócios: "Portem-se bem"

Clube onde jogam dois portugueses quer que os adeptos tenham um "comportamento adequado" durante os jogos no Benito Villamarín. O Betis de Sevilha jogou seis vezes até agora, nesta época. Quatro desses encontros foram disputados em …

Junta militar de Myanmar está a sequestrar familiares de pessoas que pretende deter, diz especialista da ONU

A junta militar de Myanmar está a sequestrar familiares de pessoas que pretende deter, incluindo crianças com 20 semanas de idade, segundo o relator especial da Organização das Nações Unidas (ONU) destacado para o país, …

Regiões portuguesas entre as que mais colocaram trabalhadores em teletrabalho

  Apesar dos números elevados registados em Portugal, futuro do modelo está ainda em aberto, face à preferência dos patrões em ter os funcionários a trabalhar em ambiente de escritório. De acordo com dados revelados pelo Eurostat, …

Reino Unido em choque. Sabina Nessa pode ter sido assassinada por um estranho ainda em liberdade

Sabina Nessa, de 28 anos, terá sido assassinada enquanto caminhava pelo Cator Park, no sudeste de Londres, na passada sexta-feira. O percurso da sua casa até a um bar ia demorar apenas cinco minutos, mas …

A corrida a secretário-geral da UGT terá dois candidatos

É a primeira vez que a corrida à liderança da UGT conta com dois candidatos: além de José Abraão, atual dirigente da Federação de Sindicatos da Administração Pública (Fesap), Mário Mourão, presidente do Sindicato dos …

Colapso da Evergrande. China pede a governos regionais que se "preparem para a possível tempestade"

As autoridades chinesas estão a pedir aos governos regionais para se prepararem para um possível colapso da Evergrande. O The Wall Street Journal noticia, esta quinta-feira, que as autoridades chinesas estão a pedir aos governos regionais …

Governo vai testar 35 mil funcionários de creches e pré-escolar até 3 de outubro

Os funcionários das creches, do pré-escolar e a rede nacional de amas começaram esta quinta-feira a ser testados à covid-19, numa ação que até 3 de outubro abrangerá 35 mil pessoas em todo o país. O …

Bem-vindo à última fase do desconfinamento: fim do certificado em restaurantes, máscara em transportes e lares

"Estamos em condições para avançar para a terceira fase de desconfinamento." Foi com esta frase que António Costa deu início à conferência de imprensa após o Conselho de Ministros desta quinta-feira. Portugal vai avançar para a …

EUA reabrirá campo de detenção de migrantes perto da prisão de Guantánamo

A administração do Presidente dos Estados Unidos (EUA) Joe Biden se prepara para reabrir um campo de detenção de migrantes na Baía de Guantánamo, após um aumento de migrantes e requerentes de asilo no sul …

Défice desce para 5,3% do PIB no 2.º trimestre do ano

O défice orçamental do primeiro semestre deste ano é de 5,5% do PIB. A meta do ministro das Finanças para o ano de 2021 é de 4,5%.  O défice orçamental fixou-se em 5,3% do PIB no …