Vistos gold rendem 108 milhões de euros só em 2014

Rodrigo Gatinho / Portugal.gov.pt

Paulo Portas

Paulo Portas

Nos dois primeiros meses deste ano o Governo português atribuiu 208 vistos gold, num total de 108 milhões de euros de investimento recebido, disse à Lusa fonte oficial do gabinete do vice-primeiro-ministro.

O total de investimento entre Janeiro e Fevereiro representa uma média de 54 milhões euros mensais o que, a manter-se a este ritmo, deverá levar o Governo a rever em alta a previsão de 500 milhões de euros para este ano, depois de no ano passado o montante ter ascendido a 306 milhões de euros.

“O programa das autorizações de residência em contrapartida de investimentos deve superar em 2014 os 500 milhões de euros”, disse à Lusa o vice-primeiro-ministro, Paulo Portas.

“Isso significaria um aumento de investimento neste programa de cerca de 70% do primeiro ano para o segundo”, afirmou o governante.

Até final de Fevereiro, Portugal tinha concedido 679 vistos, num total acumulado de 414 milhões de euros de investimento.

No ano passado, 80% do investimento (272 milhões de euros) resultou da compra de imóveis e 20% (34 milhões de euros) da transferência de capitais.

Paulo Portas, que foi o impulsionador dos vistos ‘gold’ enquanto ministro dos Negócios Estrangeiros, acrescentou que evolução mais recente deste instrumento de captação de investimento mostra dois efeitos.

O primeiro assenta numa “diversificação na localização dos interesses imobiliários”, uma vez que os vistos dourados “começaram por aplicar-se a áreas de Lisboa”, mas “agora há interesse por outras zonas ou cidades”, disse o governante.

Em segundo, “há agora mais contactos para investimentos, não apenas na compra de activos imobiliários e turísticos, mas também para a construção”, acrescentou.

“Isso é também um sinal de maior confiança em Portugal”, concluiu o vice-primeiro-ministro.

A atribuição de vistos gold, criados no âmbito do programa de Autorização de Residência para Actividade de Investimento em Portugal (ARI), é feita mediante três requisitos: aquisição de bens imóveis de valor igual ou superior a 500 mil euros, a transferência de capitais no montante igual ou acima de um milhão de euros e a criação de, pelo menos, 10 postos de trabalho.

O programa de vistos tem atraído sobretudo cidadãos da China, Rússia, Angola e Brasil.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. O que à primeira vista parece uma boa notícia no plano contabilistico, parece-me uma triste notícia por várias razões. Primeiro, primado do capital sobre as pessoas ou dito de outro modo, “estrangeiros endinheirados” de primeira, portugueses de segunda; segundo, o capital não tem pátria ou, por outras palavras, não interessa a sua origem e como foi obtido; terceiro, argumento nacionalista, venda de Portugal a retalho. Enfim, na verdade, nem no plano ético, nem no plano político me parecem ser notícias satisfatórias, mas posso estar enganado…

  2. Não há dúvidas!
    A máquina de lavar do Paulinho-das-feiras é mesmo a maior!
    Porque máquina que lave mais e melhor, em toda a legalidade, não há!1
    Paulinho, volta que estás perdoado!
    Tráz-nos mais ideias geniais dessas, que o povo torna-te santo. E perdoa-te os pecados…!

RESPONDER

Submarino civil transparente pode levá-lo ao local do naufrágio do Titanic

A Triton, uma empresa com sede na Florida, fabrica submarinos civis de última geração há mais de uma década. Agora, vai fazer nascer o Triton 13000/2 Titanic Explorer, que para além de oferecer aos passageiros …

Catorze detidos nos novos protestos em Barcelona a favor de Pablo Hasél

Pelo menos 14 pessoas foram detidas pela polícia catalã, este sábado, durante os distúrbios que se seguiram a mais uma manifestação em Barcelona a reclamar a libertação do rapper Pablo Hasél. Segundo o jornal Público, pelo …

Procuradores avançam para tribunal contra nomeações de chefias

O Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) está envolvido numa nova polémica, depois do concurso que culminou na indigitação de José Guerra para a Procuradoria Europeia. Segundo avança o Jornal de Notícias, este domingo, um concurso para …

A partir de segunda-feira, eletrodomésticos vão ter novas etiquetas energéticas

As organizações não-governamentais ambientalistas saúdam as novas etiquetas energéticas, que entram em vigor esta segunda-feira, mas pedem “mais atenção” ao consumidor e “maior rapidez” na reclassificação de “mais produtos”. Em comunicado, a cooligação Coolproducts, um grupo …

Depois do balde de água fria da pandemia, Israel vai ficar melhor do que nunca. Tudo pelos turistas

Israel está fechado em casa e viajar para este país não faz parte dos planos de muitas pessoas. No entanto, este período de acalmia pode mesmo ser o melhor momento para planear uma viagem - …

Menos 1,3 milhões de consultas nos hospitais e menos 151 mil cirurgias em 2020

No ano em que a pandemia chegou a Portugal, houve menos 151 mil cirurgias e menos 1,3 milhões de consultas nos hospitais públicos. A covid-19, que chegou a Portugal a 2 de março de 2020, obrigou …

Várias escolas de Tóquio pedem "certificados de cabelo real" aos alunos

As escolas japonesas são conhecidas pela sua rigidez relativamente à aparência dos seus alunos, tanto que os estudantes que não seguem o padrão de "cabelo liso e preto" têm de apresentar provas. Dados divulgados, esta semana, …

UE estima normalidade nas vacinas daqui a duas semanas. Orbán recebeu vacina chinesa

A União Europeia (UE) estima que dentro de duas a três semanas "tudo vai funcionar normalmente" na produção e distribuição de vacinas nos Estados-membros. Entretanto, o primeiro-ministro húngaro já foi vacinado (mas com uma vacina …

"Os dados de milhões de pessoas estão em risco", alertam denunciantes da Amazon

Denunciantes da Amazon alertam que os dados de milhões de pessoas estão em risco devido à falta de preocupação da empresa com a cibersegurança. A par da Google, Apple, Microsoft e Facebook, a Amazon é uma …

Mais 41 mortes e 718 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas

Portugal registou, este domingo, mais 41 mortes e 718 novos novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 718 …