Amesterdão proíbe visitas guiadas ao Red Light District

aforero / Flickr

Montras no Red Light District, o Bairro Vermelho de Amsterdão

Amesterdão vai proibir as visitas guiadas ao Red Light District, o famoso “Bairro Vermelho” da cidade. A medida entrará em vigor a partir do dia 1 de janeiro de 2020 e abrange visitas guiadas pagas ou gratuitas.

Depois de se ter decidido que os turistas de visita ao Red Light District de Amesterdão teriam de estar de costas voltadas para as montras da rua enquanto ouviam as explicações dos respetivos guias, agora já nem visitas haverá.

A decisão foi tomada pela Câmara Municipal da cidade holandesa e anunciada na quarta-feira à noite. “As visitas são desrespeitosas para com as mulheres que ali estão. E já é hora de deixar de olhar para elas como uma atração turística”, afirmou o vereador Udo Kock, citado pelo Expresso.

No ano passado, estipulou-se que os turistas em visitas guiadas à zona teriam de estar de costas voltadas para as montras da rua enquanto ouviam as explicações dos guias e foram proibidas as fotografias às mulheres ali presentes, bem como qualquer tentativa de falar com elas. Vários vereadores sugeriram deslocar o Red Light District para outra zona da cidade, menos exposta, mas não houve qualquer decisão nesse sentido.

A medida agora anunciada abrange visitas guiadas pagas ou gratuitas e entrará em vigor a partir de 1 de janeiro de 2020. Em paralelo, a autarquia anunciou que vão passar a ser proibidas as visitas a bares daquela zona com o único propósito de consumir álcool – o chamado “pub crawl”.

As visitas guiadas a outras áreas de Amesterdão vão passar a ter um limite de 15 pessoas – antes era de 20 – e os guias vão ter de pedir uma autorização prévia à câmara e respeitar regras de comportamento específicas.

Pretende-se, assim, restringir o número de turistas no centro histórico da cidade. Este número subiu para 19 milhões em 2018 e espera-se que chegue aos 29 milhões em 2025. Para muitos residentes, tornou-se um pesadelo viver no centro da capital.

De acordo com um estudo realizado recentemente, 80% das trabalhadoras sexuais afirmaram que os turistas são maus para o negócio.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Um terço dos universitários de Lisboa já sofreu violência sexual física

Um terço dos estudantes universitários da área metropolitana de Lisboa já foi vítima de violência sexual física pelo menos uma vez, mas são muitos poucos os que denunciam as agressões, raramente o fazendo à …

OE2020: Esquerda vai negociar "até ao último minuto". PSD não comenta eventual traição madeirense

O Governo apresentou, nesta terça-feira, na Assembleia da República, as linhas gerais da proposta de Orçamento do Estado para 2020 (OE2020) aos partidos com representação parlamentar. Dos encontros, não saiu fumo branco, com o Bloco …

Turismo fez subir o custo de vida dos portugueses. Salários continuam estagnados

O crescimento do turismo em Portugal fez crescer o custo de vida dos portugueses, especialmente nos que vivem nas grandes cidades, apesar de estes continuarem com os salários estagnados, escreve o Jornal de Notícias. Entre 2013 …

Contrato público. Amazon apresenta queixa em tribunal contra Trump

A Amazon revela que os "insistentes ataques públicos e de bastidores" de Donald Trump contra Jeff Bezos causaram "pressão" que levou à perda de contrato público com o Departamento de Defesa.  A Amazon apresentou uma queixa …

Empurrões, insultos e (talvez) um murro: Sérgio Conceição e Pedro Ribeiro perderam as estribeiras no túnel do Jamor

Os treinadores de FC Porto e Belenenses, Sérgio Conceição e Pedro Ribeiro, desentenderam-se no túnel de acesso ao relvado do Estádio Nacional, ao intervalo do jogo em que as duas equipas empataram a uma bola. …

Acordo entre Rússia e Ucrânia para cessar-fogo até ao final do ano

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o seu homólogo ucraniano, Volodymyr Zelensky, chegaram na segunda-feira à noite a um acordo de cessar-fogo que deverá ter efeito até ao final do ano de 2019. "As partes …

Nova Zelândia abre investigação. Erupção do Whakaari já fez pelo menos 13 mortos

Pelo menos cinco pessoas morreram e oito continuam desaparecidas, na sequência da erupção do vulcão Whakaari, na Nova Zelândia. As autoridades afirmam que há poucas chances de terem sobrevivido. "Diria com forte convicção de que ninguém …

Falhas no acesso a remédios não são exclusivo do SNS. No resto da Europa também há, diz ministra

A ministra da Saúde afirmou que as falhas no acesso a medicamentos não são "um exclusivo nacional", estando em discussão entre os Estados-membros uma "estratégia global para o acesso ao medicamento". A ministra da Saúde afirmou …

Canal Panda e jogar sem medo. A receita de Lage para vencer os russos do Zenit

O Benfica joga esta terça-feira com o Zenit de São Petersburgo, na sexta e última jornada do grupo G da Liga dos Campeões. Os encarnados precisam de vencer por dois (ou mais) golos para garantir …

Polícia de Hong Kong desativa bombas artesanais escondidas em escola

As autoridades de Hong Kong desativaram duas bombas artesanais numa escola esta terça-feira. Os engenhos foram descobertos por um guarda e desconhece-se se estão associados à crise política que se vive no país. A líder de …