Heranças: viúvos só têm direito vitalício à casa se tiverem mais de 65 anos

Simon Collison / Flickr

O Parlamento aprovou uma proposta de alteração ao projeto de lei do PS sobre a Lei das Heranças, estabelecendo agora que o viúvo mantém o direito de viver para sempre na casa do cônjuge, se tiver mais de 65 anos.

O diploma garante que, em caso de morte, o viúvo que sobreviver poderá ficar a viver na casa da família de forma vitalícia, se tiver mais de 65 anos, de acordo com um texto acordado entre o PS e o PSD, agora aprovado na comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias, na Assembleia da República, em Lisboa.

Até aos 65 anos, o viúvo poderá ficar a viver na casa pelo prazo de cinco anos, mas um tribunal pode estender o direito de habitação face a uma situação de carência ou determinar o direito a um arrendamento a valores de mercado, explicou o deputado socialista Fernando Rocha Andrade.

O deputado do PS explicou que este é um regime idêntico ao que é aplicado para as uniões de facto, acrescentou.

O projeto do PS, apresentado no início do ano, foi aprovado por todos os partidos na especialidade – registou a abstenção do presidente, Pedro Bacelar de Vasconcelos – e deverá ser aprovado até 18 de Julho, dia em que o parlamento fará uma maratona de votações.

No debate na generalidade, em Maio, CDS-PP, BE e PSD alertaram para a necessidade de, por uma “questão de justiça”, garantir a casa de morada de família à viúva ou viúvo sobrevivo. A proposta de alteração ao diploma foi feito pela bancada do PSD que esta quarta-feira, através de Carlos Peixoto, afirmou que o texto acordado é uma proposta “equitativa, ponderada, sensata“.

O PS, como já anunciara em maio, acolheu algumas das sugestões feitas pelos restantes partidos, tendo também em conta recomendações a nível técnico feitas através dos vários pareceres enviados ao parlamento.

O projeto do PS permite que duas pessoas se casem sem que se tornem herdeiras uma da outra. Para que isso aconteça, precisam de optar pelo regime de separação de bens e ainda assinar uma convenção antenupcial em que renunciam mutuamente à herança.

O objetivo da mudança proposta pelos socialistas é proteger os direitos de filhos de anteriores uniões, que, com um novo casamento, perdem parte da herança para o novo cônjuge.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Não há qualquer hipótese de resgatar os corpos dos 44 tripulantes do ARA San Juan

O ministro de Defesa da Argentina, Oscar Aguad, afirmou este domingo que não há tecnologia capaz de resgatar do mundo do mar o submarino ARA San Juan, localizado este sábado a 900 metros de profundidade …

Talvez os neandertais não fossem tão brutos como se pensava

Apesar de vários esqueletos de neandertais terem sido encontrados com ferimentos graves na cabeça e no pescoço, um novo estudo sugerem que não fossem tão violentos como se pensava. Na verdade, os níveis de lesões cranianas …

A galáxia mais brilhante do Universo é "canibal"

A galáxia mais brilhante já descoberta no Sistema Solar, a W2246-0526, localizada na constelação Aquarius, devorou não duas mas três das suas galáxias-satélite, o que pode explicar a sua forte luminosidade. De acordo com um novo …

Picasso roubado há 6 anos na Holanda terá sido encontrado sob uma árvore na Roménia

Procuradores romenos estão a investigar se um quadro que apareceu este sábado na Roménia é o mesmo que há seis anos foi roubado de um museu da Holanda, noticiou a agência de notícias Associated Press. A …

O colossal drone solar da Boeing vai voar em 2019

A Aurora Flight Sciences, subsidiária da Boeing, vai lançar em 2019 o seu drone solar Odysseus, que terá a capacidade voar durante meses de forma autónoma e o objectivo de dar acesso Internet a todo …

Justiça brasileira proíbe TV de divulgar inquérito sobre morte de Marielle Franco

A decisão judicial de proibir a emissão de reportagens sobre a investigação do assassinato da vereadora carioca responde a um pedido da polícia do Rio de Janeiro e do Ministério Público. A emissora afirma que …

Relatório revela 71 locais com elevado risco de inundações em Portugal

Portugal tem 71 zonas com elevado risco de inundação, de acordo com um relatório da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) que analisou fenómenos extremos ocorridos, fazendo previsões para o futuro. O relatório "Avaliação Preliminar do Risco …

Cinco pessoas mortas por intoxicação de CO em Vila Real

Cinco pessoas da mesma família morreram este domingo, devido a uma intoxicação, no concelho de Sabrosa, distrito de Vila Real, adiantou à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Vila Real. A …

O discurso de ódio já está em Portugal

O diretor da Amnistia Internacional Portugal, Pedro Neto, alertou, em entrevista à agência Lusa, para a presença do discurso de ódio em Portugal, apontando o combate à discriminação como o maior desafio atual dos direitos …

Menino francês suicida-se após castigo por usar telemóvel na escola

Um menino de 11 anos suicidou-se na cidade de Beausoleil, perto do Mónaco, no sul da França, depois de ter recebido um castigo no colégio por ter usado o telemóvel na sala de aula. A criança, …